Análise SWOT dos Bancos

Nas organizações é importante a observação do ambiente interno e externo do empreendimento, desse modo é possível analisar os pontos FORTES e FRACOS, OPORTUNIDADES E AMEAÇAS da operação.

Nas organizações é importante a observação do ambiente interno e externo do empreendimento, desse modo é possível analisar os pontos FORTES e FRACOS, OPORTUNIDADES E AMEAÇAS da operação.

Abaixo temos a análise de alguns desses pontos dos Bancos na atualidade:

PONTOS FORTES

Aos Bancos atribui-se o poder de ser o maior detentor das práticas mercantis da economia, sendo o responsável através do Banco Central, executar uns dos maiores instrumentos de controle e liquidez do sistema econômico: a política monetária , que por sua vez se for expansionista ou contracionista, afeta diretamente o valor da taxa de juros do mercado (Selic), taxas cambiais, demanda, emprego e renda das famílias.

Os bancos hoje tem se utilizado dos avanços tecnológicos que permitem que seus clientes transacionem utilizando dispositivos mobile ou internet Banking. Essas novas práticas do Banco possibilita reduzir os custos operacionais e humanos, podendo obter maiores spreads em suas operações.

PONTOS FRACOS

Um ponto fraco é a independência do cliente que, a cada dia, tem precisado menos da figura do banco como anteriormente, pois a quantidade de informação aos clientes tem se expandido, e os mesmos podem realizar suas escolhas com mais lucidez, colocando os clientes no controle de suas ações, estando mais esclarecidos sob seus direitos e possibilidades.

Os Bancos ainda possuem mão de obra desqualificada em detrimento de um consumidor mais conhecedor de suas possibilidades, mais capazes de negociar com igualdade. As más práticas de venda casada por exemplo, tem se tornado cada dia mais abolida, já que o consumidor tem sido educado a esse respeito.

OPORTUNIDADES

Os bancos múltiplos possuem carteiras diversas, comercial, de investimento, de crédito imobiliário, de arrendamento mercantil, de desenvolvimento, de crédito, financiamento e investimento.

Desse modo consegue alcançar tanto grandes quantos pequenos clientes, administrando a poupança das famílias. Através de uma carteira de Banco Comercial por exemplo, podem comercializar fundos, que oferecem possibilidade a pequenos investidores alcancem cotas de produtos de investimento que não alcançariam de forma individualizada. Além disso podem captar depósitos a vista e realizar a intermediação bancária; realizar alavancagem e potencializando lucro ao seu negócio.

AMEAÇAS

Os bancos hoje tem sofrido com o crescimento das cooperativas de crédito, que tem se especializado cada vez mais em atividades mercantis. Empresas de investimento como a XP Investimento, tem crescido cada vez mais pois educam seus clientes e realizam consultoria a fim de oferecer o produto certo e não somente o produto que falta para bater a meta, como de forma desqualificada, alguns funcionários de Bancos de Varejo fazem.

Outro grande ameaça para os bancos são os Riscos, que podem ser de crédito, de mercado, de liquidez, legal, ambiental, operacional. Esses riscos geralmente são administrados por áreas especificas da instituições a fim de se protegeram, sobretudo do risco de crédito, que na correlação de todos os outros, podem gerar uma ameaça de default.

A alavancagem exagerada também podem gerar insolvências na economia, como aconteceu na crise do Subprime nos EUA em 2008, causando prejuízos bilionários aos bancos e graves consequências na economia e politica.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração