Experiência educacional de Sobral

Como a gestão participativa transformou Sobral no maior caso de sucesso educacional do Brasil

Veveu Arruda, prefeito de Sobral, no Ceará, enfatiza que o primeiro passo para uma mudança efetiva é uma nova abordagem política que, genuinamente, priorize a educação como o único caminho para se conseguir prosperidade e dignidade na vida. Assim inicia-se o caso de sucesso de Sobral, que já é considerado a melhor educação pública do Brasil, pioneiro no programa “Alfabetização na idade certa” e que possui escolas com Ideb – índice de desenvolvimento da educação básica - maiores ou iguais a 7.

O segredo para o êxito se encontra no projeto educacional estruturado em 3 eixos: o fortalecimento escolar, o fortalecimento da ação pedagógica e a valorização do magistério. E todo o trabalho é vinculado a metas que são periodicamente avaliadas e monitoradas. A gestão escolar baseada em autonomia pedagógica, administrativa e financeira é o verdadeiro olhar inovador de Sobral, que objetiva levar qualidade para toda a sua rede educacional, culminando na uniformidade entre as escolas urbanas e de zona rural.

A valorização do magistério é baseada no empoderamento dos professores através de um plano de carreira sólido, premiação de metas alcançadas, salários acima do piso nacional, incentivo ao constante aperfeiçoamento acadêmico (cursos, mestrados, especializações, etc) e treinamentos periódicos. Com o intuito de incentivar o espírito de equipe, a escola como um todo também concorre ao prêmio “Escola aprender melhor”.

O estímulo a uma gestão participativa também foi primordial para o sucesso da região, que percebeu que o esforço para mudar o cenário não deveria partir apenas da escola e sim de toda a comunidade – universidades, igrejas, pais dos alunos, etc. A escola não podia mais ser vista como um espaço de manipulação eleitoral e sim como uma zona livre de ideias, com diretores qualificados e capazes de guiar os professores rumo ao melhor resultado possível.

Como resultado desses esforços tem-se a escola Emílio Sendim com o melhor Ideb do Brasil (9,8), o programa "Alfabetização na Idade Certa" que proporcionou um distorção entre série e idade praticamente zerado (0,90%) e o Programa Educar pra Valer que selecionou 50 municípios brasileiros para replicar o modelo de gestão de Sobral.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: educacao gestão participativa sobral