Processo de monitorar pessoas

Monitorar significa acompanhar, orientar, observar e manter o comportamento das pessoas dentro de determinados limites de variação, organização ou limites estabelecidos

O processo de monitorar pessoas desempenha um papel importante dentro das empresas. Através desse, a organização pode acompanhar todas as ações, atividades realizadas e atualizar-se com as informações sobre atividades, funções e até mesmo sobre os dados pessoais coletados dos próprios colaboradores.

Monitorar significa acompanhar, orientar, observar e manter o comportamento das pessoas dentro de determinados limites de variação, organização ou limites estabelecidos.

Esse sexto processo, é definido por Chiavenato (2004) como sendo uma forma para acompanhar e controlar as atividades das pessoas e verificar resultados, a partir de banco de dados e sistemas de informações gerenciais. Ao monitorar pessoas, o resultado aparece com maior clareza e os objetivos são traçados de uma forma melhor. Essas informações são importantes para verificar o andamento dos processos de gestão.

Ele informa as pessoas sobre os seus desempenhos em suas atividades e seus esforços, contribuindo para que os colaboradores estejam dentro dos padrões que a organização deseja. Partindo desse pressuposto, a gestão de pessoas deve contribuir para que as organizações sejam eficazes por meio das pessoas, e assim buscar a cooperação dos indivíduos que atuam nas organizações tanto para o alcance de seus objetivos individuais quanto para o alcance dos objetivos organizacionais (GIL, 2006).

Monitorar pessoas constitui-se de um ciclo que precisa ser seguido. Essa sequência permite detectar problemas antes mesmo que cheguem a acontecer.

O objetivo principal desse processo de monitorar é, mostrar como as organizações estabelecem meios para monitorar o comportamento profissional das pessoas. Não tem como objetivo a fiscalização dos cumprimentos das regras, mais sim, o desenvolvimento do autocontrole em relação às metas e resultados a serem alcançados, esse processo está diretamente relacionado com a maneira pela qual os objetivos devem ser alcançados através da atividade das pessoas que compõem a organização (CHIAVENATO, 2008).

O monitoramento da informação é uma habilidade essencial nos processos organizacionais que, transmitem conhecimentos para melhoria de toda organização, processos no valor agregado, melhorando suas competências e competitividade.        Geralmente o sistema de informações para o RH cobre os seguintes aspectos: Planejamento Estratégico de RH; Formulação de objetivos e programas de RH; Registros e controles de RH; Relatórios operacionais.

As empresas se utilizam da tecnologia e dos sistemas de informações para tomar decisões e acompanhar planos nas suas organizações. As informações podem provir do ambiente externo (mercado de trabalho, concorrentes, fornecedores, agencias regulamentadoras e outras) ou ambiente interno (como organograma de cargos e respectivo salários na organização, pessoas que trabalham nela, homens/horas trabalhadas, volume de produção e de vendas, produtividades alcançadas).

Discorrer sobre sistema de informação sem tocar no conhecimento corporativo que forma o capital intelectual da organização é discutir parte do assunto. Ambas estão relacionadas a duas categorias profissionais diferentes: uma considera a gestão do conhecimento como administração da informação, a outra, como gestão de pessoas. A abordagem tradicional (rígida- teoria x) e a abordagem moderna (flexível- teoria y) fazem parte do cotidiano dentro da empresa de forma que, de acordo com o período regente, uma ou outra se faz necessária.

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)