Mais comentada

Vantagens competitivas para quem domina outro idioma

Entenda como dominar uma língua estrangeira pode alavancar sua carreira

O candidato de uma vaga de emprego com fluência em outro idioma possui vantagem em relação a outros candidatos com curriculum parecido, mas que não possuem a fluência em outra língua. Esse é um ponto comum, que quase ninguém pensa em discordar. Mas que motivo leva as empresas a selecionar candidatos com determinado perfil? Por que dominar um outro idioma é tão importante? Ser fluente em outra língua vai garantir um emprego para sempre?

De acordo com um estudo realizado com gestores de todo o mundo pela Robert Half, a maior empresa de recrutamento do mundo, 80% dos gestores afirmaram que a fluência em inglês é fundamental para os negócios. No mercado brasileiro, a importância segue a tendência mundial: 75% das empresas consideram o uso do inglês muito útil no dia a dia e 37% das companhias brasileiras indicaram que o uso do inglês cresceu de forma “muito significativa” nos últimos três anos.

A possibilidade de viagens pelo seu trabalho é um dos pontos mais triviais nessa escolha que a empresa faz. Um candidato que seja fluente terá uma facilidade nesse processo e as empresas geralmente levam esse ponto em consideração. Saber representar uma marca fora do país, comunicar-se com clareza e ser comunicativo são características que farão a diferença para o candidato.

Em alguns cargos e empresas, a possibilidade de viajar é remota, mas a comunicação interna na própria empresa é fundamental. Ter gerentes ou diretores que não falam nossa língua nativa é absolutamente normal e você pode ser o candidato que fará a diferença e se tornar indispensável e requisitado em seu trabalho, auxiliando e facilitando a comunicação. Assim como a habilidade oral, uma escrita de qualidade e capacidade de escrever e-mails ou documentos internos também são algumas habilidades que decisivas na seleção e manutenção do possível candidato.

Ser fluente em inglês ou espanhol permite ao funcionário fora do mercado de trabalho uma facilidade na realocação profissional, já que a fluência desses dois idiomas gera visibilidade e torna ponto de destaque para seu curriculum e facilita a disputa com candidatos mais novos e/ou experientes, mas que não possuam essa habilidade.

A leitura de livros e conteúdo técnico no idioma original também ajuda o candidato a aumentar seu conhecimento técnico de sua área de estudo, assim como permite que esse seja um fator decisivo ao passar por um processo seletivo técnico, haja visto que muitos livros e publicações ainda não contam com tradução para o português.

Possuir uma certificação internacional também faz a diferença e conta em seu curriculum. O TOEIC (Test Of English for International Communication) é o certificado corporativo mais famoso do mundo e o mais exigido pelas empresas no Brasil, mas também é importante conhecer o BEC (Business English Certificate) que é aplicado por Cambridge e exigido por algumas instituições. No espanhol, o DELE (Diploma de Espanhol como Língua estrangeira) é o principal e no alemão, o Goethe-Zertifikat é o mais reconhecido por aqui.
Após a análise de tais pontos, torna-se claro que aprender uma nova língua fará toda a diferença em sua carreira profissional e em futuras promoções. Independentemente de sua idade, o mercado sempre estará de braços abertos para receber um profissional competente, responsável, comprometido com o futuro da empresa e que esteja apto a se comunicar em uma outra língua.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: idiomas singular idiomas