5 competências essenciais de um coach diferenciado

enho visto várias pessoas entrarem e saírem de formações apenas com foco no sucesso, mas muitas vezes esquecem de desenvolver um conjunto de habilidades fundamentais para que atinjam esse resultado e isso acaba trazendo transtornos para vários profissionais e, principalmente, para os clientes, que se submetem aos processos. Portanto, saber desse conjunto de competências essenciais é fundamental para todo e qualquer profissional que pretende se tornar um coach de sucesso, saiba quais são: #coaching #cibracoaching #ciabrasileiradecoaching #carreira #negocios #competencias #sucesso #nelsonvieiracoach

Esta semana proponho abordar um assunto que me chamou a atenção especialmente porque tenho visto várias pessoas entrarem e saírem de formações apenas com foco no sucesso, mas muitas vezes esquecem de desenvolver um conjunto de habilidades fundamentais para que atinjam esse resultado e isso acaba trazendo transtornos para vários profissionais e, principalmente, para os clientes, que se submetem aos processos, mas sem se dar conta de que parte essencial dos seus resultados vêm da habilidade do coach em mantê-los atentos e focados em seu projeto. Isso acaba sendo um problema, pois muitas vezes o cliente desmotiva e desiste do processo e atribui isso generalizando ao coaching como um todo, como se não funcionasse. Portanto, saber desse conjunto de competências essenciais é fundamental para todo e qualquer profissional que pretende se tornar um coach de sucesso.

A qualidade dos atendimentos dependem desse conhecimento para a geração de resultados, segurança ao lidar com o outro e, principalmente, para inspirar o seu coachee a fazer de boa vontade aquilo que precisa ser feito para alcançar os resultados que ele se propõe. No entanto, antes de abordar esse assunto, é importante que se entenda duas questões:

Competência: é um conjunto de habilidades necessárias para o desenvolvimento de uma atividade. Para a profissão de coach, por exemplo, existem várias, no entanto, ao longo desses pouco mais de 5 anos formando coaches do mundo inteiro, consegui mapear um conjunto de competências que são essenciais, ou seja, sem desenvolvê-las, não tem como fazer coaching com qualidade, como um aluno em uma de minhas turmas de formação em coaching, que não sabia, embora já fosse um coach formado por outras instituições, mas quando se deu conta disso, os seus resultados aumentaram exponencialmente.

Sucesso: Qual o significado dessa expressão na sua vida? Dinheiro, patrimônio, fama, glamour, poder? Enfim, tal significado é muito particular e, por isso, muito peculiar a cada pessoa, mas independentemente do significado que se atribua a esta palavra, o que é comum para todos nós, coaches, é que tudo aquilo que entendemos como sucesso vem dos resultados que somos capazes de levar aos nossos clientes a atingi-lo, inspirando-o e mantendo-o focado. Logo, o sucesso do cliente é do coach também. Vamos às competências:

1- Fundamentos de Coaching: é importante definir coaching e diferenciar essa prática de abordagens similares, conhecer os atores e elementos necessários nesse processo, bem como os tipos de coaching existentes e suas diversas abordagens;

2- Princípios de Coaching: conhecer o acordo de funcionamento das sessões, o método empregado no processo e criar um ambiente para um atendimento seguro e confortável para ambos;

3- Relacionamento com o Cliente: estabelecer uma relação de parceria e confiança é essencial para o desenvolvimento das sessões, bem como, sua habilidade para criar um ambiente seguro e sagacidade para identificar formas para trabalhar com aquele cliente, além de sentir-se seguro, o suficiente, para trabalhar com emoções fortes sem deixar impactar-se por elas;

4- Comunicação efetiva: desenvolver a escuta ativa, bem como sua habilidade para fazer questionamentos assertivos fazendo uso de uma linguagem que gere o maior impacto positivo possível no cliente e, afirmar, claramente os objetivos, propósitos, as técnicas e exercícios de coaching.

5- Facilitando o aprendizado e os resultados: o bom profissional tem uma habilidade extraordinária para gerar conscientização; de criar, junto com o cliente, oportunidades de aprendizado contínuo; sua capacidade para estimular o cliente a praticar novas ações, pois são elas que o conduzirão aos seus resultados, oferecendo reforço positivo sempre que necessário, planejando, replanejando e definindo metas eficazes, além de acompanhar sistematicamente o progresso do cliente.

Se você tiver alguma dúvida ou quiser saber mais sobre esse e outros assuntos e quiser vê-los respondidos por aqui, mande um e-mail para: fale@cibracoaching.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: Carreira coaching competências Sucesso

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração