Mais comentada

5 sinais de que a sua autoconfiança está colocando o seu emprego em risco na crise

A falsa sensação de segurança que você pode ter enquanto se mantém longe dos holofotes é a mesma que pode arruinar a sua chance de crescer e até mesmo a sua chance de se manter no emprego no cenário da crise atual.

Produtividade extraordinária, resultados eficazes, fazer a diferença, fazer mais com menos, encontrar as oportunidades na crise, são expressões que rondam o dia a dia da grande maioria dos profissionais atualmente e nessa hora a tendência é buscar por mais qualificações técnicas, por mais ferramentas tecnológicas que reduzam o tempo de execução das tarefas e entreguem resultados com maior qualidade. E isso é indubitavelmente bom, contudo, de nada adianta grandes qualificações técnicas se você não se sentir preparado para “dar a cara à tapa” e assumir uma postura de quem não só identifica as oportunidades, mas sabe lidar com os riscos e supera aquele medo de que em um cenário de crise a próxima demissão seja a sua.

Quanto mais baixo estiver o seu nível de autoconfiança, mais difícil será empreender mudanças positivas que podem destacar você e proporcionar seu crescimento, ou até mesmo garantir o seu emprego. O medo de arriscar, de tentar, de sair da zona “segura”, mesmo com o intuito de proteger você, pode ser na verdade o seu maior inimigo, isso porque vai fazer de tudo para manter você longe de onde possa ser notado, esse é o nosso instinto básico de sobrevivência, nos esconder em situações de risco, nos mantendo longe dos “predadores”.

E em um ano onde o Índice de Medo do Desemprego atingiu o patamar histórico de 64,3 pontos, superando e muito a média histórica de 48,6 pontos (segundo dados da Confederação Nacional da Indústria). A falsa sensação de segurança que você pode ter enquanto se mantém longe dos holofotes é a mesma que pode arruinar a sua chance de crescer e até mesmo a sua chance de se manter no emprego no cenário da crise atual. Passar despercebido em um momento como esse pode ser a diferença crucial entre ser promovido para o cago de alguém que eventualmente está sendo demitido e ser essa pessoa que está sendo demitida. A verdade é que quem não é notado transmite uma sensação muito forte de que não faz falta, e infelizmente a maioria dos líderes não estão preparados para saber avaliar a fundo a diferença que cada pessoa faz na sua equipe, ficando muitas vezes com a sensação de que quem mais “aparece” é quem mais faz falta.

É óbvio que não basta “aparecer”, é necessário que você seja coerente e seja notado por atitudes e resultados que realmente importam e a melhor estratégia para isso no momento é absorver a ideia de que a crise é a oportunidade para otimizar, fazendo diferente e melhor.

Mas como saber se o seu nível de autoconfiança está atrapalhando o seu crescimento?

Fique atento aos 5 principais pontos a seguir, se notar que pode estar se sentindo ou se comportando dessa maneira é importante adotar atitudes que possam melhorar a sua autoconfiança e consequentemente a sua coragem para empreender mudanças e agarrar oportunidades:

1 – Tem se sentido com medo de propor mudanças para melhorar o seu setor porque acha que se derem errado isso pode causar a sua demissão;
2 – Tem sentido que seu chefe vem observando você e isso te faz sentir medo de que ele esteja pensando em demitir você;
3 – Houve mudanças recentes de redução na estrutura e isso fez você se intimidar, enfraquecendo a sua proatividade;
4 – Tem preferido manter o seu nível de produtividade atual do que arriscar um jeito novo de fazer as coisas;
5 – Tem se mantido longe dos olhos do chefe porque consciente ou inconscientemente acha que isso te transmite uma certa segurança;

Bom, se você tem notado comportamentos assim no seu dia a dia, fique atento e trate logo de reassumir a sua autoconfiança, todos esses medos que estão tentando “proteger” você, podem estar te colocando na fila do corte.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: crescimento crescimento na carreira crise demissão desemprego emprego medo de demissão

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração