Mais comentada

Como aumentar a criatividade (sendo você criativo ou não)

Só é criativo quem já nasceu com o dom da criatividade? Verdade ou mito? Vem descobrir!

Só é criativo quem já nasceu com o dom da criatividade?

Verdade ou mito?

Pois você precisa saber que essa é uma das maiores mentiras que já te contaram a respeito da criatividade.

A grande maioria das pessoas chega a passar boa parte de sua vida acreditando que não são criativas. E pior, só porque não nasceram com esse talento.

Nada pode ser pior para sua capacidade de criação, afinal, se você acredita que não é capaz, isso se torna verdade.

Para falar a verdade, criatividade vem sim de berço. Ela nasce com cada um de nós.

Todo ser humano possui essa habilidade inerente, ainda que não a desenvolva como poderia ao longo da vida. A boa notícia então, para quem acredita a criatividade não é sua maior qualidade, é que sim é possível potencializar seu poder de criação.

Independente se você acredita que nasceu criativo ou não.

Tente lembrar da sua própria infância ou preste atenção em alguma criança próxima a você. Como você pode reparar, a imaginação sem freios faz parte do dia-a-dia deles, pelo simples fato de quem ainda não foram colocados em caixas e obrigados a ver, pensar e sentir o mundo de uma maneira padronizada.

Se você não aprendeu a ser criativo na infância, você pode aprender agora. Sempre há tempo para usar o dom que você sempre teve mas não sabia.

É muito importante que você realmente acredite que é criativo(a) para que qualquer dica para aumentar a criatividade realmente tenha efeito.

O lado esquerdo do nosso cérebro lida com a parte lógica racional da nossa mente, ou seja, números, palavras, pensamento racional, listas e análises.

Em contrapartida, o hemisfério direito é reconhecidamente associado à imaginação,
divagações, produções visuais e emoções.

A criatividade, por ser um processo não linear, emocional e geralmente desorganizado seria uma produção do lado direito do seu cérebro.

Algo que não é bem correspondente à realidade.

O que realmente acontece durante o processo criativo é o uso de ambos os lados, misturando a lógica dos números e das palavras com a habilidade de imaginar e sonhar acordado, gerando o que chamamos de criação.

Portanto, para aumentar a criatividade você precisa aprender a dosar o uso do seu lado emocional, de deixar os pensamentos livres e usar as emoções para criar.

Mas ao mesmo tempo precisa recorrer à lógica para organizar e filtrar as ideias para colocá-las em prática

A dose certa de rotina na sua vida pode te deixar mais criativo

Para que seu cérebro seja capaz de continuar fazendo novas associações, e, portanto, gerando novas ideias, ele precisa de combustível, que neste caso são as referências.

Todo e qualquer estímulo que recebemos diariamente pode virar referência, seja uma conversa um colega de trabalho, uma peça de teatro que você assistiu no final de semana ou os 15 dias que você passou viajando pela Europa.

O problema da rotina está em fazer a mesma coisa todos os dias. Dessa forma você acaba não entrando em contato com novas referências, o que torna difícil ou quase impossível ter ideias diferentes daquelas que você já está acostumado.

Isso não significa que você precisa viver um dia de cada jeito. Bastam algumas pequenas mudanças naquilo que você faz diariamente que podem impulsionar e aumentar a criatividade.

Mudar o caminho para o trabalho, preparar seu almoço de uma forma diferente ou trocar a academia pelo parque na hora de se exercitar.

Alterar completamente a rotina, por sua vez, também não é lá uma boa ideia para quem quer ser mais criativo.

Criar hábitos, de preferência saudáveis, evita a fadiga mental. Quanto mais cansado está seu cérebro, especialmente se estamos falando de um cansaço de longo prazo, menos criativo(a) você será.

A rotina irá fazer com que você poupe sua energia mental. Quando estamos na infância, praticamente tudo com o que entramos em contato é novidade.

Sendo assim, nosso cérebro demora mais tempo para processar as novas informações. Com o passar dos anos, boa parte de nossas atividades se torna rotineira e portanto o tempo de processamento para execução de algumas tarefas reduz.

Assim, alivia o peso de tomar decisões o tempo todo.

Relaxar faz bem para o físico, para a mente e claro para seu potencial criativo

Quando nos encontramos de frente com um problema complexo, temos a tendência a concentrar 100% na busca pela solução. Alguns até transformam essa busca em obsessão.

Mas fica 100% focado até descobrir a resposta pode não ser a melhor decisão. Seu cérebro precisa de um momento para registrar toda a informação que está recebendo e ele não vai fazer isso em um momento de tensão.

Uma parada para um café ou uma caminhada rápida podem sim fazer surgir aquelas ideias que insiste em não aparecer no momento de maior necessidade.

Organize suas ideias

Pensamentos criativos tendem a ser desorganizados. E ninguém consegue transformar uma ideia em algo concreto se não colocar uma pequena organização nas criações mentais.

Mapas mentais são excelentes ferramentas para conectar ideias e encontrar respostas inovadoras.

Todo mapa mental precisa começar com uma ideia central, que será o quadrante do meio.

A partir dela, tópicos e subtópicos relacionados também serão anotados. Podemos dizer que a montagem de um mapa mental se compara a um brainstorming, porém de uma maneira muito mais visual.

Ao desenhar conceitos dentro de figuras geométricas, fica mais fácil entender como as ideias se relacionam e como funcionaria todo o processo.

Tomara que você realmente passe a acreditar em todo seu potencial criativo. Ele está ai, em algum lugar, só esperando você dar adeus à crenças limitantes, preconceitos e falta de referências para aparecer com tudo.

Liberte aquele criança que algum dia não precisou se preocupar com que os outros iam achar de suas brincadeiras, da sua imaginação que ia longe e dos sonhos sem restrição. É esse talento nato, que você esqueceu de usar, que será o verdadeiro responsável pelas ideias mais fantásticas que você pode produzir.

Espero que você tenha gostado.

Forte abraço.

Henrique Carvalho

 

 

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: carreira criatividade empreendedor empreendedorismo marketing marketing digital

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração