Estas perguntas vão mudar sua vida

A vida, como os negócios, funciona com base nas perguntas, não nas respostas

iStock

Quando as coisas não estão indo bem do jeito que gostaríamos, isso geralmente é o resultado de não termos feito as perguntas certas. Algumas perguntas são difíceis de confrontar, porque você tem medo de não receber a resposta que deseja, outras porque você realmente não sabe o que responder.

Mas as melhores coisas na vida não são obtidas facilmente, e dar as costas para as perguntas mais difíceis da vida é certamente o caminho para a mediocridade. Eu acho que Sócrates consegue falar disso melhor:

"Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida".

A observação de Sócrates também vale para os negócios. Quando Eric Schmidt era o CEO do Google, uma frase sua se tornou famosa: "Comandamos essa empresa com base em perguntas, não respostas".

A vida, como os negócios, funciona com base nas perguntas, não nas respostas. Vamos dar uma melhor olhada em algumas das perguntas difíceis que deveríamos estar nos perguntando com frequência.

Como as pessoas me veem de forma diferente de como eu me vejo?
Você já escutou a gravação de sua voz e pensou "É realmente assim que eu falo?". Como o som da voz viaja pelo crânio humano, nunca nos escutamos da mesma forma que os outros nos escutam. O mesmo geralmente acontece com o modo como nos comportamos. Interpretamos nosso comportamento de acordo com o que achamos que estamos fazendo, enquanto que todas as outras pessoas enxergam o que realmente fazemos. Uma avaliação em 360º é uma excelente forma de ganhar essa perspectiva. Ela reúne feedback que é construtivo, anônimo e preciso. Se você precede o 360 e solicita o feedback pessoalmente, tenha certeza de pedir um feedback específico, evitando perguntas amplas e generalizações. Por exemplo, você provavelmente terá uma resposta honesta e precisa para "Como eu me comportei durante a reunião enquanto todo mundo discordava de mim?" em vez de "Eu sou um bom chefe?". E seja cauteloso para mostrar que você está aberto para o feedback. Se você surtar ou ficar na defensiva toda vez que um colega falar o que acha, ele irá parar de fazer isso.

O que eu fiz de bom hoje/a quem eu fiz algo de bom?
Essa é uma outra maneira de dizer "Deixe as coisas melhores do que quando as encontrou". Chegar ao fim de cada dia se perguntando o que e quem você ajudou a melhorar é uma ótima maneira de se manter focado no que realmente importa.

Estou sendo honesto com meus valores?
Você já teve aquele sentimento persistente de que algo está um pouco apagado da sua vida? Isso acontece geralmente quando pequenos comportamentos são arrastados com você e interferem em seus valores. Se passar um tempo de qualidade com a família é um de seus valores primários, mas você continua ficando até tarde no trabalho, existe um conflito. Se você quer que aquela pequena voz persistente vá embora, você terá que fazer algo a respeito disso.

Se eu alcançasse todos os meus objetivos, como eu me sentiria? O que eu posso fazer para me sentir daquele jeito enquanto tento alcançá-los?
A habilidade de atrasar a gratificação na busca por seus objetivos é um dos pré-requisitos mais essenciais para o sucesso, mas atrasar a gratificação não quer dizer estar infeliz até você cruzar a linha de chegada. Você pode alcançar mais - e se divertir mais fazendo isso - se você se permitir um pouco daquele orgulho e prazer durante a trajetória.

O que eu não aprendi ainda?
Existe um mundo enorme lá fora, e ele está crescendo cada vez mais. Cientistas teorizaram que houve uma época que levava 1500 anos para o conhecimento no mundo duplicar; hoje é necessário apenas um ou dois. Não fique para trás.

Em quais áreas da minha vida estou me acomodando?
Quando você se acomoda, você aceita menos do que você é capaz. Às vezes nos acomodamos em empregos sem saída. Outras vezes nos acomodamos em relacionamentos não saudáveis. Se você não se perguntar onde e por que você está se acomodando, é difícil impedir isso.

Como eu quero que minha vida seja em cinco anos?
Lewis Carroll disse uma vez "Se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho lhe levará até lá". A conclusão é que, quando você tem seu destino em mente, você pode planejar sua trajetória. Cinco anos é o espaço de tempo perfeito: não é tão longe no futuro que você não possa se imaginar lá, mas também não é tão perto ao ponto de que você não possa fazer nada.

O que eu faria se eu não estivesse com medo?
Pela perspectiva da sobrevivência, o medo tem um propósito. É o que nos impede de colocar nossa mão dentro da máquina de lavar ou outras das milhões de coisas que podem nos machucar ou matar. Mas o medo tem uma tendência de ficar fora do controle. Em vez de nos manter seguros, ele nos impede de melhorar na vida e viver nossos sonhos.

Quem possui as qualidades que eu almejo desenvolver?
Quando as pessoas têm qualidades que você admira, esse é um excelente exercício para refletir sobre essas qualidades e pensar sobre maneiras que você pode as incorporar no seu repertório.

Que problema estamos resolvendo?
Você já esteve em uma reunião e de repente você percebeu que nem todo mundo estava tendo a mesma conversa? Não porque vocês estavam falando todos ao mesmo tempo, mas porque tinham ideias diferentes sobre o propósito da discussão. Às vezes, ajuda colocar o tópico no quadro quando você está tendo a reunião. Isso deixa claro que todos sabem por que estão ali.

O que está lhe impedindo de fazer as coisas que você deveria estar fazendo?
É fácil encolher os ombros e dizer "Eu não sei o que fazer", mas isso é simplesmente uma desculpa. Na maior parte do tempo, sabemos exatamente o que deveríamos estar fazendo; apenas não estamos dispostos a tirar os obstáculos do caminho.

Você seria meu mentor?
É uma pergunta intimadora a se fazer, mas poucas pessoas irão recusar. Todos gostam de ser procurados e é bom compartilhar seu conhecimento com os outros.

Qual a lição mais importante que eu aprendi na vida até agora? Eu estou vivendo essa lição?
Às vezes a vida nos induz a nos acomodarmos novamente e somos forçados a aprender uma lição poderosa duas vezes. O problema com isso é que é um despertar doloroso da mesma forma na segunda vez.

Compreendendo tudo
Fazer as perguntas corretas pode ser extremamente desconfortável. Mas nós não aprendemos e crescemos se prendendo ao que é confortável.

Avalie este artigo:
(22)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração