Insatisfeito com o trabalho. E agora?

Há muitas pessoas insatisfeitas com seu trabalho. Como resolver essa situação?

A insatisfação no trabalho acontece por vários motivos.

1) Sobrecarga de tarefas;

2)A pessoa não se sentir reconhecida;

3)Conflitos no relacionamento com os demais colegas de trabalho e até mesmo com o gestor;

4)O salário pode não suprir as necessidades de um colaborador;

5)A falta de elogio por parte do gestor.

Diante dessas circunstâncias observamos também que a falta de diálogo entre  gestor e colaborador faz piorar ainda mais essa insatisfação.

É preciso fazer a análise de alguns fatos

Porém devemos analisar alguns fatos para que se possa entender e solucionar o problema.Por exemplo, o fato de o ser humano ser insatisfeito por natureza, contribui para que as pessoas fiquem insatisfeitas mais rapidamente.As pessoas necessitam de mudança por ficarem insatisfeitas com o que elas possuem, é um celular novo que elas queiram comprar, um sapato, roupas, etc.É preciso ter algo diferente para que suas vidas melhorem.

Outro ponto é que certas situações deixam as pessoas mais nervosas, inquietas e preocupadas, fazendo com que elas tenham outro comportamento. O fator econômico de nosso país por exemplo,gera insegurança e influencia para que as pessoas fiquem insatisfeitas.

Claro que o gestor tem um papel importante nas relações interpessoais, e seu comportamento influencia no ambiente de trabalho. A maneira que o líder conversa com seus subordinados e o fato de muitas vezes não haver um diálogo constante podem ser motivos de insatisfação.

Há gestores que talvez não queiram uma proximidade maior com os funcionários por sentirem que sua hierarquia será ameaçada, causando uma distância, e dessa forma não ficam sabendo o que acontece com sua equipe. Devido esse fator, muitas relações de trabalho são apenas "Eu mando e você obedece" e dessa maneira o funcionário se sente desvalorizado.

Tem gestor que pensa que um funcionário que leva uma sugestão para melhora da empresa é um rebelde, e isso acaba causando medo na pessoa, que deixa de ser participativa.

O problema pode estar nos outros, mas tambem pode estar em você

O diálogo é muito importante para entender e solucionar este problema. Quando uma pessoa diz não ser reconhecida, por exemplo, o gestor deve tentar entender o que é reconhecimento para aquela pessoa, pois reconhecimento pode ser diferente para cada um. O gestor pode estar reconhecendo o trabalho do colaborador, mas não da forma que o mesmo esperava, então conversando e esclarecendo o que aflige aquela pessoa e entendendo o seu ponto de vista, pode ser a solução do problema. E essa atitude de diálogo e empatia deve ser aplicada sempre no ambiente de trabalho.

Nem sempre o gestor é culpado pela insatisfação dos colaboradores, por isso a importância do diálogo. Há pessoas ainda que tem dificuldade de receber os feedbacks que seus gestores passam, e acabam olhando o líder de uma forma negativa, mas aí há dois pontos que devemos prestar atenção:

1)A própria pessoa fica insatisfeita com o trabalho e acaba colocando a culpa no líder, porém é ela quem não aceita e não interioriza os feedbacks.

2) E tambem pode ser que ela fique insatisfeita por que o gestor não sabe a forma correta de dar um feedback. E quando não se tem um diálogo frequente, a hora do feedback parece um pesadelo.

Como resolver o problema

Para solucionar este problema de insatisfação, o autoconhecimento é mais que primordial, pois dessa forma saberemos realmente qual a raiz do problema. Então faça a você mesmo essas perguntas:

1)O meu trabalho atual tem a ver comigo? Eu gosto das funções? Me sinto realizado? Pois quanto mais eu me identificar com o que eu faço, mais leve serão os momentos na empresa;

2)Pense sobre como você está consigo mesmo em todos os seus setores, no trabalho, na sua casa, na sua qualidade de vida;

3)Suporte certas provocações, ouça seus líderes sem temor, use um filtro e guarde com você apenas o que agrega.

4)Reflita o que é bom para você, muitas vezes as pessoas buscam a solução no externo, sendo que ela encontra-se internamente.As pessoas acabam achando que devem mudar de emprego, de relacionamento, mas a solução pode estar nela mesma.

5)Faça o que tem a ver com você, seja o que quer ser e não o que querem que você seja. Faça o que te realiza, pois todos nós temos competências emocionais, e quando elas se tornam um meio pelo qual eu desempenho uma função, eu me sinto realizado. Se faço o que não quero, na segunda feira já estarei pensando no sábado.

6) Pare de temer em se arriscar, vá em busca de seus sonhos,você é a única pessoa que pode conquistá-los.Todos tem potenciais, porém tem pessoas que querem ser algo que não faz parte do potencial delas e isso gera insatisfação, por isso repito, faça o que tem a ver com você e seja feliz.

7) Não espere que a motivação venha do ambiente externo, descubra o que te motiva e vá em frente.Veja tambem se os valores da empresa que você trabalha são congruentes com os seus, com sua missão de vida e com seus objetivos.

8)Aumente a capacidade de lidar com as adversidades, tenha sempre uma atitude positiva e lembre-se de que é você quem deve decidir se ficará abalado com alguma situação ou não, portanto não dê esse poder aos outros.

9) Se você não está tendo resultados, converse com seu líder sobre o que está acontecendo para poderem juntos solucionar o problema.

Se depois dessa reflexão você chegar a conclusão de que deve mudar de emprego então faça isso, saia da zona de conforto e arrisque, pois se ficar com medo nunca haverá mudança em sua vida.

Desenvolva sua autoconfiança, tenha inteligência emocional, você é o único que pode mudar essa situação de sofrimento.

Lembre-se de que a motivação vem de dentro

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)