Macho ou Fêmea Alfa: quem exerce tal papel na sua equipe?

Mais uma vez, a natureza nos surpreende com seus ensinamentos. Lobos e cães nos dão uma lição de liderança e respeito mútuo. E nós, humanos, sabemos identificar o Alfa da nossa equipe? Será que o comando está mesmo sendo exercido por quem é o líder num determinado momento, ou situação?

Muitos filmes e artigos trazem exemplos de administração e comportamento dos animais que são perfeitamente aplicáveis aos relacionamentos humanos. Abelhas formigas organizam-se para sobreviver a intempéries; aves migratórias revezam-se na liderança. De forma geral, todos os grupos do reino animal seguem seus próprios líderes.

Quem tem cachorro já devecter ouvido falar no conceito de “Alfa da matilha”, uma característica herdadacdos lobos. Cada matilha tem seu próprio Alfa, que pode ser um macho, uma fêmea ou mesmo ambos. E todos os lobos e/ou cães do grupo reconhecem quem é o Alfa.
Ele não precisa necessariamente ser o mais forte, nem o membro mais velho da
matilha. Mas é aquele que a protege, que a guia com sabedoria, que provê seu
sustento.

Em certa ocasião, meu marido e eu responsabilizamo-nos por cuidar de uma cachorra na casa de amigos que viajavam à Europa. No primeiro dia, Maya mostrou-se tristonha, abatida e sem apetite. Somente nos observava de forma muito expressiva.

Preocupada, fui jogar bola com ela, nos fundos da casa. Convidei-a para descansar e, após algum tempo, comecei a entender o que  e quando ela queria algo. E Maya, que me  observava atentamente, começou a me seguir por todas as partes da casa.

Eu sentava, ela fazia o mesmo à minha frente, com os olhos vidrados nos meus. Eu levantava para beber água ou para ir a qualquer parte, ela igualmente levantava e me seguia. A ponto de eu, que nunca tive cachorro, sentir até um pouco de medo. Para o meu marido, ela quase nem olhava.

ALFA DA MATILHA

Recorri à internet e descobri que, na falta de seus semelhantes, um cão vivendo entre humanos entende-os como sua matilha. E, rapidamente, reconhece e segue seu Alfa. Bem… Eu era o Alfa da matilha da Maya – pelo menos durante a ausência dos seus donos!

Aprendi que tinha de impor limites, porque ela acreditava em mim. E assim eu fiz.

Comecei a lembrar de quando, na vida pessoal e profissional, as pessoas me reconheceram como seu Alfa e me seguiram. É um reflexão interessantíssima. Afinal, muitas vezes a gente nem se percebe como o líder, mas é reconhecido como tal.

Você já experimentou essa situação? Consegue identificar o Alfa da sua equipe de trabalho?

Ao longo da minha vida, nem sempre fui Alfa. À luz de todas as 30 características positivas e negativas de um Alfa, percebo que essa liderança é bem situacional. Às vezes sou liderada; às vezes, lidero a matilha.

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: alfa da matilha equipe líder