O preço do amanhã

Deixa eu te perguntar, hoje você é remunerado pelo seu trabalho ou pela sua produção? O que está fazendo/produzindo hoje, poderá usufruir disto amanhã? E se parar de fazer o que faz hoje, por quanto tempo consegue se manter? A última pergunta eu considero mais importante, pois se não sabe respondê-la ou não tem uma resposta positiva e nem esperançosa então leia este post AGORA!

Divulgação/ Fox/ O preço do amanhã

Se você pudesse escolher como viver os seus próximos anos, o que iria escolher?

O titulo deste post é o mesmo titulo do filme dirigido por Andrew Niccol, ganhador do BAFTA com o filme "The  Thruman Show" (O Show da Vida que tem JIM CARREY como protagonista), que tem uma mensagem objetiva: "Tempo é Dinheiro" literalmente, imagine você ter exatamente 175.200 horas de vida equivalente a 20 anos e esse "tempo" fosse sua moeda de troca, um carro que custaria do seu "tempo" 43.800 horas você compraria? ou Uma casa que hoje você tem a possibilidade (irrecusável) de passar 30 anos trabalhando para paga-la, custaria 63.360 do seu banco de horas sem os móveis. Tenho certeza que pensaria duas vezes antes de comprar qualquer coisa.

No filme você pode também transferir tempo para outras pessoas, detalhe é que a luta do protagonista é mudar a realidade da sociedade onde os pobres sofrem em busca de mais tempo e os ricos gastam suas horas em hotéis de luxo, carros, festas e tudo o que o "tempo" pode comprar. 

E o que isso tem a ver com a vida real, o filme lê faz refletir no quanto desperdiçamos o nosso tempo. Pode parecer clichê essas frases, mas entenda o óbvio, ganhamos 24h de presente todos os dias e assim como ganhamos um presente ele é nosso e podemos fazer o que bem entender certo? 24h da pra fazer muita coisa ou não?

- Não, Matheus, não tenho tempo pra nada! Trabalho, tenho curso na faculdade e tenho academia! Chego no final do dia frustrado(a) por não sobrar tempo para fazer o que gostaria!
- Ok! Vou te mostrar que você tem tempo, se você trabalha de acordo com a maioria passa 8h no trabalho, o indicado para qualquer ser humano praticar exercício físico é no máximo de 1 a 2h/dia, e na faculdade são 3h (se for presencial), somando tudo 13h. Calma, você também dorme certo? então colocamos umas 7h de sono. Total de 20h, quantas horas sobram pra você? E o que esta fazendo com elas? Produzindo ou Desperdiçando?

Colocamos valor em praticamente tudo que se pega ou que se vê, gastamos tempo olhando histórias no facebook e/ou instagram sem perceber que existem pessoas ganhando com sua audiência, não sabia? Pois é, elas estão produzindo e você gastando. Veja o quanto desvalorizamos o tempo.

- Então você aconselha não assistirmos mais nada? não podemos dar audiência a ninguém?
- Não me refiro nessa perspectiva de visão, mas sim na opção de que você também pode fazer isso, é claro que precisamos de momentos para nos entreter, sempre! Mas e por que não ganhar dinheiro com isso além de nos divertir?

Fazemos uma analise, hoje você é remunerado pelo seu trabalho ou pela sua produção? O que está fazendo/produzindo hoje, poderá usufuir disto amanhã? E se parar de fazer o que faz hoje, por quanto tempo consegue se manter? A última pergunta eu considero mais importante, pois se não sabe respondê-la ou não tem uma resposta positiva e nem esperançosa então procure a resposta dela.

Umdia desses fiquei estudando uma imagem que dizia que quando jovens nós temos TEMPO e SAÚDE e não temos DINHEIRO, adultos temos dinheiro e saúde mas não temos tempo e quando idosos nós temos dinheiro e tempo mas não temos saúde. Qual desses três pontos você escolheria para ter pro resto da vida?

Foi uma pergunta que também fiz a muitas pessoas e praticamente todas elas respondiam a mesma coisa "É a pura verdade..." ou "É a triste realidade!" ou então "A vida é injusta assim mesmo!", mas nenhuma se perguntava se realmente tem que ser assim? Estou pré destinado a viver dessa forma? Será mesmo que não tenho escolha? E olha que noticia ótima, você quem sabe! o óbvio é que não tem que ser assim, podemos sim ter os três pontos citados acima e por quanto tempo quisermos!

Como citado acima, é você quem decide. O pensamento de que teremos de viver dessa forma percorre e assombra a cabeça de 90% da população e acredito que se leu esse post até aqui é porque procura uma solução para sair dessa massa de pessoas, agora, se você sabe que terá escolha, o que vai escolher? 

E quantas pessoas você vai deixar sem esta informação que acaba de ler? 

Um fator importante é que são dois caminhos, um deles terá de trabalhar para ter qualquer um dos três e o outro é trabalhar com inteligência para ter e usufruir ao mesmo tempo dos três. Próximo passo? DECIDA agora!

O que fazer? Como fazer? Por onde começar? Por que fazer? Por quem fazer? Até quando terá de fazer? Para que fazer?

Avalie este artigo:
(3)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: ação Brasil carreira coaching comportamento conhecimento crescimento crise desemprego dicas dinheiro empreendedor empreendedorismo emprego empresas finanças marketing motivacao motivação mudança negocios negócios oportunidade pesquisa pessoas plano produtividade redes sociais resultados sucesso tempo trabalho treinamento

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração