Mais comentada

Oito dicas (infalíveis) para você que virou supervisor pela primeira vez

Virei Supervisor pela primeira vez, e agora? Passado a euforia da conquista, logo vem a insegurança. Veja 8 dicas infalíveis para tirar isso de letra .

iStock

Euforia, satisfação de ter sido reconhecido, alívio por ter passado no processo seletivo e a felicidade de um aumento no salário. Esses são os sentimentos prazerosos de quem se torna líder pela primeira vez. Parabéns, agora você é um supervisor, arrasou!

Junto com essas emoções iniciais, logo vem a insegurança. Será que minha equipe irá gostar do meu trabalho, me aceitar e me respeitar? Será que vou atingir as metas da empresa e as expectativas de quem me promoveu? Como lidar com pessoas que antes eram meus pares e agora passam a responder para mim?

Assumir um cargo de liderança sempre será um desafio enorme, independentemente de ser a primeira vez ou a terceira, se somos novos ou velhos (em idade ou função), se estamos preparados ou nem tanto.

O INÍCIO DO PROCESSO

Promover uma pessoa para o cargo de liderança é uma responsabilidade nível hard. Nem todo profissional que é excelente em processos e técnicas do negócio será um bom líder. Fazer gestão é mais do que isso, é gostar e saber lidar com pessoas, mesmo não sendo tão técnico assim. Portanto, a carreira de um líder de sucesso começa pela sua escolha, isso evitará frustrações para a empresa e, principalmente, para quem foi promovido e não se encaixou no perfil de líder.

Estamos vivenciando uma nova geração de líderes que são bem jovens e isso se dá também pelo aprendizado elevado que possuem e a velocidade que as coisas acontecem em algumas empresas, onde o crescimento às vezes precisa ser rápido, dinâmico e sem perder a qualidade do atendimento. Em alguns momentos pode ser que não seja ideal, mas essa é a realidade e se faz necessário trabalhar com ela.

A boa notícia é que para isso, também há jeito, basta ter a vontade e iniciativa de querer melhorar sempre, tanto no âmbito pessoal, quanto profissional.

Ainda, é preciso que o novo supervisor tenha uma espécie de tutor que irá auxiliá-lo, principalmente nos primeiros 90 dias.  Não dá para promover alguém sem fornecer o acompanhamento necessário. Não dá para apostar que o líder novato seja autodidata.

 E QUE COMECEM AS DICAS...

  1. Todo líder precisa ter preparo e acima de tudo um interesse genuíno em aprender e talvez se despir de alguns conceitos pré-estabelecidos, mesmo que entenda que “esse é o seu dom” e que “você nasceu para isso”. O bom líder é aquele que está em constante aprendizado e aberto a mudanças, portanto, estude, leia sobre o assunto e não hesite em pedir ajuda, dicas e sugestões de pessoas mais experientes que você. Isso não é fraqueza , isso é humildade. 
  1. Acredite em si mesmo: Sabe aquela história de que se você não acreditar, ninguém mais acredita? Pois é, ela é verdade! A insegurança nos limita e nos afasta do que realmente somos. 
  1. Não chegue chegando, entenda o contexto. É fato que quando mudamos de cargo queremos fazer a diferença e já mudar algumas coisas com as quais não concordávamos, mas é necessária cautela. Agora você está com novas responsabilidades e com uma equipe sob seu comando e se tomar atitudes muito enérgicas e efetuar mudanças desnecessárias poderá se tornar um “chefe” e não um líder e não foi para isso que você foi promovido! 
  1. Conheça sua equipe e as pessoas individualmente, pois serão elas que ajudarão a fazer de você um bom líder. Cada um tem suas próprias necessidades, entendimento dos processos e opiniões. Esse é o momento de colocar em prática tudo o que aprendeu sobre empatia e assim, ter sua equipe trabalhando em harmonia com seus ensinamentos. A confiança é algo que se conquista por isso, comece por conhecê-los. Você irá se surpreender e verá que os bons resultados andam de mãos dadas com os bons relacionamentos. 
  1. Amigos, amigos, profissionais a parte, principalmente se antes você era par deles e agora está liderando-os. Isso não significa que irá manter distância das pessoas, nem pense nisso! Significa que agora é necessário manter um respeito recíproco e que em alguns momentos você precisará ter uma postura mais incisiva sobre determinados assuntos. Quando o líder é bom, a equipe entende. 
  1. Você foi promovido, mas isso não significa que agora você é a última bolacha do pacote. Há pessoas que quando são promovidas passam a tratar outros com negligência, rispidez e até mesmo com gritos. Costumo brincar que parece que sobem num tijolinho e se sentem como King of the Work. Se quer ser respeitado, quer que sua equipe trabalhe para você e com você e se quer crescer como líder, não faça isso, nunca! 
  1. Seja Exemplo (positivo). Essas palavras dispensam demais explicações. 
  1. Ministre seu tempo. Agora você tem múltiplas tarefas que vai de funções administrativas até a gestão individual de pessoa. Isso demanda tempo e requer alguns novos esforços. Tenha um planejamento de trabalho para que você possa exercê-lo dentro do horário proposto, sem a necessidade de se fazer hora extra (desnecessária). Esse é um ótimo momento para delegar algumas tarefas para pessoas de sua equipe que tenham certas habilidades e de quebra, promover motivação e união entre todos. 

Prepara-se! Ser líder é servir ao outro. Você sentirá novas emoções (boas e ruins) e com tempo, você aprenderá a lidar com todas elas e mesmo que demore, é do jogo e quando você ficar viciado em tudo isso, possivelmente estará preparado para uma próxima promoção.        

Bom Trabalho e não se esqueça de se divertir com ele também!

Avalie este artigo:
(2)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: acreditar em si chefe chefia comunicação conhecimento desafio dicas empatia engajamento gestão de equipe informação insegurança Líder liderança parceria preparo promovido supervisor

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração