Por que bons profissionais não conseguem se recolocar no mercado de trabalho?

Tenho visto muitos profissionais qualificados, com boa formação e uma experiência considerável, que estão há meses tentando a tão sonhada vaga de emprego. E mesmo com bons sinais de aquecimento do mercado de trabalho, essas pessoas estão encontrando dificuldades.

iStock

Tenho visto muitos profissionais qualificados, com boa formação e uma experiência considerável, que estão há meses tentando a tão sonhada vaga de emprego. E mesmo com bons sinais de aquecimento do mercado de trabalho, essas pessoas estão encontrando dificuldades.

Se você está passando por alguma das situações abaixo, continue aqui comigo pois eu preparei algumas dicas e reflexões:

1 - Você está enviando currículo para várias vagas e não está nem sendo chamado para entrevistas?

2 - Você até tem participado de entrevistas, mas não chega a ser contratado para nenhuma das vagas?

Dicas

Na primeira situação, observe alguns aspectos:

Você está sendo específico ao enviar seu currículo para vagas condizentes ao seu perfil?

Aqui, de nada adianta mandar seu CV para toda e qualquer vaga disponível no mercado (se a vaga é de analista financeiro, por exemplo, e você não tem experiência ou não atende aos requisitos informados na divulgação, você acaba perdendo tempo). Os recrutadores vão escolher os currículos aderentes ao perfil, e se o processo de triagem for automatizado, o próprio sistema não classificará o seu currículo neste caso. Então fique atento, mesmo que nessa condição as possibilidades se reduzam, você será mais assertivo quando tiver o foco correto.

Está encaminhando seu currículo da forma mais adequada? 

Aqui as boas práticas consideram: envio personalizado (nada de envio em massa, para vários recrutadores ao mesmo tempo), inclusão de breve apresentação do seu trabalho, envio do documento em anexo (preferencialmente via PDF, que não tem risco de desconfiguração), e também o envio dentro do perfil e requisitos exigidos, entre outros detalhes.

Você atualizou o seu currículo e conferiu se nele estão todas as informações necessárias?

Dados de contato são básicos, o telefone deve estar sempre atualizado, deixe mais números para recado, e também um e-mail que veja com frequência. E claro, suas informações profissionais bem claras e objetivas, para que no primeiro contato com seu currículo, o recrutador já tenha despertado o interesse em entrevistar você.

Na segunda situação, você já conseguiu ser visto e ter um diferencial frente aos concorrentes, mas ao participar do processo seletivo algo não está acontecendo como deveria. Pense nas últimas entrevistas que participou e reflita;

* Suas respostas foram satisfatórias ou você percebeu alguma situação em que pode melhorar?
* Você se sentiu preparado para realizar a entrevista?
* Ao conversarem sobre as atividades, salário, local de trabalho, horário, estava tudo alinhado com suas possibilidades também? Como foi?
* Você soube responder com segurança todas as perguntas que lhe foram feitas? Ou deixou algumas a desejar?
* Se a entrevista foi em grupo, você se lembra de como os demais profissionais se comportaram? Lembra de alguém que se destacou? Que tipo de postura ele teve?

E se você já fez tudo isso e ainda assim não está tendo retorno, eu posso te ajudar de forma personalizada. Nós podemos fazer uma simulação de entrevista e verificar todos os pontos em que você pode melhorar, além de trabalharmos os demais pontos estratégicos para uma recolocação efetiva. Entre em contato! 

Compartilhe também com as pessoas que você conhece, para que essas dicas possam ser úteis para eles também.

Até!

 

 

Avalie este artigo:
(2)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: curriculo emprego vagas

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração