Mais comentada

Qualificação profissional: o lapidar-se a um mercado galopante.

Janice Braga,
É de conhecimento geral que vivemos em um mundo globalizado, com rápidas transformações em todos os setores e por isso mesmo o mercado de trabalho torna-se cada vez mais exigente na busca por profissionais habilitados que venham a suprir os altos padrões de exigência do mercado. Isso tudo denota a busca por um indivíduo produtivo, focado e que almeje alcançar uma posição de destaque em seu ramo de atuação, uma pessoa que aprimore constantemente seus conhecimentos e habilidades profissionais e que esteja a qualquer momento apta a desempenhar funções específicas, ou seja, um profissional altamente qualificado.


No entanto, há de termos em mente que a qualificação profissional de um indivíduo não se restringe apenas a um curso de formação. Para que o trabalhador possa desenvolver as habilidades exigidas pelo mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ele deve levar em consideração todos os níveis de aprendizagem, desde o básico, passando pelo intermediário, os estágios, a graduação, especialização, palestras, oficinas, enfim, fazer uso de todos os recursos disponíveis e acessíveis cujo objetivo fundamental seja a incorporação dos conhecimentos teóricos aliados ás necessidades do mercado e a capacidade do indivíduo em sistematizar seus conhecimentos e realizar tarefas.


Para que tudo isso possa ser incorporado ao perfil profissional de um sujeito, faz-se necessário que o mesmo elabore um conjunto de ideias que venha de encontro a sua realidade profissional e que atenda as exigências do mercado em que atua. Por conta da competitividade imperante em nossa sociedade, a colocação profissional não depende somente de um diploma. A exigência do mercado é por um profissional dinâmico, atuante, conhecedor tanto da teoria quanto da prática. É necessário que tenhamos ideais inovadores,que sejamos competentes, ágeis, habilidosos, enfim, um ser dotado de predicados, um ser pensante e atuante, determinado, detentor de conhecimento e acima de tudo qualificado.


Portanto, a qualificação profissional deve ser vista como fator determinante ao futuro daqueles que buscam uma melhor colocação no mercado de trabalho, e principalmente aos que alimentam chances de crescimento em suas empresas. O profissional, tanto o que ingressa quanto aquele que almeja promoção em seu setor de atuação, deve ter em mente que o sucesso é fruto da evolução profissional, e que por isso mesmo torna-se crucial a necessidade de destacar-se, romper barreiras, fazer sempre o melhor, e para que isso seja possível e viável, o sujeito deve incorporar novidades em sua atuação, deve estar sempre de olho no futuro, ter em mente que seu trabalho precisa contribuir para o desenvolvimento econômico da empresa, visto que, na presença de um mercado cada vez mais competitivo, o profissional deve estar muito bem preparado para os constantes desafios ao longo de sua carreira, além de obter respostas rápidas às necessidades da empresa.


Dessa forma, é salutar a compreensão de que é muito grande o número de profissionais que se formam a cada ano, entretanto, o diferencial em questão não é somente o conhecimento adquirido, e sim a vivência e a busca constante por qualificação. Porém acima de tudo, torna-se notório que essa qualificação venha a pôr em prática as exigências de um mercado tão competitivo e em constante busca por crescimento e expansão.

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Shopping