Quando seu chefe é um "adolescente irritado"

Algumas pessoas são imaturas e você tem que aprender a lidar com elas. Se você for paciente e inteligente, poderá superá-las

iStock

Provavelmente você já conheceu um. Você pode ter um chefe que é assim, ou clientes que agem desta maneira. Não é preciso estar no ensino médio para agir como um adolescente. Espera-se que adolescentes ajam assim, é o trabalho deles. Contudo, quando adultos agem assim, as coisas podem ficar feias.

O adolescente irritado acredita que a raiva é sempre justificada. Ele rejeita a abordagem racional, substituindo-a por discursos acalorados movidos por suas crenças. Fatos têm pouca importância quando eles podem facilmente ser substituídos pela emoção.

O adolescente irritado não quer conversar sobre um problema, ele quer apenas gritar sobre ele. Ele não se importa tanto em resolver um problema, mas prefere se envolver com ele, abraçá-lo e mergulhar em auto-comiseração (fazendo muito barulho).

Mostre a um adolescente irritado o caminho para o crescimento e ele seguirá na direção oposta, amaldiçoando você por ter rejeitado sua raiva. Peça a um adolescente irritado para explicar racionalmente sua proposta de solução e ele o odiará por querer passos práticos. Ria da insensatez de seus pedidos e ele ficará ainda mais irritado, porque ser ridicularizado é seu maior medo.

É realmente fácil encontrar uma multidão enfurecida, realmente fácil abraçar o poder momentâneo que vem quando se alimenta o medo, a desilusão e a angústia dos destituídos. O desafio é que a multidão é impaciente, impraticável e amedrontada. Não é um jeito fácil de lidar com as coisas.

Todos temos que lidar com adolescentes irritados de vez em quando. Não é divertido ou produtivo, mas se você for esperto e paciente, você pode superá-los. Entrar em uma briga não é uma solução prática, é claro, porque eles são melhores em brigar.

Contudo, seja o que for que você faça, não deixe um adolescente irritado no comando.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.