Rescisão de estagiário: o que fazer para permanecer no mercado de trabalho?

A rescisão do contrato de estágio é uma realidade e não deve ser encarada como algo ruim, há maneiras de você aprender com essa situação e se preparar para dias melhores… continue lendo nosso Artigo.

A rescisão de estagiário é um processo comum, afinal, ele só pode estagiar em uma mesma organização por no máximo dois anos — após esse período deve ser efetivado ou dispensado. Além disso, tanto o estudante quanto a empresa podem solicitar o desligamento a qualquer momento. Diante disso, muitos jovens profissionais se veem diante da situação de ter que procurar um novo estágio ou emprego.

Você também está passando por isso? A busca por uma nova posição não é uma tarefa tão simples, mas é preciso manter a motivação e o foco nesse objetivo! O lado positivo é que agora você terá experiência profissional na área, o que pode ser um diferencial em seu currículo.

Quer algumas dicas para enfrentar essa etapa e permanecer no mercado de trabalho?
Então, continue a leitura!

Analise os motivos de seu desligamento

Se o seu contrato foi encerrado antes do prazo, uma atitude significativa é buscar entender os motivos que levaram a empresa a fazer isso. Muitas vezes isso acontece por fatores financeiros e necessidade de reduzir a equipe, mas em alguns casos, o estagiário tem um desempenho abaixo do esperado e precisa ser substituído.

Se você tiver um feedback sobre sua atuação na empresa, analise os fatores que geraram o desligamento e procure melhorar esses pontos para as próximas oportunidades.

Atualize seu currículo

O currículo é uma das principais ferramentas para conseguir um novo trabalho, sendo assim, ele precisa estar atualizado antes de você começar sua busca. Inclua no documento a experiência profissional que foi encerrada, o período que você estagiou e as atividades realizadas.

A recomendação também é válida para o seu perfil no LinkedIn. Hoje em dia, muitos recrutadores analisam essa rede social durante o processo seletivo, então, é importante que ela esteja atualizada para confirmar os dados de seu currículo.

Faça cursos

Outra atitude positiva para permanecer no mercado de trabalho é se manter atualizado e buscar aprimorar suas habilidades e competências.

Os cursos extracurriculares são ótimas ferramentas para isso e há diversas opções nas mais variadas áreas, inclusive cursos gratuitos e online. Portanto, não há desculpa para não se desenvolver profissionalmente, não é mesmo?

A plataforma Coursera, por exemplo, é uma ferramenta que pode ajudá-lo nesse objetivo. Por lá é possível se aprofundar em temas como liderança, gestão de negócio, inglês empresarial, entre outros assuntos.

Busque novas oportunidades

Não demore para buscar por novas vagas. Se você quer continuar no mercado de trabalho precisa iniciar essa empreitada rapidamente.

Utilize todas as ferramentas possíveis para isso: participe de palestras e eventos para fortalecer seu networking, fale sobre sua busca por uma nova posição para colegas da empresa anterior e da faculdade, preencha seu cadastro em bancos de vagas, entre outras alternativas.

A rescisão de estagiário também pode acontecer devido ao término do curso. Se esse for o seu caso uma boa alternativa é se inscrever nos programas de trainee. Grandes empresas contratam recém-formados para integrarem a equipe, se qualificarem e assumirem cargos estratégicos no futuro. As vagas são extremamente concorridas, mas essa é uma excelente oportunidade para a carreira.

É fundamental estabelecer uma estratégia sobre o que fazer após a rescisão de estagiário. Esperamos que as dicas do artigo sejam úteis nesta etapa de sua vida profissional!

fonte: blog.estagiarios.com

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: estagiario estagiarios estagio