Tendências para rumo a uma carreira de sucesso

Qual a chave para uma carreira de sucesso? Quais as tendências? Vocês buscam respostas para essas perguntas a fim de obter ascensão profissional, então veja o artigo a seguir.

iStock

Para se sobreviver ao mercado e alcançar uma carreira de sucesso é necessário agregar valor a empresa e além disso não basta ser somente um profissional eficiente e eficaz, se não se adequar com as tendências do mundo do trabalho, que é o que veremos a seguir:  

Ser um profissional resiliente 

Mas o que significa resiliência? Resiliência significa voltar ao estado normal, e é um termo oriundo do latim resilientes. É a capacidade de voltar ao seu estado natural, principalmente após alguma situação crítica e fora do comum.

Na área da administração, resiliência faz parte dos processos de gestão de mudanças. Para as pessoas que trabalham nas organizações, elas devem ter um grande equilíbrio emocional, principalmente, para saber lidar com os problemas relacionados com o trabalho, quando as situações não ocorrem como elas esperavam. Além disso, a resiliência diz respeito à capacidade de tomar medidas que minimizam os problemas que surgem no contexto laboral.

Está atrelado também a vivenciarmos a situações econômicas como atual, mas não se deixar afetar por elas e muito menos que elas inviabilizam seus projetos pessoais e profissionais, todavia passar assim, estabelecer metas, se qualificar e fazer projeções para melhorias.

 Em suma, diante do cenário de incertezas é preciso que profissionais se adaptem ao mercado de trabalho, mas principalmente se reinventem, para assim resolver o problema da crise, basta tirar a letra “s” ficando “crie”. No que se refere a criatividade é sempre muito bem-vinda ainda mais em tempos difíceis e é nessas situações que muitas vezes sobressai os melhores profissionais, portanto se reinventem!

Inteligência Emocional

 Como diz psicólogo, estadunidense, Daniel Goleman “A Inteligência emocional busca identificar a capacidade de lidar com os próprios sentimentos e os alheios, de motivar-se e seguir em frente diante de adversidades, canalizar os sentimentos para contextos mais adequados em que são melhores geridos dentro de si e nos relacionamentos.”

 Segundo o referido psicólogo Daniel Goleman menciona em seu livro “Inteligência Emocional a Teoria da Revolucionária que redefine o que é ser inteligente” que retrata sobre  estudos que comprovam por meio de um teste realizado apresentou que cerca de 20% do coeficiente de inteligência são responsáveis pelo sucesso profissional e o restante 80% para outras variáveis como classe social, sorte e a inteligência emocional.

Umas das cinco características e habilidades da inteligência emocional segundo Goleman, são: autoconhecimento emocional, controle emocional, automotivação, reconhecimento das emoções em outras pessoas e relacionamentos interpessoais.

 Conclui-se que a inteligência emocional é um dos maiores responsáveis pelo sucesso ou insucesso de uma carreira profissional e da vida dos indivíduos.

Flexibilização

Segundo a revista exame, uma pesquisa realizada pela mundial Future of Work (Futuro do Trabalho) realizada pela ADP com 2 mil funcionários de empresas com 250 ou mais empregados. Brasil e países como Estados Unidos, Canadá, México, Chile, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Austrália, China, Índia e Cingapura estão representados no levantamento que indicou cinco pontos que vão guiar a maneira como se trabalha nos próximos anos.

A liberdade de poder escolher como, onde e em que horário trabalhar dá o tom do futuro nas empresas. “A gente pode traduzir essa tendência como flexibilidade”,diz Mariane Guerra, VP de gestão de pessoas de ADP do Brasil. Entre os brasileiros, 77% querem ter controle e flexibilidade para trabalhar onde e do jeito que quiserem.

Além disso, possibilita para empresas o baixo custo com seus funcionários, pois por exemplo, não precisará de pagar vale-transporte e as mulheres que estão de licença maternidade ou pessoas que estão de afastadas de seu trabalho por algum motivo, poderão desempenhar sua função profissional em seus domicílios, de modo que permitirá também uma maior satisfação de seus funcionários.

Conforme Mariane “as novas tecnologias já permitem que as pessoas se  conectem. Na prática isso já acontece”, diz ela. Portanto, as tecnologias vem desempenhar um papel importantíssimo para que isso se torne realidade facilitando e conectando as pessoas, onde que tiverem.

Ir em busca constante pelo conhecimento

Segundo uma entrevista feita com Idalberto Chievenato, as pessoas precisam mudar a concepção com relação a busca por conhecimento, e sim passar sempre a estudar, para assim obter ascensão profissional.

As organizações devem incentivar a capacitação de seus funcionários e promover treinamentos, pois com isso trará retorno para a mesma e melhorá até mesmo na produção, liquidez e rendimento da empresa. Portanto, as pessoas devem estar sempre se qualificando e com isso será primordial para a chave de uma carreira profissional de sucesso.

Comunicação

A comunicação é essencial para diversos âmbitos seja para conhecer e interagir com pessoas e com mundo todo (por meio de redes sociais, bate papos, sites e etc...), ampliar o networking profissional, entre outras, mas principalmente para que os líderes desempenhe a liderança entre os seus funcionários, pois como é possível um líder exercer seu papel sem uma boa comunicação entre os funcionários?

Como diz Luiz Carlos Trabuco (Diretor Presidente do banco Bradesco) “Não há mais lugar para empresa que se cala, nem para dirigente que confia sua atividade ao gabinete fechado.” Neste contexto, os funcionários, líderes e demais empresas precisam umas das outras para assim alcançar resultados almejados. 

Desenvolver a capacidade de liderança

Diante de todos aspectos e tendências mencionados anteriormente que serão primordiais para se desenvolver a capacidade de liderar. É preciso primeiramente, fazer uma autoanálise dos pontos fortes e francos para assim verificarmos o que precisa ser melhorado.

Posteriormente, ter uma boa relação com os colaboradores de uma determinada empresa e estimulá-los a explorar seus melhores potenciais, desenvolver feedbacks no trabalho, ressalto novamente desenvolver a inteligência emocional que está atrelado a ser um líder equilibrado e empático, estabelecer networking, enfim dar bons exemplos a fim de inspirarem pessoas a serem seres humanos melhores seja no âmbito profissional quanto no pessoal.

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: carreira coaching gestão pessoas sucesso trabalho

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração