Mais comentada

The book is on the table. Mas, ainda?

Quem não cantarolou ao menos uma música em inglês, que você gosta tanto, mas não entende - nem pronuncia nada? Ser fluente em inglês é o projeto de 99,99% dos profissionais que sonham com uma carreira de sucesso. Mas por que é tão difícil?

Aposto que ao menos em um curso de inglês você se inscreveu, alguma vez na vida: Muitos, o fizeram por mais de uma vez. Você se empolgou, pagou pelo material didático, foi às aulas com esmero, fez as esquisitas lições, até passou para o próximo módulo (ou nível) mas.... na hora H, você só consegue dizer: "Sorry" ou "slowly please".

Então você, investindo tempo e dinheiro (sem contar as esperanças) fica sempre frustrado, e achando que o problema é você.

O grande equívoco de muitos métodos está em priorizar o "book is on the table", levando cada aluno a experimentar as mais pitorescas situações, completamente longe de sua realidade e dia-a-dia. 

Estudar inglês com eficácia, está em naturalmente levar o inglês para sua vida, rotina e realidade. E não o contrário. Algumas dicas:

  1. Recuse o "book is on the table". Traga o inglês para sua vida cotidiana.
  2. Abandone o "decoreba". Embarque no idioma.
  3. Não se afobe durante uma primeira conversa em inglês. Respire e relaxe!
  4. Não traduza cada palavra. Apegue-se ao sentido e ao som das frases.
  5. Esqueça o medo e a vergonha de errar. Mostre ao seu interlocutor sua disposição em se comunicar com ele.
  6. Pare de cantar qualquer coisa! Ouça suas músicas favoritas em inglês várias vezes, alterando à leitura de uma ou mais traduções e versões enquanto você as ouve.

Lembre-se: você não é um papagaio. Você é um comunicador. 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: carreira exportação fluente gestão gestores idioma importação ingles internacional profissional