Mais comentada

“Ano que vem eu faço” não convence ninguém

Sabe aquele clichê: não deixe para depois o que pode fazer agora. Então, ele existe por uma razão.

Nem você mesmo.

É muito bonito como vai se aproximando do fim do ano e todos os planos vão ficando para o futuro. Aquela reforma da cozinha que precisa acabar, deixa que ano que vem eu faço. Aquele projeto que estava quase saindo do papel, deixa que ano que vem eu faço. Aquela viagem para conhecer o lugar que sempre sonhei, deixa que ano que vem eu faço. Aquela organização do trabalho e tirar os atrasos do mês, deixa que ano que vem eu faço.

Só que não, não é bonito e a gente bem que sabe disso. É muito fácil se convencer da lógica dos ciclos, de que quando é nos dada a chance de um recomeço, tudo vai ficar muito mais fácil, mais fluído. Só que fazer hoje ou fazer no começo do ano não vai ter tanta diferença assim.

Talvez no começo do ano suas ansiedades de fechamento de ciclo vão se acalmando o foco fique mais claro, é isso? Mas também pode ser que as ansiedades só aumentem com as oportunidades que vão surgir no próximo ano e com o turbilhão de coisas acumuladas em expectativas.

Fazer agora, fazer ontem, é muito mais importante e saudável do que cair nessa de “ano que vem eu faço”, confia em mim. Sim, faltam pouquíssimos dias para o ano novo. Sim, talvez não dê mesmo tempo de fazer tudo que você gostaria neste ano. Mas e se você já começasse a se organizar? E se realizasse aqueles primeiros passos da listinha que só precisam de um pouquinho de dedicação?

A lógica de velocidade das startups também funciona muito bem para algumas escolhas do dia a dia: agir de uma vez é mais importante do que planejar demais. Testar novas experiências o tempo todo só te faz crescer, diferente de ficar sentado pensando nelas. Não deixe para depois o que você pode fazer agora é um dos clichês mais verdadeiros que existem.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: ano novo ano novo vida nova