Críticas: cair ou crescer com elas é uma escolha sua

Sua postura diante das críticas que recebe é o que determina o papel que elas terão no seu desenvolvimento

iStock

Ser criticado faz parte do nosso cotidiano e é comum considerarmos algumas críticas como construtivas e outras como destrutivas tomando como referencial a forma como elas são feitas e, muitas vezes, a pessoa que as faz.

As críticas consideradas construtivas geralmente são aquelas feitas com certo cuidado, numa linguagem adequada e com uma preocupação maior do interlocutor em não criar um mal estar devido à situação, frequentemente são sugestões de melhorias em nossos pontos fracos e são recebidas como positivas e, às vezes, até como motivadoras.

Por outro lado, as críticas consideradas destrutivas, em sua maioria, são aquelas feitas de maneira indelicada, com alguma carga de acusação e julgamento, costumam causar um sentimento de raiva, culpa e desmotivação em quem as recebe e são feitas por pessoas que não se preocupam tanto com a possibilidade de gerar algum mal estar com a situação.

O problema aqui é que quando você segue por esse caminho - considerando como referência a forma e a origem da crítica ao invés de seu conteúdo - perde a oportunidade de absorver informações que seriam realmente úteis para o seu desenvolvimento, deixando de reconhecer os erros e de ter a oportunidade de trabalhar neles e, consequentemente, de crescer como pessoa e profissional.

Nessa perspectiva, você sempre estará sujeito a reagir de maneira emocional se deixando levar pelo comportamento dos outros, interpretando da pior maneira o que considerar uma crítica destrutiva e baseando suas atitudes e respostas nessa interpretação.

Dessa forma, a solução está em trazer para você o referencial, assumir a responsabilidade pela sua reação diante de todas as críticas, venham elas da forma que vierem. Agindo dessa forma você passa a ter a capacidade de usar todas as críticas que receber a seu favor, ainda que as intenções ou a forma como foram ditas pelo seu interlocutor não tenham sido as melhores.

Ao receber uma crítica, não caia na tentação de classificá-la como construtiva ou destrutiva, evite fazer um julgamento, ainda que apenas interior, da crítica recebida. Ao invés disso, busque os pontos realmente importantes para o seu desenvolvimento naquele aspecto.  As perguntas para esse momento são: Quais são os pontos em que você pode melhorar nesse aspecto? Que comportamento seu deu origem à crítica? Como você pode se comportar de forma diferente numa próxima vez? O que o seu interlocutor está realmente querendo dizer com a crítica? Qual é o aspecto positivo dessa crítica? No que ela pode contribuir para o seu desenvolvimento?

Fazendo-se essas perguntas, de hoje em diante, você pode usar todas as críticas que receber a seu favor!

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(6)
Tags: comportamento crítica críticas construtivas críticas destrutivas desenvolvimento desenvolvimento pessoal desenvolvimento profissional feedback