Não é Não!

O melhor da festa é o posicionamento dos pares e o melhor do figurino é o respeito.

Fevereiro chega e com ele a festa mais esperada do ano: o carnaval, quatro dias de muita festa, foliões pelas ruas atrás de blocos e muita curtição, mas será que todos estão realmente curtindo este clima? Este ano um coletivo feminino vai as ruas a fim de aumentar o posicionamento das mulheres frente a investidas desrespeitosas de alguns homens que ao se aproximar de seus possíveis pares acabam comprometendo o ritmo do bloco por não respeitar o posicionamento feminino. A campanha “Não é Não”, que uniu mulheres na produção e distribuição de tatuagens temporárias mas com uma mensagem real e atemporal com o objetivo de abrir o verbo e expor o que acontece na festa e que não agrada a todos. A mensagem tatuada no corpo das mulheres “Não é Não” tem por objetivo aumentar o posicionamento contra o assédio no carnaval. Pode ser o momento de se fantasiar, aproveitar, paquerar, mas o respeito não pode deixar de estar presente no figurino! O responsável pela alegria e o bom convívio em qualquer mês do ano, é o respeito.

A motivação desta campanha foi o aumento de 88% dos casos de violência sexual contra mulheres registrados pela Central de Atendimento à Mulher (Disque 180), no carnaval de 2017. Uma das iniciativas deste ano é a criação do site aconteceunocarnaval.org, neste site mulheres poderão contar se passaram por algum assédio no carnaval, com estes relatos as quatro organizações sociais que estão a frente da iniciativa, terão base para levar a conhecimento do Poder Público, este capaz de implantar políticas de prevenção e combate à cultura de assédio no carnaval.

A Sororidade é a união e aliança entre mulheres, baseado na empatia e companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum. O posicionamento da campanha “Não é Não”, fortalece o discurso que juntas somos mais fortes. Enquanto uma sofrer calada não é possível ajudar, agora se uma sofrer e falar teremos como revolucionar.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: acolher aconteceu no carnaval ajudar amar assédio bloco brincar campanha carnaval Central de Atendimento a Mulher compartilhar comunicação coragem falar festa figurino liderança feminina medo motivação não é não paquerar posicionamento respeito revolucionar segurança sororidade tatuagem timidez união valores violência sexual