Você está vivendo um ano novo Utópico?

Mais um ano esta começando e você já sabe o que fazer? Já colocou seus projetos no papel? Sabe como coloca-los em prática para não viver um ano novo utópico? Então leia este artigo.

 

Encerramos mais um ano. E todo fim vem acompanhado de um recomeço. Então que possamos avaliar, o que estamos encerrando e recomeçando em nossa vida? Quais ciclos precisamos fechar para que outros se iniciem? Fechar ciclos significa desapegar de coisas materiais, situações e hábitos que não estão nos ajudando a evoluir. E evoluir requer muitos recomeços, então se observarmos nossa vida quando há algo que não se encaixa, quando nada mais parece ser como antes ou que não nos sentimos bem em determinadas situações, encare isso como um ciclo que está terminando, pois, um novo ciclo estará por vir.

Precisamos estar preparados para receber o novo. E só estaremos preparados se sabemos agradecer ao universo, a natureza, a Deus, não importa ao que agradeça, mas mantenha o hábito de agradecer. Pare de olhar o lado negativo de tudo, a verdade é que existe muitas coisas e pessoas boas no mundo, caso o contrário, com certeza nossa espécie já não estaria mais aqui.

Quantas guerras já foram superadas, quantas catástrofes já enfrentamos, e nestes momentos de grandes desafios descobrimos como existem pessoas boas lutando por um mundo melhor, basta que nos juntamos á elas e façamos a nossa parte, começando por parar de reclamar e agir nas simples coisas do dia a dia, isso mesmo, não devemos pensar que podemos mudar o mundo isso seria utopia, mais podemos mudar o nosso mundo interno com simples mudanças de pensamentos e atitudes e assim então, inspirar outras pessoas à quererem mudar também.

Não podemos esperar a mudança alheia e encontrar desculpas para não agir, pois somos 100% responsáveis pelas nossas atitudes, não controlamos o que acontece a nossa volta, mas como agimos diante das situações, isso sim, pode ser controlado. E para isso é necessário conhecer seus valores de vida, sua missão neste mundo e também reconhecer seus sentimentos mais obscuros para poder purifica-los.

Que possamos então neste novo ano escolher ter novas atitudes baseadas em ações concretas e desapegar dos hábitos antigos que não nos deixam fechar os ciclos que estão travando nossa evolução.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)