O PERFIL DO ADMINISTRADOR NA SOCIEDADE MODERNA, FACE AO GRANDE DESAFIO DA GESTÃO DA INFORMAÇÃO.

ADM. Angela,
O PERFIL DO ADMINISTRADOR NA SOCIEDADE MODERNA, FACE AO GRANDE DESAFIO DA GESTÃO DA INFORMAÇÃO. * Prof. Esp. Ângela C. Melo Assim como ninguém aprende tanto sobre um assunto como o homem que é obrigado a ensiná-lo, também ninguém se desenvolve tanto como o homem que tenta ajudar os outros a se auto-desenvolverem. (Peter Drucker) A administração pode ser considerada um fenômeno universal no mundo moderno uma vez que as organizações precisam alcançar objetivos em um cenário de concorrência acirrada, tomar decisões, coordenar múltiplas atividades, conduzir e desenvolver pessoas, avaliar o desempenho dirigido a metas, obter e alocar recursos. As diversas e numerosas atividades administrativas precisam ser realizadas e coordenadas de forma coesa e integrada, orientadas para áreas e problemas específicos. Nesse sentido, o Administrador precisa ter uma boa formação que transceda as quatro paredes da sala de aula. Que lhe garanta uma amplitude maior de visão. Notadamente, o mercado de trabalho está passando por profundas transformações neste início de século. Cada vez mais profissionais, principalmente, no nível executivo, estão se defrontando com novos desafios, tais como globalização, descentralização, downsizing e terceirização. As próprias noções de emprego e trabalho estão mudando. É necessário, então, que o Administrador tenha bem claro qual o seu papel; que conhecimentos deve possuir para se preparar para os novos desafios e quais as habilidades que lhe serão exigidas, num ambiente tão tumultuado e competitivo. Daí Chiavenato afirmar que a formação do administrador precisa ser ampla e variada: ele deve conhecer disciplinas heterogêneas (como matemática, direito, psicologia, estatística, sociologia, etc.); trabalhar com subordinados; estar atento a eventos passados e presentes e às previsões futuras; para eventos internos (nas organizações) e externos (no ambiente em torno das organizações), etc. O Administrador deve, portanto, ser um agente de condução do cotidiano, de mudanças e transformações das organizações bem como de condução destas a novos rumos, novos processos, objetivos, estratégias, tecnologias e novos patamares. Deve, ainda, exercer um papel de educador e orientador capaz de modificar comportamentos e atitudes das pessoas e, consequentemente, com seu estilo de administração influenciar a cultura organizacional. Em suma, o profissional de Administração ou "Gestor de Conhecimentos" precisa tanto da criatividade, da agilidade, da capacidade de se modificar, de se adaptar continuamente, quanto da confiança, constância e permanência de seus Sistemas de Gestão da Informação, pois as organizações precisam de ambos: criatividade e rapidez. Referências Bibliográficas: CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 6. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000. DRUCKER, P. A Profissão de Administrador. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2002.
Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.