Uma visão do livro Melhor que você mesmo

Este artigo visa levantar alguns pontos da obra literária de Steve Farber, “Melhor que você que mesmo, cresça ajudando os outros a crescer”.
Segundo Steve Farber no Melhor Que Você Mesmo (MQVM) existem três doutrinas as serem seguidas, sendo elas Expandir-se, Doar-se e Replicar-se.
Na narrativa da obra Steve relata a compra de uma guitarra por seu personagem, e ao abrir o estojo do instrumento este encontrou um bilhete que mostrava uma verdadeira empatia entre o professor e uma aluna. Fascinado com isso ele começa uma longa procura por estas pessoas.
Após longas buscas encontra Charles, uma pessoa que tem interesse em ajuda-lo, no entanto ele somente revelaria quem era essas pessoas se ele aprendesse sobre o estilo de vida seguido por elas, ou seja, o MQVM.
Com isso Charles relata as três doutrinas apresentadas anteriormente, sendo que para aplicação e seguimento dessa filosofia, primeiro ele deveria saber quem realmente era, de uma forma bem mais ampla, ter uma confiança inabalada e convicções firme, ter um bom e grande coração para torna uma outra pessoa melhor que ele próprio.
Isso é, teria que realizar a própria expansão de si, para poder ajudar os outros a serem melhores que ele, passando adiante conhecimento, sabedoria, experiência e até mesmo recursos, por fim replicar e criar lideres melhores que ele.
Após todas essas explicações feita do Charles, ele foi apresentado a Plumeria, que por descuido acabou contando os nomes que estavam no bilhete encontrado no estojo da guitarra.
Gene Zander era o nome que constava no bilhete, somente as inicias GZ. Então o conheceu e ouviu seu relato sobre a Guitarra.
Segundo Gene a instrumento era de Jéssica, que o vendeu para não passar fome, porém não passará mais pois era uma executiva de uma corporação.
Ele também conheceu o cabeleiro Jeferry Kepeli, ele tinha um estúdio e o convidou para tocar. Na oportunidade Jeferry também lhe contou uma longa história do homem humilde e modesto que era o Charles.
Ao ir a empresa na tentativa encontrar Jéssica, e a mesma não estava no local, conheceu Timothy, um auxiliar administrativo que não estava muito satisfeito com seu trabalho.
A noite quando Farber ao estúdio de Jeferry para tocar se encontrou com Timothy, pois era o baterista da Banda. Eles tocaram juntos e se entregaram nas canções.
Ao término do ensaio em uma conversar com outros integrantes da banda teve o conhecimento que eles estavam aplicando o MQVM em Timothy, para que o mesmo desenvolvesse ainda mais suas habilidades como bateristas, já que era excelente.
A premissa do Livro de Steve Farber é 'Um por todos, todos por um', ele é um consultor e escritor americano rompe que com a velha ideia de que conhecer é poder, e mostra que o verdadeiro líder é aquele capaz de compartilhar conhecimento e formar novos líderes.
E na busca pelos dois (professor e aluna), encontra pessoas que praticam as doutrinas do Melhor que você mesmo, pois elas ao transformar os outros em pessoas melhores que elas mesmo, também se transformam melhores.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.