Capitalismo Crise em Dezembro de 2008

Edson Pereira,
CAPITALISMO CRISE EM DEZEMBRO DE 2008

Edson Pereira Bueno Leal maio de 2009


DESEMPREGO NAS EMPRESAS

A Dow Chemical anunciou que vai fechar 20 instalações , paralisar 180 unidades, vender vários negócios , cortar 5.000 empregos diretos , cerca de 11% da força de trabalho global da companhia e reduzir em 6.000 o número de funcionários terceirizados .
O grupo industrial 3M informou que semente no quarto trimestre , já eliminou 1.800 postos de trabalho, principalmente nos EUA, Europa e Japão . ( F s P , 9.12.2008 , p. B-5) .
A Sony anunciou em 9 de dezembro que vai demitir 8.000 funcionários da divisão de eletrônicos, cerca de 4% de seu quadro de 186 mil funcionários no mundo e que suspenderá investimentos para economizar cerca de US$ 1,1 bilhão ao ano . ( F S P , 10.12.2008 , p. B-10) .
A Rio Tinto Group, a terceira maior mineradora do mundo vai demitir 14 mil empregos no mundo todo , reduzir seus investimentos em mais de 50% e vender “ativos significativos” . ( F S P , 11.12.2008 , p. B-12) .
O banco Santander vai cortar 1.900 vagas nos três bancos que administra no Reino Unido . A fabricante de equipamentos eletrônicos Alcater-Lucent vai dispensar 1.000 funcionários . A Pfizer na França , vai dispensar 700 dos 1.000 funcionários , dando preferência , às demissões voluntárias e de vendedores e pessoal administrativo . ( F S P , 13.12.2008 , p. B-12) .
A fabricante sueca de eletrodomésticos Eletrolux anunciou em dezembro a demissão de mais de 3.000 empregados no mundo todo , cerca de 5% de seu quadro de funcionários devido à forte redução da demanda , registrada no final de novembro e início de dezembro . ( F S P , 16.12.2008 , p. B-6) .

NOURIEL ROUBINI A ESTAGDEFLAÇÃO

Para Roubini, depois de prever a quebradeira dos fundos de hedge que não aconteceu , agora , a economia dos EUA e mundial corre o risco de uma severa “ estagdeflação,”, uma combinação mortífera de estagnação/recessão econômica e deflação .
“A queda na demanda e nos preços gera um círculo vicioso : a renda e o número de empregos caem , e isso gera novas quedas de demanda e preços ( uma armadilha da deflação) ; e o valor real das dívidas nominais sobe ( uma armadilha de deflação de dívida) , o que torna os problemas dos devedores mais severos e leva a um risco de inadimplência domiciliar e empresarial , o que exacerba os prejuízos das instituições financeiras .com o crédito . “
Segundo ele , depois de se tornar o emprestador em primeiro e único recurso , com o colapso no consumo domiciliar e nos gastos empresariais , os governos em breve se tornarão o último recurso também na ponta dos gastos e os déficits fiscais dispararão .
A compressão do crédito vai se agravar , e a desalavancagem continuará , à medida que fundos de” hedge “ e outras instituições se virem forçados a vender ativos em mercados desprovidos de liquidez e ainda abalados . Isso gerará uma nova queda em cascata dos preços , a quebra de novas instituições financeiras insolventes e crises financeiras abertas em algumas das economias de mercado emergente . O pior ainda está por vir em 2009 e 2010 apenas poderá ser um ano de recuperação se ações políticas muito agressivas e bem coordenadas forem adotadas . ( F S P , 4.12.2008 , p. B-9)
Para 2009 ele afirma que o pior ainda está por vir . “Os Estados Unidos certamente experimentarão sua pior recessão em décadas, uma contração profunda e prolongada que deve durar cerca de 24 meses , até o final de 2009 . Além disso, toda a economia mundial se contrairá . Haverá recessões na zona do euro, no Reino Unido , na Europa continental, no Canadá , no Japão e nas demais economias avançadas . Também existe o risco de uma aterrissagem dura para as economias de mercado emergentes , já que os elos comerciais , financeiros e cambiais transmitirão os choques financeiros a elas ...Da mesma forma , a elevação no desemprego controlará os custos de mão de obra e o crescimento nos salários . Esses fatores, combinados a uma queda acentuada nos preços das commodities , farão com que a inflação nas economias avançadas caia para a faixa de 1% , o que gera preocupações quanto á deflação , e não quanto a uma estagdeflação . A deflação é perigosa porque conduz a uma armadilha de liquidez: as taxas de juros nominais das autoridades monetárias não podem cair abaixo de zero , e com isso a política monetária perde a efetividade ...A medida que a política monetária se torna ineficaz, outras políticas heterodoxas continuarão a ser utilizadas : medidas para resgatar investidores , instituições financeiras e devedores; injeções maciças de liquidez nos bancos a fim de aliviar a compressão de crédito ; e ações ainda mais radicais para reduzir as taxas de juro de longo prazo dos títulos do governo e estreitar o spread entre as taxas de mercado e os títulos do governo .
Na verdade, estamos acompanhando agora a extinção do sistema bancário paralelo , o complexo de instituições não bancárias que pareciam bancos já que tomavam empréstimos de curto prazo e de maneira líquida , e acumulavam pesada alavancagem , enquanto investiam em prazo mais longo e de maneira menos líquida ..Mas o pior ainda está por vir. Nos próximos meses , as notícias macroeconômicas e os resultados de lucros e prejuízos das empresas de todo o mundo serão muito piores que o esperado , o que colocará mais pressão sobre os preços dos ativos de risco , porque os analistas de ações ainda estão se iludindo com a idéia de que a contração econômica será curta e amena ... A compressão de crédito se agravará ; a desalavancagem continuará , com fundos de hedge e outros agentes endividados forçados a vender ativos em mercados carentes de liquidez e perturbados , o que resultará em ovas quedas de preços e levará mais instituições financeiras insolventes a quebrar ... Apenas ações de política agressivas , coordenadas e efetivas pelos países avançados e de mercado emergente poderão garantir que a economia mundial se recupere em 2010 , em lugar de entrar em um período de estagnação econômica mais longo . ( F S P , 28.12.2008 , p. B-3) ,

QUEDA NAS OPERAÇÕES COM DERIVATIVOS

Segundo a Revista Quadrimestral do BIS – “Bank for International Settlements “ , o movimento global de negociações nos mercados de derivativos recuou de US$ 600 trilhões no segundo quadrimestre de 2008 , para US$ 540 bilhões no quarto quadrimestre .
A emissão líquida de títulos ( bonds e notes) caiu de US$ 1,086 trilhão no segundo quadrimestre , para US$ 247 bilhões no quarto quadrimestre , nível mais baixo desde o terceiro quadrimestre de 2005 . ( F s P , 8.12.2008 , p. B-7) .

REAÇÃO NAS BOLSAS

Com o presidente americano Barak Obama anunciando ambicioso plano de investimentos em infra-estrutura , o Congresso americano avançando no plano de socorro às montadoras , a cúpula da União Européia discutindo plano de socorro de 200 bilhões de euros e a China analisando a ampliação de seu pacote bilionário de estímulo, as bolsas reagiram positivamente no mundo inteiro em 8 de dezembro.
O índice Dow Jones subiu 3,46% , Nasdaq 4,14% . Paris 8,68%, Frankfurt 7,63% , Londres 6,19% , Tóquio 5,2% , Hong Kong 8,66% , México 5,41% , e Ibovespa no Brasil 8,31% . ( F s P , 9.12.2008 , p. B-1) .

AÇÃO CONJUNTA DE JAPÃO, CHINA E CORÉIA DO SUL

Os primeiros ministros da Japão, Taro Aso, da China , Wen Jiabao , e o presidente da Coréia do Sul , Lee Myung-bak , decidiram trabalhar em conjunto contra a crise econômica global e reforçar os seus laços , apesar de disputas territoriais .
Os três acertaram a criação de um fundo regional de combate à crise e disseram que não serão criadas barreiras comerciais nos próximos 12 meses , além de se comprometerem a injetar mais capital no Banco de Desenvolvimento da Ásia que terá US$ 80 bilhões até junho de 2009 . ( F S P , 14.12.2008 , p. A-210 .



VÍTIMAS DA CRISE

O gerente francês de investimentos , René-Thierry Magon de la Villehuchet, 65 foi encontrado morto em seu escritório em Nova York , provavelmente por suicídio depois de perder cerca de US$ 1,4 bilhão em investimentos gerenciados por Bernard Magdoff . ( F S P, 24.12.2008 , p. B-8) .
Adolf Merckle, 74 anos, o quinto homem mais rico da Alemanha e dono de US$ 9,2 bilhões, a 94ª maior fortuna do mundo segundo a “Forbes” se suicidou . Casado, quatro filhos, deixou uma carta com desculpas à família . ( F s P , 7.1.2009 , p. B-8) .
Nos últimos meses de 2008 ele tentou obter um empréstimo emergencial de US$ 540 milhões para cobrir as perdas milionárias causadas por operações malfeitas no mercado de capitais . Merckle perdeu 1 bilhão de euros com a queda brusca das ações da Volkswagen , em outubro . Ele apostara na queda das ações da Volkswagen , mas os papéis da montadora dispararam mais de 200% no fim de outubro. Ironicamente , dois dias após a sua morte , a transação com os bancos foi aprovada , permitindo a reestruturação de suas empresas . ( Veja, 14.01.2009, p. 61) .
O executivo Steven Good , 52 anos , dono de uma das maiores imobiliárias americanas , a Sheldon Good , que teria acumulado grandes perdas com a crise imobiliária, foi encontrado morto , dentro de seu carro Jaguar, nos arredores de Chicago e a polícia acredita em suicídio .( F s P , 8.1.2009, p. B-9) .
Para o professor da Faculdade de Psicologia da PUC SP, Ari Rehfeld , os prejuízos financeiros em si não são a causa preponderante dos suicídios nestes casos . O problema maior seria a rejeição dos pares . “Os investidores ficam presos no passado, e, se não elaboram a perda , torna-se difícil encarar os desafios que vêm pela frente “.( Veja, 14.01.2009, p. 61) .

RECUPERAÇÃO NO FINAL DE 2009

Segundo o diretor-gerente do FMI , o francês Dominique Straus-Khan , a economia global só deve começar a se recuperar no final de 2009 e a China deve crescer apenas 5% em 2009 , contra 9,7% em 2008 . Segundo ele , a expansão em declínio dos países emergentes , como a China, não vai conseguir compensar a recessão dos mercados desenvolvidos . ( F S P , 16.12.2008 , p. B-8) .
Por outro lado , a recuperação americana passa pelo crescimento das exportações e pela redução do déficit comercial . Como assinala Tom Friedman, como boa parte da economia da China gira em torno das exportações para os EUA , haverá certamente dificuldades para que ela se reoriente para outros mercados .

QUEDA NO QUARTO TRIMESTRE DE 2008

A maioria dos países apresentou retração no PIB no quarto trimestre de 2008 : Taiwan - -8,4; Japão -4,6; Cingapura -4,2 ; Coréia do Sul -3,4; Itália -2,6; Reino Unido -1,9; México e Alemanha -1,6; França -1,0; EUA -0,8; Espanha -0,7. As únicas exceções foram a África do Sul +1,0 ; Índia +5,3 e China +6,8 . ( F s P , 28.02.2009, p. B-4) .

EUA INDICADORES EM DEZEMBRO DE 2008

Os pedidos de hipotecas nos EUA cresceram 48% na semana encerrada em 19 de dezembro . É a maior leitura desde julho de 2003 . Os dados sugerem que a política de baixar os juros e baratear o custo do dinheiro , promovida pelo Fed , desde o meio do ano , começa a dar os primeiros resultados e parece ter funcionado a intervenção nas três gigantes hipotecárias .
O juro do financiamento de 30 anos dos imóveis caiu para 5,04% , queda de 0,14 ponto percentual em relação à semana anterior , a menor taxa em cinco anos , Os pedidos de bens de capital , excluídos itens de Defesa e aeronaves , cresceram 4,7% em novembro, após queda de 6,6% em outubro . Os pedidos de bens duráveis caíram 1% em novembro , com queda menor do que a prevista de 3% .
Os gastos dos consumidores caíram 0,6% em novembro , após queda de 1% em outubro, no quinto mês consecutivo de queda , a primeira vez que isso acontece em 50 anos . A renda média caiu 0,2% em novembro, o primeiro declínio desde julho e o índice de desemprego chegou a 6,7% , o maior em 15 anos e com isso o número de pedidos iniciais de auxílio desemprego chegou a 586 mil em uma semana , o maior número desde novembro de 1982. ( F S P, 25.12.2008 , p. B-3) .
Segundo dados preliminares , as vendas de Natal nos EUA caíram entre 5,5% e 8% em comparação com o mesmo período de 2007 . Mesmo se excluídos os gastos com combustíveis e automóveis , ambos em queda livre por conta da crise , ainda assim as vendas baixaram entre 2 e 4% . Os lojistas consideram “Natal” , o período entre 1 de novembro e 24 de dezembro . Esses 54 dias respondem por entre 30% e 50% das vendas anuais , daí o estrago potencial da queda anunciada , ampliado pelo fato de o consumo girar 70% da economia americana . ( F S P , 27.12.2008 , p. B-6) .
Segundo estudo do ICSC – Conselho Internacional de Shoppings Centers , as vendas no varejo recuaram 1,7% em novembro e dezembro , no pior resultado para o período desde que o levantamento começou a ser realizado em 1969 . ( F S P , 9.1.2009, p. B-5) .

Para Jeffry Frieden “ Por quase uma década , o país viveu além de seus meios : consumiu mais do que produziu , investiu mais do que poupou , e o governo gastou mais do que arrecadou ... Porem , a crise “ americana não levou a um cessamento súbito da disposição estrangeira de emprestar ao governo americano . Isso significa que o governo pode se valer do gasto agressivo , mesmo em situação de déficit , para tentar estimular a economia e tornar o golpe menos doloroso ... Se o governo dos Estados Unidos se visse impedido de contrair empréstimos , a recessão sem dúvida seria muito mais profunda , e seu impacto sobre o restante do mundo , sem dúvida , muito mais sério . Entretanto , é quase certo que haverá uma recessão grave nos Estados Unidos , e que levará pelo menos dois anos até que a economia americana volte a crescer “ ( Veja, 31.12.2008 , p. 180-181) .
O índice de confiança do consumidor caiu para 38 pontos em dezembro, ante 44,7 pontos em novembro , segundo levantamento do instituto privado Conference Board . A ampliação da queda é reflexo da rápida e aguda deterioração das condições econômicas que ocorreram no quarto trimestre de 2008 e pode se acentuar ainda mais nos próximos meses pois o cenário continua bastante sombrio para o primeiro semestre de 2009. ( F S P , 31.12.2008 , p. B-5) .
A atividade industrial da economia americana apresentou em dezembro retração pelo quinto mês consecutivo e chegou a 32,4 pontos , contra 36,2 pontos em novembro . O relatório da ISM mostra que a crise econômica atingiu todos os segmentos da indústria , pois nenhum dos 18 setores da indústria está se expandindo . Apenas vestuário e produtos derivados de petróleo e carvão estão estáveis . Caso esta taxa de dezembro fosse anualizada , ela representaria um impacto negativo de 2,7 pontos percentuais no PIB . ( F S P , 3.1.2008 , p. B-4) .
Em dezembro houve um corte dramático de 524 mil postos de trabalho , elevando a taxa de desemprego a 7,6% , o pior índice em 16 anos , segundo relatório do governo . Em todo o ano de 2008 , 2,974 milhões de americanos perderam seus empregos, 73% apenas nos últimos quatro meses . O número de desempregados no país agora chega a mais de 11 milhões .
Praticamente todos os setores enfrentaram fortes perdas . Na construção civil ao longo do ano foram 630 mil vagas, manufaturas 800.000 . As únicas áreas em que houve crescimento em dezembro foram educação e saúde que contrataram 45.000 trabalhadores e o governo com 7.000 .
O Birô de estatísticas revisou de 533 mil para 584 mil as perdas de novembro , no pior mês desde 1974. Em números absolutos, as 2,6 milhões de vagas perdidas são o pior resultado anual desde 1945 . Com o resultado ajustado para o tamanho da população economicamente ativa , o número é o mais dramático desde 1982 e o terceiro pior desde a Segunda Guerra .
Não é ainda o pior cenário . Entre 1974 e 1975 , a queda no número total de homens e mulheres trabalhando foi de 2,7% ; entre 1981 e 1982 , a queda foi de 3,1% e desta vez , nos 12 meses até novembro, a queda foi de 1,9% .
Segundo estudo do Pew Hispanic Center, a taxa de desemprego de imigrantes latinos nos EUA cresceu a quase o dobro da proporção do desemprego entre os não latinos . A taxa de desemprego entre os latinos passou de 5,7% no terceiro trimestre de 2007 para 7,8% , em igual período de 2008 e para os não-hispânicos , de 4,6% para 5,8% no mesmo período . ( F s P, 10.01.2009 , p. B-8) .
Os números negativos continuam a surgir . O número de pedidos de arrestos cresceu 81% em 2008, na comparação com 2007 e 1 em cada 54 residências nos EUA recebeu algum tipo de notificação . Segundo a empresa Realty Trac , 2,33 milhões de proprietários receberam algum tipo de notificação de arresto ( alerta de atraso no pagamento , aviso de que a residência irá a leilão e será retomada pelo banco) , em 2008 Na comparação com 2006 , os pedidos cresceram 225% . O levantamento mostra que 860 mil residências foram retomadas pelos financiadores em 2008 , mais do que o dobro do número de 2007 . ( F s P , 16.01.2009, p. B-4) .,
A economia americana sofreu entre outubro e dezembro de 2008 o maior recuo em mais de um quarto de século . Com praticamente todos os setores em queda livre, o PIB encolheu 6,2% no último trimestre , em taxa anualizada, a maior queda desde 1982 . .Retirando o estoque industrial , encalhado por conta do PÌB , a queda teria sido de 5,1% .
Como no terceiro trimestre já havia ocorrido uma queda de 0,5% no PIB , a nova queda caracteriza uma recessão . No ano de 2008 o PIB cresceu 1,3% o menor índice desde 2001 .
Em apenas três momentos após a chamada Grande Depressão , os EUA tiveram uma retração dessa magnitude , em 1957, 1980 e 1982 .
O consumo das famílias , que responde por dois terços do PIB americano , que já havia caído 3,8% no terceiro trimestre , caiu mais 4,3% no quarto trimestre , a primeira vez em que houve quedas superiores a 3% , desde que essas estatísticas começaram , em 1947 . Os gastos das famílias com bens duráveis , como automóveis e geladeiras e móveis, caíram 22,4% , a maior queda desde 1987 . A queda no consumo reflete o travamento do mercado de crédito e a diminuição de sua oferta pelos bancos altamente endividados . Reflete também o temor do desemprego que atingiu 7,2% em dezembro , contra 4,9% em 2007 . Em 2008 , 2,6 milhões foram demitidos , sendo 524 mil apenas em dezembro ., ( F S P , 28.02.2009, p. B-4) .
Os bancos dos EUA tiveram no último trimestre de 2008 o primeiro resultado negativo desde 1990 , quando o país atravessou a última crise bancária de grandes proporções . O prejuízo total acumulado pelos 8.347 bancos entre outubro e dezembro de 2008 foi de US$ 26,2 bilhões . Segundo resultados consolidados da FDIC , o número de bancos no país , considerados problemáticos , subiu de 171 no terceiro trimestre para 252 no quarto . ( F S P , 27.02.2009, p. B-7).

A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA AMERICANA

A GMAC , antigo braço financeiro da GM fez um acordo com o governo americano para se transformar em uma holding bancária e assim poderá reduzir os custos dos empréstimos e ganhar acesso a fundos do Fed a taxas mais baixas .
O Departamento do Tesouro anunciou uma injeção de US$ 5 bilhões na compra de ações preferenciais da empresa que é propriedade conjunta da GM e da Cerberus Capital Management ( grupo dono da Chrysler) . O Tesouro deverá entregar ainda US$ 4 bilhões à GM e igual quantia à Chrysler , na primeira parte de um empréstimo de US$ 17,4 bilhões que a Casa Branca ofereceu às montadoras em dezembro . O Tesouro também fará um empréstimo separado de US$ 1 bilhão à GM , para que a montadora compre ações da GMAC Todos os recursos são parte do pacote de US$ 700 bilhões aprovado pelo Congresso . ( F s P , 31.12.2008 , p. B-5) .
A indústria automobilística americana teve queda de pelo menos 30% em dezembro de 2008 em relação a dezembro de 2007 . Foi o pior resultado do setor desde 1992 . A Chrysler teve queda de 53% ( 30% em 2008) , a GM de 31,4% ( 22,9% em 2008) , a Toyota de 36,7% ( 15,7% em 2008) , a Ford de 32,4% ( 20,7% em 2008 ) , a Honda de 34,7% ( 8,2% em 2008 ) e a Nissan de 30,7%, ( 10,9% em 2008) .
No Japão , foram vendidos 3,21 milhões de unidades , queda de 6,5% em relação a 2007 e o pior resultado desde 1974 . Só em dezembro a queda nas vendas foi de 22,3% . ( F S P , 6.1.2008 , p. B-7) .
A Ford teve em 2008 o maior prejuízo de sua história desde a fundação em 1903 . A empresa perdeu US$ 14,6 bilhões , superando os US$ 12,6 bilhões de 2006 . Desde 2001 a empresa teve só três anos de lucro e acumula perdas de US$ 30,5 bilhões . ( F S P , 30.01.2009, p. B-5) .

INFLAÇÃO NOS EUA EM 2008

O Departamento de Trabalho dos EUA divulgou em 16 de janeiro de 2009 que o CPI – Índice de Preços ao Consumidor dos EUA fechou o ano com alta de apenas 0,1% , a menor desde 1954 . O índice é bem inferior ao que era esperado pelo Fed, entre 1,5 e 2% . Em 2007 , a inflação ao consumidor havia registrado 4,1% . Em dezembro o CPI teve deflação de 0,7% , o terceiro mês consecutivo de queda pois em novembro houve deflação de 1,7% e em outubro de 1% .
A produção em fábricas , minas e concessionárias de serviços públicos caiu 2% em dezembro ,depois do declínio de 1,3% em novembro e 7,8% em relação a dezembro de 2007 . A utilização da capacidade instalada se igualou ao nível mais baixo desde 1983 . No quarto trimestre a queda foi de 11,5% na comparação com o mesmo período de 2007 .As fábricas estão reduzindo a produção e os gastos devido á queda da demanda externa e interna . ( F S P , 17.01.,2009 , p. B-4 ) .
A venda de imóveis novos caiu 14,7% em dezembro , a quinta queda mensal consecutiva . Cerca de 482 mi, casas foram vendidas em 2008 , 37,8% a menos do que em 2007, o pior resultado desde 1982 . O valor médio de venda caiu para US$ 246,9 mil , queda de 13,2% em relação a 2007 .
As encomendas de bens duráveis em dezembro de 2008 chegaram a US$ 176,8 bilhões , queda de 2,6% em relação a novembro . NO ano as encomendas caíram 5,7% , cifra apenas superior à queda de 10,7% em 2001 . ( F S P , 30.01.2009, p. B-8) .

FED MENOR TAXA DE JUROS DE SUA HISTÓRIA

Em 16 de dezembro de 2008 o Fed baixou a taxa básica de juros de 1% para uma banda entre 0% e 0,25% , a menor desde que a instituição passou a compilar os índices em 1954. O Fed ainda decidiu cortar a taxa de redesconto em 0,75 ponto percentual , para 0,5% . Com isso o Fed praticamente esgotou sua possibilidade de ajustar juros pois não pode definir juros oficiais abaixo de zero . Já com relação a injetar dinheiro na economia , o Fed já imprimiu US$ 1,1 trilhão desde setembro , quase o valor do PIB brasileiro .
Os EUA estão em risco de entrar em deflação , sendo que o Índice de Preços ao Consumidor , o principal do país , recuou 1,7% em novembro, a maior queda desde que o indicador começou a ser divulgado , em 1947 e a taxa anualizada de inflação nos EUA ficou em 1,1% em novembro , 2,6 pontos percentuais menores que a de outubro . ( F S P , 17.12.2008 , p. B-1) .
Como assinala Niall Ferguson, “ com ativos próximos de 2,3 trilhões de dólares e um capital de menos de 40 bilhões , o Fed cada vez mais se parece com um hedge fund público , alavancado na ordem de 50:1” . ( Veja, 31.12.2008 , p. 173) .

JAPÃO

O Banco do Japão , também cortou sua taxa para 0,1% , o segundo corte em dois meses e pode voltar á política de juro zero, adotada entre 2001 e 2006 . O presidente do Banco do Japão , Masaaki Shirakawa afirmou “Eu única vivi uma mudança tão brusca nas condições [econômicas] “ ( F S P , 20.12.2008 , p. B-9) .
A queda na produção industrial japonesa em novembro foi de 8,1% em relação a outubro, a maior desde que o governo japonês começou a medir esses dados em 1953 .
No quarto trimestre de 2008 , a indústria japonesa sofreu uma contração de 40% em termos anualizados .
A queda na produção da indústria automobilística em novembro foi de 15% em relação á de outubro e 25% a menos em relação a novembro de 2007 . A queda nos eletrônicos foi de 12% em relação a outubro e de 25% em relação a 2007 . O desemprego subiu de 3,7% em outubro , para 3,9% em novembro . Há 2,56 milhões de desempregados no país , 100 mil a mais do que em 2007 . Porém, a taxa ainda está abaixo dos 4,2% registrados em agosto e é bem menor do que a média dos países desenvolvidos como os EUA cuja taxa é de 6,7% e a Alemanha 7,5% . ( F S P , 27.12.2008 , p. B-5) .
O Banco Central do Japão rebaixou em 22 de janeiro a estimativa do PIB referente a 2008 para retração de 1,8% , quando a previsão anterior era de -0,1% . O resultado oficial será publicado ao fim do ano fiscal em março . As exportações tiveram retração recorde de 35% em dezembro , ante igual período de 2007 . ( F S P , 23.01.2009, p. B-6) .

RÚSSIA

No dia em que o rublo atingiu seu menor patamar frente ao dólar e euro em três anos , Moscou anunciou uma lista de 295 companhias que considera estratégicas e, por isso , serão respaldadas pelo governo na iminência de bancarrota . A lista inclui gigantes como a estatal de gás Gazprom e a petroleira Rosnet . A mineradora Norilsk Nickel , a operadora de telefonia celular Vimpelcom , a empresa aérea Aeroflot , além de várias companhias estatais ( F S P , 27.12.2008 , p. B-5)
A Rússia apresentou rápida erosão em suas enormes reservas internacionais que caíram de US$ 583 bilhões para US$ 437 bilhões de agosto para o começo de dezembro. A marca de US$ 450 bilhões equivale a 85% da dívida externa russa e servia de baliza para os analistas . Cerca de 45 mil demissões foram feitas nos setores automotivo e de metalurgia e duas empresas aéreas quebraram e 9 bancos médios e pequenos . A queima rápida de reservas se deve ao uso de parte delas no pacote de salvamento da liquidez bancária , que entre injeção direta de dinheiro e oferta de linhas de crédito superou os US$ 200 bilhões, e à tentativa de defender o rublo contra o dólar .A Bolsa de valores perdeu , nas contas do Banco Mundial , cerca de US$ 1 trilhão , tendo passado diversos dias sem operar . Se o petróleo continuar a cair de preço , as reservas internacionais poderão diminuir ainda mais e a situação deverá se agravar . ( F S P , 4.1.2009 , p. B-4) .
O PIB russo cresceu 5,6% em 2008 , bem menos do que os 8,1% registrados em 2007 . Foi a expansão mais lenta desde 2002 .

BOLSAS DE VALORES EM 2008

O índice Dow Jones , caiu 33,8% em 2008 , a terceira maior queda do índice , criado em, 1896 . Antes disso , as maiores quedas foram em 1931 , -52,7% e em 1907 – 37,7% , porem em períodos recentes só é próxima é a de 1974 , - 30,7% . Na crise de 1929 a contração se estendeu até 1933, e depois os piores ciclos recessivos se estenderam por 16 meses ( de 1973 a 1975) e de 1981 a 1982) . A atual recessão , que teve início em dezembro de 2007 parece caminhar para superar os 16 meses .
No Japão, o índice Nikkei 225 , desvalorizou 42,12% , o pior resultado de sua história com registros que se iniciam em 1949 . A Bolsa de Londres recuou 31,3% e a do México foi a que teve menor queda entre as principais bolsas , de 24,1% . A Bolsa da Rússia , que sofreu muito com a depreciação do petróleo , destacou-se negativamente ao acumular queda de 67,6% . A Bovespa registrou queda de 41,22% , o pior resultado desde 1972 e o segundo pior desde a criação do índice em 1968 . Desde 2002 a Bolsa não fechava um ano no vermelho . Na América Latina as perdas somente foram superiores na Argentina , com 50% . No México a desvalorização foi de 24% e no Chile de 22% .
Os índices negativos se espalharam por todas as bolsas do mundo : China , -65,16 ( a maior em 18 anos ) ; Índia -52,11; Itália , -49,53; França , -42,70 ; Austrália , -42,36; Coréia do Sul , -40,73; Alemanha , -40,37% ; Espanha , -39,43; Canadá , -36,16 ; Reino Unido , -31,97. ( F S P , 31.12.2008 , p. B5) .
As empresas negociadas nas principais Bolsas mundiais perderam US$ 17 trilhões de seu valor de mercado , o equivalente a 31% do PIB mundial e a soma dos PIBs dos EUA e Alemanha . As empresas norte-americanas perderam 38,68% do seu valor de mercado , o quinto menor declínio , perdendo apenas para Marrocos, Israel , Japão e Suíça em um levantamento de 46 mercados feito pela agência Standard & Poor’s . A média mundial de perdas foi de 44% , sendo os maiores prejuízos foram os de Rússia (73,7%), Irlanda (69,9%) e Grécia ( 66,5%) . O Brasil teve a 13ª maior queda mundial e o pior resultado da América Latina , com recuo de 57,35% .No valor total os EUA perderam US$ 6,25 trilhões e as empresas negociadas nas bolsas britânicas US$ 1,78 trilhão . O Brasil ficou em 13º lugar com perdas de US$ 331 bilhões . ( F s P , 7.1.2009 , p. B-8) .

COMMODITIES EM 2008

O ano de 2008 fechou como o pior em mais de meio século para o mercado de commodities . O índice CRB Reuters-Jefferies, que estreou em 1956 , fechou 2008 com um recuo de 39% , declínio recorde para o período de janeiro a dezembro .
O S&P GSCI , outro índice usado como referência desde a sua origem , em 1971 , registrou queda de pouco mais de 48% .
O barril de petróleo terminou 2007 cotado em Nova York a US$ 95,98 . Fechou em 2008 a US$ 44,50 , isso porque no dia , a valorização foi de 14% , por conta do anúncio da Rússia de que vai parar de fornecer gás para a Ucrânia , mas no ano a queda acumulada foi de 53,5% . ( F S P , 1.1.2009 , p. B-3) .


CHINA

As exportações e importações da China caíram em dezembro pelo segundo mês consecutivo . Foi a maior queda desde 1999 . As importações recuaram 21,3% em relação a dezembro de 2007 , e as exportações , 2,8% . pelos valores em dólares . ( F S P , 14.01.2009 , p. B-8) .
Apesar da crise, , o Escritório Nacional de Estatísticas chinês divulgou em janeiro de 2009 um novo cálculo segundo o qual o PIB de 2007 cresceu 13% , em vez dos 11,9% anunciados anteriormente . Com isso , o PIB chinês chegou a US$ 3,38 trilhões em 2007 , passando o país a ser a terceira maior economia global , atrás dos EUA ( 13,81) e do Japão ( 4,38) e à frente da Alemanha ( 3,32( , Reino Unido ( 2,80) , França ( 2,59) , Itália ( 2,10) , Espanha ( 1,44), Canadá ( 1,44) e Brasil ( 1,31) .
Estima-se que a economia chinesa tenha crescido 9,4% em 2008 e a previsão para 2009 oscila entre 8% do governo e 5 e 6% do mercado .
As reservas internacionais chinesas em 2008 cresceram mais US$ 417 bilhões , apenas US$ 44,1 bilhões menos do que em 2007 e chegaram a US$ 1,95 trilhão . ( F S P , 15.01.2009, p. B-8) .
Cerca de 20 milhões de chineses que perderam o emprego em 2008 voltaram para a lavoura . As previsões são de que mais 20 milhões de empregos desapareçam em 2009 e a maioria poderá voltar para o campo . Há obras paradas em todos os cantos em Pequim e Xangai , e edifícios prontos vazios, esquecidos pelos compradores . Mais de 2,5 milhões de operários perderam seus empregos na Província de Guangdong, no sul da China , a mais populosa e rica do país .
O desemprego urbano na China subiu para 4,2% no final de dezembro , 0,2 ponto a mais do que no ano anterior . Há 8,86 milhões de chineses desempregados nas grandes cidades . ( F S P , 21.01.2009, p. B-8)
A maioria dos migrantes não se instala em favelas ou assentamentos irregulares ao redor das grandes cidades como no Brasil, mas dorme em dormitórios gigantes ao lado do emprego , seja uma construção ou uma fábrica . Faxineiros e seguranças de prédios comerciais costumam morar em dormitórios instalados nos porões dos próprios prédios . Por isso, poucos podem trazer a família e levam uma vida solitária . ( F s P , 16.01.2009, p. B-5) .
A economia da China cresceu 9% em 2008 , a pior taxa em sete anos. No último trimestre , a taxa foi de 6,8% em relação a 2007 . Porém, para o economista Nouriel Roubini , a China já está em recessão : “ A China está em uma recessão , independentemente dos que são os altamente manipulados números oficiais digam . Quando o crescimento está se reduzindo de forma tão agressiva , a maneira chinesa de medir o PIB pode despistar . As estatísticas chinesas comparam o trimestre com o mesmo período do ano passado e não com o trimestre imediatamente anterior e a comparação ano a ano não registra a forte desaceleração no final de 2008 . Em outubro e novembro de 2008 , o consumo de energia elétrica caiu 3% e 7% , respectivamente em relação a 2007 . As exportações encolheram 2,8% em dezembro , levando indústrias de alto consumo energético como siderúrgicas e de cimento a trabalhar com capacidade mínima . ( F S P , 23.01.2009, p. B-6) .
Calcula-se em mais de 100.000 o número de fábricas , de diversos setores , que fecharam as portas em 2008 .

ÍNDIA

O PIB da Índia cresceu 5,3% nos últimos três meses de 2008 , o pior resultado desde o avanço de 3,7% entre outubro e dezembro de 2002 . No quarto trimestre de 2007 a economia indiana cresceu 8,9%.


DIMINUIÇÃO DO INVESTIMENTO DIRETO

Em 2008 , os países ricos tiveram queda nos investimentos diretos de US$ 1,247 trilhão em 2007 para US$ 839,3 em 2008, queda de 32,7% . As nações mais pobres mantiveram o mesmo nível de ingressos de US$ 517,7 bilhões em 2008 , contra US$ 499,7 bilhões em 2007 , alta de 3,6% . O fluxo global de investimentos , segundo a Unctad , caiu 21% em 2008 , de US$ 1,833 para US$ 1,448 trilhão . As maiores perdas ocorreram na Finlândia (-173,9%), União Européia ( 32,7%), Japão (-22,6%), México ( -16%), e EUA ( - 5,5%) . Houve crescimento na África do Sul ( +111,2%), Índia ( +59,95), Argentina ( +27,9%), Brasil ( +20,6%), Rússia ( +17,6%) e China ( +10,2%) . ( F s P , 20.01.2009 , p. B-6) .


CORÉIA DO SUL

A economia da Coréia do Sul encolheu 5,6% no último trimestre de 2008 em comparação com o período anterior . É o pior resultado desde o primeiro trimestre de 1998 , quando a economia do país foi atingida pela crise asiática e recuou 7,8%. Em relação a dezembro de 2007 , o recuo é de 3,4% . Mesmo assim, em 2008 o PIB registrou expansão de 2,5% , contra 5,1% em 2007 . ( F S P , 23.01.2009, p. B-6) .

INGLATERRA

O PIB do Reino Unido retrocedeu 1,5% no quarto trimestre de 2008 em relação ao trimestre anterior , a maior queda desde 1980 , quando o país enfrentava uma profunda recessão . A economia já vinha de uma queda de 0,6% nos meses de julho a setembro , e o recuo por dois trimestres seguidos , confirma que o país está oficialmente em recessão , pela primeira vez desde 1991 .
O resultado foi tão ruim que derrubou o crescimento anual em 2008 para apenas 0,7% , o pior desde 1992 e levou os analistas a preverem uma queda de até 4% para 2009 e crescimento negativo também em 2010 . O desemprego está muito próximo dos 2 milhões ( 6,1%) e pode chegar a 3 milhões até o final de 2009 . As taxas de juro estão em 1,5% , o menor patamar em mais de 300 anos e os dois pacotes de centenas de bilhões de libras lançados desde outubro de 2008 não foram suficientes para combater a crise .( F s P , 24.01.2009, p. B-8) .
O desemprego no Reino Unido atingiu 6,3% da população no último trimestre de 2008 , a maior taxa em dez anos , segundo dados divulgados pelo escritório Nacional de Estatísticas que apontou 146 mil postos fechados . O total de desempregados chegou a 1,97 milhão , o maior número desde 1997 . ( F s P , 12.02.2009 , p. B-10) .

ESPANHA

A taxa de desemprego na Espanha alcançou 13,91% no último trimestre de 2008 , o maior índice da Europa , cuja média é de 7,8% na zona do euro . Em 2008 , 1.280.300 espanhóis perderam o emprego , totalizando 3.207.900 desempregados . O governo calcula um índice de 15,7% em 2010 . Os mais afetados são os estrangeiros , onde o desemprego é de 21,26% . ( F s P , 24.01.2009, p. B-8) .
A Espanha , quinta maior economia européia entrou oficialmente no grupo dos países que estão em recessão . O PIB do país se contraiu 1% no último trimestre de 2008 em relação aos três meses anteriores e já havia se retraído em 0,3% entre julho e setembro , configurando a definição técnica de recessão : dois trimestres seguidos de queda . ( F S P , 13.02.2009, p. B-8) .

ZONA DO EURO EM RECESSÃO

Com a Alemanha , sua principal economia registrando a maior retração desde a unificação , em 1990 , o PIB dos 15 países da zona do euro encolher 1,5% no quarto trimestre de 2008 em relação aos três meses anteriores . A região já vinha de dois trimestres seguidos de contração , mas de apenas 0,2% .
NO começo de 2008 o principal problema para a desaceleração européia eram os altos preços das commodities ( como o petróleo) , mas a concordata do banco americano Lehman Brothers , em setembro , e os temores em relação ao sistema financeiro global criaram um “choque global de incerteza”, segundo Jorg Kramer, economista-chefe do Comerzbank e “A lição dos últimos seis meses é que todo país foi afetado – tivesse uma bolha no mercado imobiliário ou não .
Desde a adoção do euro, em 1999 , ela nunca havia encolhido até o segundo trimestre de 2008 . Mesmo tendo em conta os dados desde 1995, a retração era fato inédito . Além de se aprofundar a recessão continua a se espalhar . A União Européia , composta por 27 países , entrou oficialmente em recessão , após dois trimestres consecutivos de retração e em situação pior do que a dos EUA pois no quarto trimestre a queda no PIB europeu foi de 1,5% , contra 1% do PIB americano .( F S P , 14.02.2009, p. B-1) .
Os gastos dos governos europeus para tentar reverter o cenário negativo , estão levando os déficits orçamentários desses países a ultrapassar os limites impostos pelo bloco , mas a Comissão Européia , devido à recessão , não deverá punir os países. França, Espanha , Grécia e Irlanda já estão com um déficit superior ao teto de 3% do PIB , estabelecido para fortalecer o euro .
O PIB dos países da OCDE , grupo que reúne as 30 nações mais industrializadas do mundo se retraiu 1,5% no último trimestre de 2008 em relação aos três meses anteriores , a maior queda desde que o organismo iniciou o levantamento, em 1960 . A queda do PIB no terceiro trimestre de 2008 havia sido de 0,2% . Por sua vez nos últimos três meses de 2007 a economia tinha crescido em 0,5% . ( F S P , 19.02.2009, p. B-12) .,
A economia britânica encolheu 1,5% no último trimestre de 2008 , ante os três meses anteriores , na maior queda desde 1980 , e entrou oficialmente em recessão . O PIB da Alemanha teve queda de 2,1% no quarto trimestre , o pior resultado desde a reunificação em 1990 e o terceiro trimestre consecutivo de retração . ( F S P , 26.02.2009, p. B-6)

LUCROS

No auge da crise, a telefônica registrou lucro líquido de 2 bilhões de euros no quarto trimestre de 2008 , um crescimento de 89% sobre o mesmo período de 2007 . Apesar disso , o lucro líquido de 2008 foi de 8,9 bilhões de euros, queda de 17% em relação a 2007 . ( F S P , 27.02.2009, p. B-6).
Segundo o Departamento do Comércio americano, os lucros totais das empresas americanas recuaram 16,5% , ou US$ 250,3 bilhões , no último trimestre de 2008 ante os três meses anteriores . Foi a maior queda em 55 anos , e 70% da redução coube ao setor financeiro . O declínio provocou redução de 331% nas receitas de impostos nos EUA . ( F S P , 27.03.2009, p. B-12) .

O BRASIL E A CRISE NO QUARTO TRIMESTRE DE 2008

O PIB brasileiro caiu 3,6% no último trimestre de 2008 , na comparação livre de influências sazonais com o terceiro trimestre . Foi o pior desempenho da atual série histórica do IBGE , iniciada em 1996 , mesmo assim o PIB cresceu 5,1% em 2008 .
De acordo com estudo da Fiesp , o Brasil ficou atrás somente da Coréia do Sul , que registrou uma variação negativa de 7,2 pontos percentuais no trimestre . Mesmo os EUA que foram o epicentro da crise , apresentaram variação negativa de apenas 2,8 pontos percentuais e o Japão de menos 4,2 pontos . ( F S P , 11.03.2009, p. B-1)

FREDDIE MAC E FANNIE MAE

O gigante americano de hipotecas Freddie Mac anunciou prejuízo de US$ 50,1 bilhões em 2008, sendo US$ 23,9 bilhões no quarto trimestre . A Fannie Mae teve prejuízo de US$ 58,7 bilhões em 2008 . ( F S P , 12.03.2009, p. B-11)
Apesar da ajuda federal, os bancos americanos tiveram nos últimos três meses de 2008 o primeiro prejuízo desde 1990 . Eles perderam US$ 32,1 bilhões , com a maior parte do prejuízo concentrada em grandes instituições . ( F S P , 21.03.2009, p. B-6) .




Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.