Previdência ou Seguro? Entenda porque são complementares.

O texto visa esclarecer sobre a diferença e a importância do seguro de vida e da previdência privada.

Algumas pessoas se confundem na hora de escolher entre um seguro de vida ou um plano de previdência privada. Os dois produtos são bastante distintos e devem ser visto como complementares, e nunca como excludentes.

O plano de previdência deve ser visto como uma poupança de longo prazo, isto é, faz parte de sua estratégia de investimento. Já o seguro de vida não é um investimento, mas uma cobertura de risco.

Os recursos acumulados com a previdência devem ser vistos como o pé de meia que você precisa acumular para se aposentar. Desta forma, quanto mais próximo de se aposentar maior será o pé de meia, e menor a necessidade de cobertura no seguro de vida.

Por outro lado, para os mais jovens este pé de meia pode não ser suficiente para sustentar a família em caso de falecimento ou invalidez, de forma que o seguro é um complemento indispensável nesta fase da vida.

Se você ainda não acumulou o suficiente, a melhor opção é combinar os seguros de vida com planos de previdência.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: Investimentos, proteção, planejamento financeiro, previdência privada, seguros, consultoria, gestão