Sem generalizar, há gestores empresariais rasgando dinheiro!!!

A Gestão enxuta é fundamental para o sucesso do negócio!!!

Sem generalizar, há gestores empresariais rasgando dinheiro!!!!
097-01-2018
Que a Gestão Empresarial é um grande desafio isso não precisamos sequer discutir, porém, como em qualquer atividade a medida que superamos desafios nos tornamos mais experientes; na administração de uma empresa não é diferente.
A turbulência diária, o apagar de incêndios, faz com que os gestores não tenham tempo para planejar, fazer o dia acontecer eliminando as “travas” que podem com certeza causar sérios problemas a empresa é a função primordial.
Vivi isso durante anos na Gestão Administrativa/Financeira numa indústria, na qual trabalhei 02 anos como Contador e após uma reestruturação assumi a Gerencia Administrativa e Financeira, entretanto, como minha Graduação era em Ciências Contábeis e a essa formação adicionei uma Pós em Contabilidade Gerencial e Controladoria e também MBA em Gestão Empresarial, com certeza enriqueci meus conhecimentos e foi o que me deu grande base para fazer com que a empresa fosse além de simplesmente “funcionar”.
Quando se tem a cultura de “ler” informes gerenciais e mais do que ler, desenvolver informes (relatórios) para acompanhar a gestão, essa técnica é fundamental para o bom desempenho das atividades, a medida que passamos a ter parâmetros (mês a mês) é possível então moldar e definir onde se quer e pode chegar; mas não e somente isso que vai resolver a questão da gestão.
Hoje atuo como Consultor Administrativo e Financeiro em diversas empresa e nos mais diversos segmentos (Indústria, Comércio, Serviço), e posso dizer com segurança que com os poucos mais de 30 anos, sendo 20 deles passando por empresas de grande e médio porte, em cada uma delas assumindo desafios diferentes e mais robustos, toda essa vivência que com certeza me trouxe “noites em claro” e muito stress, me ajudou muito profissionalmente, me privou de muitos momentos de laser, mas como recompensa me preparou para o desafio de poder ajudar gestores e empresários, no que diz respeito a gestão empresarial.
Quanto se esta fora da gestão, é possível identificar oportunidades que muitas vezes é passada despercebida dentro das empresas, oportunidades de negócios, condições melhores de preços e custos, possibilidades de se eliminar atividades ou substituí-las por tecnologia, além é claro de avaliar a capacidade técnica e comportamental da equipe.
Muitas empresas que pela necessidade acabam “escalando” pessoas de confiança para realizar a gestão (não estou dizendo que estão erradas) e esperam resultados que são quase impossíveis de serem obtidos, pois não há como ter os melhores resultados apenas com a boa vontade, é necessário mais que isso. Experiência, ser crítico, muitas vezes saber se colocar no lugar do outro, saber liderar e o mais importante executar (após planejar, não por impulsão).
Exemplificando com um “case”: recentemente num dos clientes, estávamos renegociando o alongamento de um Passivo com um fornecedor expressivo, nosso Fluxo de Caixa estava muito apertado e não tínhamos outra alternativa, o fornecedor que se colocou como um “grande parceiro”, após a rodada de negociação se prontificou em nos enviar um contrato com a devida proposta; ocorre que a proposta apresentada transformava uma dívida em 06 parcelas para uma nova em 24 parcelas com juros até que aceitos no mercado, o que agradou a todos os participantes; como temos de costume, a validação de operações especiais, tive que dar meu aval, foi então que identifiquei que os juros inseridos no primeiro contrato não haviam sidos retirados para então ser feito a segunda proposta, ou seja, antes de realizar o cálculo dos juros deveriam trazer os valores negociados ao Valor Presente (os conhecedores da técnica me entendem), após essa contestação a proposta voltou ao fornecedor para ser “corrigida”, e ao retornar a empresa, trouxe uma redução de pouco mais de 17%, um percentual relevante e se aplicarmos ao valor que estávamos discutindo era mais significante ainda, e o pior, no calor da necessidade e da pressão para se “bater o martelo” na negociação, estava passando por todos.
Esse é mais um dos casos que carrego para mostrar que a “frieza” trazida pela experiência de passar por pontos semelhantes em vários clientes e empresas que trabalhei, o trabalho de Consultoria e Assessoria Empresarial nos faz ver pontos da gestão empresarial de maneira diferente.
O foco é melhorar os resultados empresariais.
Com certeza podemos ser úteis a sua empresa.
Walber Almeida Xavier de Sousa – é Diretor da AXS Consultoria Empresarial, atuou como executivo em empresas, professor universitário, é conselheiro consultivo de empresas.
contato@axsconsultoria.com.br
www.axsconsultoria.com.br

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: assessoria axs axsconsultoria consultoria gestao