Mais comentada

Tempo não é dinheiro, é vida

E todo mundo sabe o que acontece na prática: quem tem muito tempo costuma não ter dinheiro e quem tem muito dinheiro geralmente não tem tempo pra nada

Samuel Marques,

Todo mundo já ouviu a frase: tempo é dinheiro.

E todo mundo sabe o que acontece na prática: quem tem muito tempo costuma não ter dinheiro e quem tem muito dinheiro geralmente não tem tempo pra nada. Sabe aquele iate maravilhoso? Quem tem um deles não tem tempo de usar. Sabe aquela tarde completamente livre de compromissos? Quem tem freqüentes períodos como este não tem dinheiro para passar a tarde fazendo compras no shopping.

Aí está o grande dilema do equilíbrio e para mim a resposta é a seguinte: esquecer os horários. Há alguns anos meu lema tem sido: tenho tempo pra tudo, e não tenho hora pra nada.

Outro dia cheguei tarde em casa. Voo atrasado, um caos. Passava das duas horas da manhã quando saí de casa tranquilamente para dar uma volta com o cachorro. Estava uma noite linda, quente, ninguém na rua. Como poderia ser melhor? Eu queria passear com o cachorro e o horário não me impediu.

Você vê algum problema nisto? Jogar bola, passear com o cachorro, tocar um instrumento musical ou qualquer outra atividade que forneça o prazer de estar vivo não pode ser restringida porque não é "a hora certa de se fazer".

Do mesmo modo o trabalho. Respondo emails de madrugada, do celular, retorno ligações em vez de email e resolvo mais rápido, tudo em nome da produtividade, sem perder os compromissos profissionais, mas equilibrando com uma vida capaz de aplicar energia em todas as áreas importantes.

Sugiro a você que crie um mapa mental (pesquise sobre o tema na internet) com os papéis que você desempenha na vida: filho, pai, marido, profissional, amigo, sócio do clube. Depois defina ações que precisam ser tomadas para que você desempenhe a contento cada um deles. Daí em diante, dê um passo em cada um destes papéis todos os dias ou no mínimo toda semana.

Por exemplo, no seu papel de marido, separe um tempo para colocar na agenda os lembretes ligados às datas importantes da família: comprar um presente de aniversário, lembrar datas comemorativas e outros.

Na próxima semana programe assistir um bom filme e assim por diante.

Como aquele equilibrista que coloca pratos para rodar sobre varetas, você precisa dar um pequeno impulso periodicamente em cada um dos seus papéis para que tudo caminhe bem.

E o horário pouco importa. A verdade é que existem muitas atividades roubando nosso tempo e impedindo que façamos aquilo que realmente importa: viver, relacionar-se, experimentar a sensação de bem-estar, a satisfação de fazer algo que queríamos ter feito.

Horas na frente da TV impedem que você leia um bom livro. Horas no Facebook impedem que você pesquise um tema importante do trabalho, horas de bate-papo furado com alguém sem importância impedem que você chegue mais cedo em casa e aceitar uma atividade que não lhe dá prazer pode impedir você compareça num evento de seu filho na escola.

Tenho por hábito dormir antes das palestras. Se eu tiver oportunidade durmo 2 ou 3 horas antes de dar uma palestra, mesmo que seja durante o dia. Desta forma chego ao evento com toda a energia possível, com as baterias recarregadas. Porque só se deve dormir à noite? O seu tempo e a sua energia são preciosos. Eles são a sua vida.

Esqueça aquela frase inicial. Tempo não é dinheiro. Na verdade tempo é vida. Perdeu tempo, perdeu uma fração insubstituível de vida.

Há uma canção de Mercedes Sosa que diz:

Eu só peço a Deus,

Que a morte não me encontre um dia,

Solitário, sem ter feito o que eu queria.  

Encontre uma maneira de ter tempo pra tudo e não ter hora pra nada.

Acredito que vale a pena.


Grande abraço

Prof. Samuel Marques

Este artigo foi escrito no horário de almoço.

Vou almoçar mais tarde hoje. Algum problema?

Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Vagas de trabalho