Mais comentada

Vendo bem, mas não vejo o lucro, e agora!

Hoje o ambiente solicita uma reestruturação produtiva, visão sistêmica do negócio, conhecimento aprofundado dos ambientes (interno e externo). Atingir 100% da capacidade produtiva instalada trará bons resultados desde que o processo esteja balanceado, saber vender o que consegue produzir dentro de um período estabelecido é que pode ditar o resultado.

Jose luciano,
A economia brasileira nunca esteve tão bem e em crescimento como atualmente, várias linhas de créditos, aumento do poder aquisitivo, empresas contratando, algumas dizem estarem trabalhando acima da capacidade instalada, mas, e o lucro? Não aparece?

As organizações existem para gerar lucros, mas quanto deve ser o lucro? O que é lucro? Segundo o dicionário Aurélio lucro é: "Ganho, vantagem ou benefício que se obtém de alguma coisa, ou com uma atividade qualquer". Como é este ganho (lucro)? De uma forma genérica o lucro é resultado da seguinte equação (Preço de venda – custos – despesas – impostos), se o resultado for negativo tem-se o prejuízo, se igual a zero o ponto de equilíbrio, se maior que zero o lucro.

Para uma organização manter-se sadia, o resultado líquido deverá ser superior a linha do ponto de equilíbrio, para isto deverá conhecer muito bem seus custos e seus recursos disponíveis, pois, nem sempre o preço de mercado atende a necessidade da organização com os recursos que tem. Tais recursos variam de uma organização para outra, na indústria de transformação ou produção de bens os recursos produtivos podem ser as máquinas, equipamentos e a mão de obra disponíveis, nas organizações de serviços, infere-se que a mão de obra é o maior recurso a se considerar. Porém em qualquer tipo de organização, seja ela indústria, comercio ou prestação de serviços, existe uma restrição para qualquer um dos recursos disponíveis, o qual quando não considerados e analisados podem levar a organização dar prejuízo, esta restrição é o tempo. Felizmente ele é igual para todos, resta saber planejá-lo identificando o que seus recursos conseguem fazer dentro de determinado período para que sua utilização seja coerente, consistente e trazendo o resultado esperado, ou seja, encontrar o balanceamento ideal do processo.

Para encontrar a estabilidade as organizações devem conhecer o antagonismo entre vender bem e vender bastante. Tem-se que vender bem é obter o lucro desejado, entretanto vender bastante significa obter ganho de escala, quanto maior a quantidade vendida mais os custos fixos são diluídos.

Em ambos os casos tem-se o tempo como restrição, então mesmo vendendo bem ou vendendo bastante há a necessidade de saber se o objetivo pode ser atendido dentro do período de tempo estabelecido, a organização deverá saber identificar suas restrições em seu sistema para não comprometer a organização como um todo. "O fato do sucesso de um setor não garante o sucesso do todo" (Ludwig Von Bertalanffy).

Com isto, para minimizar tais impactos, faz-se necessário um planejamento estratégico de produção acurado assim como levantamentos de custos baseado nas atividades.

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: custos industriais Gestão da produção

Shopping