5 formas para se tornar um jovem empreendedor no ambiente escolar

O momento certo de conhecer o empreendedorismo e o início dessa preparação é quando ainda está estudando, pois é nesse momento que se aprende a ter competências múltiplas, a trabalhar em equipe, a inovar, a ser criativo, a enfrentar desafios, onde eu Silmar Strübbe - Especialista em gestão de pessoas e negócios, sou Mentor de um projeto de Empreendedorismo, que atua com jovens na faixa dos 16 aos 18 anos, estudantes do 2 ano do ensino médio na cidade de São Paulo.

O momento certo de conhecer o empreendedorismo e o início dessa preparação é quando ainda está estudando, pois é nesse momento que se aprende a ter competências múltiplas, a trabalhar em equipe, a inovar, a ser criativo, a enfrentar desafios. 

1. Saindo da Teoria indo para Prática
O ambiente escolar, ainda continua sendo um local de discussões teóricas, sendo assim o empreendedorismo vai para AÇÃO, onde todos os participantes vivenciam, na prática as atividades que envolvem uma empresa e suas nuances.

2. Experiência e motivação para uma vida toda
As aulas são chatas e não motivam”, fala de um aluno, o que representa o pensamento da maioria. Desta forma o empreendedorismo traz a realidade, a vida como ela é, mão na massa, onde o “aprender a fazer”, traz conhecimento, desafio e motivação para uma vida toda, favorecendo assim a assimilação dos mais diversos conteúdos tão necessários no nosso dia a dia. A inter-relação das disciplinas se dá forma contínua e quase automatizada, onde todos os conteúdos das disciplinas que complementam de forma prática

3. Desperta as características das pessoas de Sucesso
Quando vivenciamos o empreendedorismo no ambiente escolar, trabalhamos as principais características tão necessárias aos profissionais de sucesso, que são a comunicação: - saber de posicionar, argumentar, realizar apresentações, aprimorar sua oratória e melhorando a sua expressão verbal e corporal; bem como o planejamento: - um dos nossos maiores hiatos em nossas carreiras profissionais e da vida empresarial, pois não aprendemos e muito menos somos desafiados a planejar enquanto somos jovens estudantes.

4. Desenvolvimento do papel do Líder
Os jovens são ensinados na escola seguirem o fluxo e obedecerem às regras. Eles são programados para aprenderem e memorizar fatos em vez de se tornarem pensadores independentes. O Empreendedorismo faz os jovens a pensarem "fora da caixa", criarem soluções únicas e liderar os outros.
Assim trabalhando o empreendedorismo, onde existe a constituição da empresa e para a mesma possa funcionar é constituída de uma diretoria, sendo um Presidente e quatro Diretores. Para tanto, existe a livre candidatura e escolha acontece em uma eleição por todos que participam do projeto. Com isto desenvolvemos o papel do líder e suas características, a tomada de decisão baseado em fatos e números e não somente nos discursos. Para o jovem fica claro que “amigos, amigos, negócio a parte”, fazendo assim ter o amadurecimento necessário para as suas escolhas bem como a resolução de conflitos internos.
Isso fará com que se tornem líderes em uma idade mais jovem, e isso resultará em mais renda, oportunidades e autoconfiança, em suas vidas.

5. Lidando com dinheiro
Esta é uma área fundamental para os jovens. Ensinar para eles sobre como lidar com dinheiro em uma idade precoce irá incutir uma base financeira que as escolas muitas vezes não conseguem ensinar. O Empreender na prática no ambiente escolar, faz o jovem captar recursos para dar inicio ao seu negócio e assim produzir para poder vender e ter o retorno financeiro para aquisição mais insumo, pagar salário e impostos. Aprende sobre rentabilidade, lucratividade, produtividade e faturamento na prática, tornando-se assim um futuro profissional/empreendedor muito mais preparado.

Ao final do projeto é perceptível o amadurecimento dos jovens, o quanto se sentem preparados para o mercado, seja como empreendedor ou intraempreendedor. Muitos saem do projeto\escola focados em empreender. “Isto me faz acreditar que a escola tem sim o papel e o dever de trabalhar o Empreendedorismo no seu currículo. Isso é preparar pessoas, profissionais para o futuro. Hoje temos case de sucesso, de empresários que no passado participaram desse projeto” pondera.

 

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: carreira empreendedor empreendedorismo Jovens trabalho