7 dicas essenciais para iniciar um startup

Quer iniciar uma startup mas não sabe como?! Confira nossas 7 dicas essenciais de como iniciar e ter sucesso no seu empreendimento!

Os startups estão em alta e ganham, a cada dia, mais espaço no mercado, pois se tratam de empresas com ideias inovadoras. Elas também se diferenciam pelo fácil acesso que proporcionam ao público consumidor, garantindo ótimos resultados sobre os investimentos.
No entanto, assim como qualquer outro tipo de negócio, exige uma série de cuidados para quem está planejando montar um startup de sucesso. E para não errar ao montar o seu plano de negócios, confira neste artigo as 7 dicas essenciais para iniciar um startup:


• Tenha uma ideia inovadora
• Invista em uma equipe comprometida
• É necessário analisar o ambiente
• Aposte em parcerias com grandes empresas
• Avalie o melhor momento de buscar investimento
• É preciso abrir uma empresa como qualquer outra
• Tenha um software de gestão


1 - Tenha uma ideia inovadora

Os startups se destacam por estarem centrados em uma ideia inovadora, que deve estar aliada à criatividade e à usabilidade. Basicamente, esses negócios consistem em realizar uma tarefa já cotidiana de uma forma diferente, mais fácil, simples, seguro e divertido.
Quem ainda não tem essa ideia, mas deseja abrir um startup pode observar de maneira mais atenta ao seu redor, pois é dessa forma que se consegue imaginar como contribuir com o dia a dia com uma ideia inovadora.
De qualquer forma, antes de lançar a sua ideia é preciso que ela esteja bem lapidada. Por isso, pense em como ela pode ser realmente atrativa e eficiente para atingir o seu objetivo.


2 - Invista em uma equipe comprometida

Outra característica que diferencia um startup de outros modelos de negócio é necessidade de contar com uma equipe talentosa. Ela deve estar a par de todo o processo de criação e desenvolvimento da empresa, pois em startups o trabalho é colaborativo.
Portanto, é preciso reunir profissionais comprometidos com funções específicas, que possuam as habilidades necessárias. Mesmo assim, também devem estar dispostos a fazer parte do todo, inclusive, da tomada de decisões


3 - É necessário analisar o ambiente

Mesmo que muitos startups sejam empresas virtuais, é preciso analisar o ambiente no qual desejam se inserir, conhecer o mercado consumidor e os concorrentes. Mesmo que a sua ideia seja única, é possível que haja concorrentes indiretos.
Identificar todas as características do segmento no qual pretende investir é essencial para tomar as decisões mais assertivas, conseguindo lançar um produto ou serviço realmente inovador. Para tanto, é preciso pesquisar muito.
Mas essa pesquisa deve ser permanente para, mesmo depois de lançado o seu negócio, se manter como uma ideia inovadora. Portanto, é imprescindível continuar estudando o mercado e acompanhar as tendências.

4 - Aposte em parcerias com grandes empresas

Grandes empresas já entenderam como os startups são grandes parcerias do seu negócio. Dessa forma, você pode também focar os seus esforços em soluções que atendam outras empresas.
Essa é uma estratégia bastante eficiente para obter resultados de maneira mais dinâmica e permanentes. Portanto, amplie a sua ideia para além do consumidor final.


5 – Avalie o melhor momento de buscar investimento

Nem sempre o melhor momento de ter investimento de outras empresas no seu startup é quando ela está em fase inicial. Afinal, cada investimento que você recebe significa um percentual da empresa que é entregue ao investidor.
Portanto, o aconselhado é gerar receita própria e buscar dinheiro de investidores em um segundo momento. Para a fase inicial, inclusive, existem diferentes opções de incubadoras e aceleradoras de empresas, as quais podem ajudar no desenvolvimento do seu negócio.
De qualquer forma, investidores podem ser muito importantes não só porque oferecem apoio financeiro, mas também uma ampla rede de contatos, além de expertise no mercado. No entanto, para receber investimento é preciso ter uma ideia bem lapidada.


6 - É preciso abrir uma empresa como qualquer outra

Por fim, mas não menos importante outra das dicas essenciais para iniciar um startup é entender que esse modelo de negócio em termos jurídicos funciona da mesma forma que qualquer outra empresa. Assim, é preciso regularizar o seu startup.
Isso significa que deve abrir uma empresa seguindo os trâmites padrões, além de arcar com as suas responsabilidades, como pagamento de impostos.
Também é recomendado ter uma assessoria jurídica para fazer os contratos com as empresas das quais vai receber investimento e firmar parcerias.


7 - Tenha um software de gestão

Embora com suas especificidades, startups também se assemelham a outros tipos de empresas por terem muitas vantagens ao contarem com um sistema de gestão empresarial, como o software ERP online. Com ele é possível dar à rotina diária o dinamismo que ela exige.
Com essa ferramenta, todas as informações do seu negócio são informatizas, e os setores conectados entre si. Com os processos automatizados, você ganha tempo para gerenciar outras áreas e vender mais. Mais do que ninguém, empreendedores inovadores devem saber a importância da tecnologia para administrar com sucesso o seu startup.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: administradores Gestão inovação mercado negócios oportunidade