As empresas querem gente que esteja próximo da excelência

Perguntaram certa vez a um piloto de Formula I, o que bastaria para que ele fosse superado de um ano para outro. Ele simplesmente falou o seguinte: basta fazer a mesma coisa que eu fiz no ano anterior. Claro, esta é a mais pura verdade. Se você insistir em continuar na zona de conforto do seu trabalho, não tentar sempre se reinventar no seu dia a dia, certamente será superado pela onda do desemprego e fará parte dos milhões de brasileiros que estão a cada dia engrossando a fila das pessoas que ainda não encontraram uma vaga de trabalho decente, para que possam manter muitas vezes a si mesmo e seus familiares.

Há algo que quem está começando ou  já está batalhando para conseguir o
seu lugar ao sol, no mundo corporativo deve saber: as empresas contratam
as pessoas baseadas na excelência e não na média. Me diga uma coisa:
quando você vai a um restaurante para almoçar, você pede para o garçom
um prato "mediano" ou "mais ou menos"? É claro que não, porque você quer
um prato que esteja acima da média, uma comida simplesmente deliciosa.
Obviamente você quer matar a sua fome, mas quer algo que satisfaça além
do seu estomago, ou seja, o paladar e outras características do serviço,
concorrem para que ele seja algo que esteja próximo da excelência.

Assim também são as empresas quando se trata de contratar os
colaboradores, ainda mais no mudo globalizado e de mudanças aceleradas
que nós estamos vivendo hoje. Para conseguir  ou se manter hoje 
empregado torna-se necessário que o colaborador esteja sempre disposto a
aprender, ser multitarefas, olhar além do seu próprio umbigo e estar
antenado com  tudo que está acontecendo ao seu redor.

Perguntaram certa vez a um piloto de Formula I,  o que bastaria para que
ele fosse superado de um ano para outro. Ele simplesmente falou o
seguinte: basta fazer a mesma coisa que eu fiz no ano anterior. Claro,
esta é a mais pura verdade. Se você insistir em continuar na zona de
conforto do seu trabalho, não tentar sempre se reinventar no seu dia a
dia, certamente será superado pela onda do desemprego e fará parte dos
milhões de brasileiros que estão a cada dia engrossando a fila das
pessoas  que ainda não encontraram uma vaga de trabalho decente,  para
que possam manter muitas vezes a si mesmo e seus familiares.

Sabemos que o mundo não é justo, mas também, quem falou para você que o
mundo é justo? Portanto pessoal, aqui vai mais um conselho, se puder
ajuda-lo na sua empreitada para alcançar a merecida vaga de emprego no
cenário atual, seja em qualquer area em que você estiver: enquanto você
descansa, também tente carregar uma pedra, é um ditado popular bastante
velho, mas eu quero dizer que você deve utilizar a maior parte do seu
tempo para se reciclar, aprender e reaprender,  fazer novos cursos,
participar de seminários ou  quem sabe voltar aos bancos da faculdade
para fazer mais um curso de graduação ou especialização.

Este é o rumo dos incansaveis e vitoriosos, nunca desista e não dê
ouvidos para as pessoas invejosas ou negativas, porque elas querem que
você permaneça no lodo da mediocridade, onde ainda  vão permanecer  por
um longo tempo.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração