Chegou o momento de sair da crise?

Sabemos que todas as experiências trazem consigo ensinamentos e até oportunidades

Desde 2014 o Brasil vive uma das maiores crises da história, no entanto essa não é a primeira vez que a nação passa por isso. Em 1822 após a proclamação da independência, feita por Don Pedro l, devido à baixa na exportação de açúcar, base econômica do Brasil colônia, o Brasil enfrentou sua primeira crise. Em 1929 a queda da Bolsa de Nova York levou o país a amargar outra grave crise econômica. Em 1968 o presidente da época, General Ernesto Geisel, realizou diversos empréstimos internacionais, o que fez com que a inflação ficasse muito elevada e o Brasil entrasse numa nova crise financeira. Em 1986, com o plano cruzado, veio um enorme desabastecimento o que gerou nova situação problemática para o país. No início da década de 90, com a inflação galopante, surgiu o Plano Collor que retirou dinheiro da economia e aí gerou uma nova crise. 

Além das econômicas e financeiras, muitas crises políticas foram vivenciadas no Brasil. Podemos citar, por exemplo, as renúncias de dois presidentes da nação: Jânio Quadros em 1961 e Fernando Collor de Melo em 1992, para não sofrer impeachment.

Esta crise, que estamos vivendo desde 2014, se tornou muito longa, principalmente porque além da econômica e financeira, veio junto uma crise política que inclusive levou a presidente Dilma Rousseff ao impeachment. Além disto ainda começou uma crise moral, principalmente com a enorme corrupção detectada. Inúmeros políticos, inclusive exercendo altos cargos, já foram condenados por corrupção. Diversas manifestações ocorreram no país neste período e ainda surgiram inúmeros escândalos referentes à corrupção, ligados a partidos políticos e a inúmeras empresas.

Todos esses fatos levaram a uma enorme recessão que gerou queda do PIB e fuga de investimentos externos. Tudo isto agravou o desemprego, gerando mais recessão ainda. Inúmeras empresas fecharam as portas e em 2017 o país chegou a 14 milhões de pessoas desempregadas.

Sabemos que todas as experiências, trazem consigo ensinamentos e até oportunidades. Os chineses falam que crise é sinônimo de oportunidade e Nizan Guanaes já dizia: “Vai chorar ou vender lenços?”.

Agora, vários estudos mostram que é chegado o momento de o país voltar a crescer, sair da enorme recessão. Finalmente temos boas perspectivas. Aí vem a pergunta, a empresa onde você trabalha, ou a sua empresa, está preparada para crescer? Existe algum gargalo que precisa ser sanado rapidamente? Sua empresa tem capacidade produtiva ociosa ou não? Qual objetivo a empresa pode alcançar? Os profissionais estão em condições de gerar mais e melhores resultados ou é preciso aumentar ou qualificar melhor a equipe?

Se sua empresa sobreviveu a tudo isto, agora é o momento de colher os louros da vitória. Minha sugestão é que faça um bom planejamento estratégico. Pense em todos os cenários, trace um plano de ações e comece a agir já! Pense no ditado popular que diz: “quem chega primeiro bebe água limpa”, e seja o primeiro no seu ramo de atividade a acreditar que a crise acabou.

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: administração administradores crise mercado sucesso