Mais comentada

Como fazer um dinheiro extra para o dia das mães

Descubra

Existem negócios sazonais que somente em determinadas datas têm movimento e intensa atividade. Existem outros negócios, que embora tenham atividade durante todo o ano, crescem nessas datas especiais. Fiquem atentos a esses dois tipos de comportamento.

No comércio, alguns setores demandam colaboradores extras no mês de maio, em função do dia das mães. São negócios diversos, como roupas e acessórios, alimentação, flores e produtos de beleza e eventos.

Com a proximidade dessa data, alguns setores do comércio costumam contratar pessoal extra para atendimento a vendas, entregas e serviços agregados, tais como embalar para presente, fazer consertos de roupas, executar decoração de ambientes, auxiliar na recepção em eventos, etc. Há também janelas de oportunidade para quem pretende empreender.

Como conseguir aproveitar essas e outras oportunidades que se apresentam?

Primeiramente, você tem que oferecer algo diferenciado para competir por essas oportunidades.

Outro dia, conversando com uma empresária do ramo de papelaria e livraria, ouvi dela uma informação interessante sobre o critério de contratação de pessoal para atender à demanda por livros e cadernos escolares. Ela me disse que o seu diferencial na venda desses artigos era entregar os livros e cadernos encapados, conforme exigência das escolas. Então, o critério de contratação de colaboradores estava baseado na habilidade de executar esse serviço agregado.

Esse exemplo nos mostra que, em período de crise (e fora dela também) o diferencial competitivo é determinante.

Minha sugestão a quem se propõe a empreender e ganhar um dinheiro extra no dia das mães é identificar a demanda por produtos e serviços diferenciados e associar isso às suas capacidades e habilidades.

O que você sabe fazer ou produzir que seja um diferencial competitivo no mercado?

Comece investigando o mercado, descubra quais são as demandas que existem e prepare-se para se apropriar dessas oportunidades.

Ofereça esse produto ou serviço ao mercado demandante, seja ele o consumidor final ou outro empreendimento que perceba valor agregado no que você oferece e possa associar seu produto ou serviço ao dele.

Alguns pequenos negócios podem começar em home office. Outros trabalhos que não requerem instalações são os serviços de apoio a pessoas físicas e jurídicas, tais como tradução, organização de objetos e documentos, limpeza, pois são realizados no local do cliente.

Ao abrir o seu próprio negócio, o empreendedor deseja ter sucesso e obter o retorno do seu investimento em curto prazo. Para que isso ocorra é necessário planejamento, trabalho e paciência.
Quaisquer ramos de negócio permitem que você comece com pouco dinheiro. Muitos negócios podem ser iniciados sem investimentos de capital ou com investimentos pouco significativos. Dentre os tipos de negócio que não demandam capital financeiro encontram-se os serviços. A maior parcela de investimentos em serviços é a de conhecimento e capacitação.

Na dúvida se é melhor investir em um pequeno negócio sazonal, como o de produtos e serviços para o dia das mães ou apostar em um negócio de ano inteiro, consulte primeiro seu fôlego financeiro. Pequenos negócios de ocasião tendem a demandar menor volume de capital financeiro, ao passo que negócios permanentes demandam mais.

No momento da decisão do que fazer comece a planejar como se apropriar da oportunidade e elabore um plano de ação para realizar seu produto ou serviço. Boa sorte.

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: empreendedorismo Sergio Dias