Mais comentada

E ai, qual é a sua expertise ?

E aí, qual é a sua expertise?


De repente me vejo num canto em meio a uma pilha de papéis me fazendo a seguinte pergunta. Qual é a minha expertise?
Então! Refleti sobre o que sei fazer de melhor, qual o meu diferencial, o que sei que os outros não sabem, onde e o que posso melhorar para explorar minhas habilidades e ainda, quais são minhas habilidades? Certo dia, minha filha me indagou da seguinte forma: “Papai, o senhor é administrador não é”? ”E o que um administrador faz”? ”Você vai à casa das pessoas para verificar se está toda arrumada, é isso que um administrador faz”? Então comecei a rir de pensar como uma criança de cinco anos consegue criar essa imagem na cabeça.
Sabemos que na atualidade o profissional precisa se reciclar, se reinventar constantemente tendo que criar suas próprias ideias, sendo sua capacidade de empreender quase obrigatório para sobreviver a volatilidade do mercado, não se pensa mais em contratar alguém somente que saiba informática e tenha conhecimentos de inglês e espanhol, hoje em dia, isso é básico. O profissional moderno precisa pensar e trabalhar o conhecimento, se especializar em algo e organizar um jeito de vender esse produto.
Todo mundo, hoje, têm acesso a muita informação, seja por meio da televisão, dos jornais, de revistas, da Internet, dos telefones, etc. Porém, a forma de se utilizar e combinar tudo o que se tem disponível diferentemente do concorrente é que pode significar lucros na sua expertise.
Antigamente, tínhamos a visão de que ingressar numa boa universidade e conseguir ótimas notas ao longo da vida acadêmica eram suficientes para encontrar um bom emprego, atualmente isso não funciona mais. Essa afirmação pode ser confirmada através da pesquisa de um psicólogo americano chamado Daniel Goleman. "Que dizia que para se obter sucesso na vida apenas 10% de inteligência intelectual eram necessárias e que os outros 90% deveriam ser de inteligência emocional". Ele conta que tirou essa conclusão a partir de uma pesquisa que realizou, utilizando seus ex-colegas de Universidade e constatou que aqueles que tiravam melhores notas não eram necessariamente os mais bem sucedidos, a partir daí a conclusão de sua pesquisa.
E por conta das ideias de Daniel Goleman, pensei que quero ser Consultor de empresas, mas e aí, pensei! Como vou vender meu produto e quem vai me contratar, como vou divulgar minhas qualidades e conseguir meu primeiro negócio nessa nova área.
Então pensei que posso aproveitar a disponibilidade dos recursos eletrônicos cada vez mais acessíveis, como: laptops, smartphones, facilitando a divulgação de ideias em sites da Internet nas redes sociais como twitter, facebook, linkedIn e outros, e até em construir um site ou blog, e até usar sistemas de videoconferências e apresentações de produtos ou serviços via web podem ser alternativas interessantes, além de terem custos muito menores.
Expertise é o conhecimento adquirido com base no estudo de um assunto e a capacidade de aplicar tal conhecimento, resultando em experiência, prática e distinção naquele campo de atuação. Está relacionada com as habilidades e competência para executar algo.
Portanto ter expertise é ser um empreendedor que desenvolva a competência necessária de descobrir formas criativas e inovadoras de preencher ou até mesmo criar soluções para o vazio do mercado que outros ainda não perceberam.
É hora de criar alternativas de emprego sempre que possível e utilizar todo o conhecimento aprendido nas escolas e no cotidiano. E aí, qual é a sua expertise?

____________________________________________________________________
Jorge Luiz Barbosa da Silva, é Administrador de Empresas, com extensão em Capacitação Gerencial , pós-graduação em Finanças e MBA em Gestão Estratégica de Negócios pela UCAM. E-mail: jorgemanager@yahoo.com.br

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração