Gestão, Reestruturação e Finanças, essa é nossa Expertise!

Nosso maior patrimônio são nossos clientes, assim tratamos cada trabalho de forma exclusiva e com total dedicação e sigilo. Não mensuramos esforços tanto nas atividades mais simples como em casos mais complexos, a fim de superar os objetivos dos serviços contratados, aliando conhecimento, expertise de anos de atuação e com base nesta experiência criamos vídeos para colaborar no processo empresarial e pessoal dos empreendedores."

Olá! sou Álvaro Marcos, Consultor Empresarial egostaria de dividir minha história com você, relatando o que eu posso fazer pela sua empresa e como vim parar neste negócio!

Há muitos anos atrás o meu pai tinha duas empresas, uma era um plano de saúde que chegou a ter 72.000 vidas e a outra era uma rede de clinicas de exames laboratoriais, ambas as empresas ficavam em Salvador e juntas chegaram a faturar quase 8 milhões de reais por mês.

Mas, como todo negócio é de risco ... você que é empresário, você que é empreendedor, sabe muito bem disso, um belo dia as coisas começaram a não ir muito bem.

Só que naquela época, eu não tinha o conhecimento que eu tenho hoje e não foi possível salvar as empresas do meu pai.

A empresa que estava com dificuldades, era responsável por 80% do faturamento e que não poderia gozar dos benefícios da lei de recuperação judicial, uma vez que não era um tipo de negócio que não se submetia a lei 11.101

As clinicas eram lucrativas e nós cometemos um “erro crasso” que a maioria dos empresários comete que é o de colocar dinheiro bom em negocio ruim e por fim, acabou que as duas empresas vieram a sucumbir.

Agora, é importante explicar a você, que na época, eu estava com vinte e poucos anos e não tinha o conhecimento e nem a maturidade necessária para saber lidar com aquele “problemão”, porque eu não sabia nem o que era “prazo elisivo” , nem como alongar dívidas com garantias colaterais, nem o que era um ”turnaround”.

Enfim, eu estava lá no meio do olho do furacão e eu sei que não se trata de uma história de sucesso, pois infelizmente, nós não tivemos um final feliz e as duas empresas faliram e meu pai, acabou vindo a falecer, porque somatizou tudo.

Primeiro ele teve um AVC Isquêmico que depois acabou virando hemorrágico, e detalhe, isso no dia 31 de dezembro às 16:00 horas, onde ele acabou ficando 18 dias internado em uma UTI e depois veio a falecer.

Mas porque que eu estou dividindo essa parte da história da minha vida com você?

Porque foi inspirado no meu pai e por conta desta experiência de vida que foi muito forte e impactante, que acabei criando uma empresa de Consultoria, que atende 70% de empresas endividadas com um alto grau de alavancagem financeira.

Naquela época, eu não sabia como proteger o meu pai de uma falência, naquela época eu não sabia como ajudar o meu pai a blindar sua mente, e evitar que ele somatizasse, eu não sabia que eram tão representativas as doenças psicossomáticas, que pesquisando em lugares muito sérios, de muita credibilidade, cientistas afirmam que elas representam 75% das doenças nos nossos corpos.

Mas, agora eu sei ... e, se você estiver interessado na minha ajuda, desde que a sua empresa atenda alguns pré-requisitos necessários, eu vou ter um enorme prazer em me reunir com você para te orientar sobre possíveis saídas desta crise que você está vivendo.

A primeira coisa a fazer é um “recovery psicológico”, e esse é o primeiro passo, pois uma árvore só pode dar bons frutos se o tronco estiver forte e eu vou ajudar você a entender se o seu problema é pontual, se o seu problema é financeiro, se o seu problema é econômico, ou trata-se de um problema conjuntural .

Em seguida, vamos fazer também algumas simulações dentro dos critérios de uma análise ¨swot¨ para projetar o ¨"worst case scenario"¨ porque é melhor ser pessimista na análise e otimista na ação.

A partir daí, através de um “business case” que é algo que eu ou alguém da minha equipe vai fazer na sua empresa, sem te cobrar nada por isso, fique tranquilo, nós seremos capazes de diagnosticar o seu negócio, nós teremos elementos suficientes através deste ¨business case¨ para te dizer alguns possíveis caminhos a serem seguidos e também quero ser muito franco com você:

Se depois de conversarmos e você for escolhido para um diagnóstico, que se chama “business case”, e se não for possível recuperar a sua empresa, eu também serei muito franco, pois não são todas as empresas que são recuperáveis.

Pode ser que a empresa, já tenha passado do ponto e, como a pior notícia não é a notícia ruim, mas sim, aquela que não chega, como por exemplo - Imagine que você tem um filho de 18 anos e ele sai para uma balada e fica incomunicável, ai quando já é de manhã você descobre que ele foi parar na delegacia porque estava
dirigindo embriagado.

Até aquele presente momento, você estava vivendo um momento muito angustiante, pois você não sabia o que tinha acontecido com ele, se ele havia sido sequestrado, se estava morto, enfim, você não tinha nenhuma idéia de seu paradeiro, então, você estava vivendo a pior noticia, que é aquela que não chega.

Agora quando a noticia chegou, ela acabou com toda aquela angústia que estava matando você por dentro e é por isso que eu te adianto que se a sua empresa tiver passado do ponto, fique ciente que eu serei a pessoa que vai te dizer e fundamentar tecnicamente que é o mais importante, porque não acredito em uma possível recuperação.

Bom, considero importante neste momento, dizer a você quais foram as experiências profissionais que me fizeram fechar o ano de 2016 com mais de 47 clientes na minha carteira, empresas que variam de 30 milhões de faturamento anual até um bilhão de reais e que podem atestar à você se eu sou qualificado ou não para te ajudar a recuperar a sua empresa.

Quer saber mais, então entre em contato comigo sem compromisso nenhum através do site www.formuladegestao.com.br, e procure se lembrar:
“O momento mais escuro da noite é antes do amanhecer”.

Um forte abraço
Álvaro Marcos – Consultor Empresarial

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração