Os benefícios da meditação comprovados pela ciência. Melhore seu desempenho com essa prática milenar

Você pratica meditação diariamente? Ainda não? Pois garanto que depois de conhecer melhor os benefícios dessa prática você vai ficar pelo menos tentado a mudar de ideia.

iStock

A palavra “meditação” vem do latim “meditatum”, que significa ponderar. A primeira vez que o termo foi utilizado foi pelo Monge Guigo II, no século 12.

Surgiu como uma prática de cunho religioso há cerca de 3 mil anos antes de Cristo. Porém, com o passar dos anos, foi se popularizando até chegar ao Ocidente e ser alvo de diversos estudos a cerca de seus benefícios tanto para a saúde, o envelhecimento e até a produtividade.

Um dos estudos foi conduzido pelo Dr Hebert Benson, que em 1967 descobriu que pessoas em estado meditativo usavam cerca de 17% menos oxigênio. Além disso, apresentavam menor pressão sanguínea e aumento na produção de ondas cerebrais.

Ao invés de focar apenas no desenvolvimento espiritual, a meditação passou a ser utilizada como ferramenta para promover o relaxamento, obter mais saúde e afiar a mente.

O que realmente é meditação?

Mais do que isso, a meditação é um exercício de foco e concentração que promove relaxamento físico e equilibra o psicológico de quem pratica.

Algumas linhas de meditação usam mantras como instrumento para entrar no estado de flow, enquanto outras focam em apenas observar a respiração.

A meditação Mindfulness separou a parte mística e religiosa da prática vinda do Oriente. E decidiu focar somente nas descobertas científicas sobre os benefícios da meditação.

O Mindfulness não usa mantras, não tem a intenção de elevar o espírito e nem de ser uma maneira de encontrar Deus. Não está ligada ao budismo, hinduísmo ou taoismo, já que não leva em consideração o lado religioso.

O foco está em prestar atenção às sensações do corpo. Em especial à respiração para assim interromper a bagunça de pensamentos desordenados.

Existem vários tipos de meditação, mas, principalmente para quem está começando, somente alguns minutos, lugar tranquilo e silencioso e concentração na respiração serão necessários.

E principalmente: esqueça o conceito de meditação pelo esvaziamento da mente, simplesmente porque é impossível de dar certo, pois não conseguimos interromper 100% o fluxo de pensamentos, mas sim direcioná-los e de forma controlada.

Benefícios da meditação para a alta performance

Você vai começar a perceber que conseguir usufruir dos benefícios da meditação não é nem de longe tão difícil como contaram para você.

Manter a mente concentrada e focada é pré-requisito para quem deseja atingir o máximo de resultados possível. A mente desfocada pula de um pensamento para outro. Além disso, mistura lembranças do passado com idealizações de futuro e, principalmente, nos tira do momento presente.

Você vive o ontem e o amanhã, mas o hoje fica esquecido, dando espaço para procrastinação. E se você sofre com esse problema, sabe o quanto pode ser frustrante viver deixando planos importantes para amanhã.

Uma pesquisa feita pelo departamento de psicologia da Universidade de Santa Bárbara comprovou que, em apenas algumas semanas, a meditação melhorou a capacidade de concentração e de memória dos participantes.

Além de proporcionar uma mente atenta, um dos benefícios da meditação é a melhora da criatividade e da capacidade de inovar.

Meditação para sucesso nos negócios

Para conseguir ser bem-sucedido e manter a mente clara e criativa, muitos empreendedores estão aproveitando os benefícios da meditação, pois como sabemos, lidar com riscos, pressão, muitas tarefas a cumprir e ainda fazer o gerenciamento de pessoas, são ações que exigem grande grau de concentração e energia.

Mas que fazem parte da lista de todo e qualquer empreendedor. Além de claros benefícos na concentração, diminuição de ansiedade e na agressividade, a meditação é uma prática que não leva mais que alguns minutos.

Ideal para quem não tem tempo a perder e um dia a dia lotado de compromissos.

Steve Jobs, dono de uma das mentes mais inovadoras que o mundo já viu, começou a praticar meditação em 1973, antes mesmo da criação da Apple. Além de Steve Jobs, outros notáveis empreendedores como a apresentadora Oprah Wifrey, Arianna Huffington, presidente do Huffington Post Group e Pat Flynn, autor do blog Smart Passive Income, são adeptos da meditação como forma de aumentar seus resultados.

E não só empreendedores são praticantes da meditação. Grandes empresas como Google, Ford e General Mills também passaram a ensinar seus funcionários a formar grupos de meditação e praticar em intervalos no trabalho.

A mudança interna trazida para seus colaboradores, como o aumento na velocidade da tomada de decisão e maior produtividade, não podem ser ignoradas.

Mas não é só no mundo dos negócios que você pode aproveitar os benefícios da meditação. É possível promover transformações em todos os aspectos da vida de quem pratica.

Que tal fazer um teste?

Tornar-se altamente produtivo requer muito mais do que o uso correto de uma prática. É preciso construir uma base sólida, cuidando de sua saúde física, mental e espiritual antes de mais nada.

Quando o equilíbrio finalmente for encontrado, certamente você atingirá níveis de produtividade que nem imaginava ser capaz.

Desde que comecei a praticar meditação com regularidade, pude experimentar os benefícios e vi mudanças significativas acontecerem em minha vida.

A melhor coisa da prática é que ela é acessível a todos. Você não precisa comprar nenhum equipamento especial. Não precisa fazer cursos. Nem dedicar horas e horas do seu dia para ter acesso aos resultados.

Por isso convido você a fazer um teste. Durante uma semana, separe 10 minutos de sua manhã para entrar em contato com seu “eu interior”, acalmar a mente e relaxar profundamente.

Faça o teste. Não tomará muito do seu tempo e os benefícios poderão ser sentidos logo nos primeiros dias. Vale a pena usar um pouquinho da sua paciência e força de vontade para começar. Garanto que você não irá se arrepender!

Espero que você tenha gostado deste artigo.

Forte abraço

 

 

 

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: empreendedor empreendedorismo internet marketing marketing digital meditação negócios

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração