Mais comentada

Zumbis provam que Silvio Santos entendeu a internet

Dessa vez, o quadro de pegadinhas do apresentador transformou um metrô cearense em um episódio de The Walking Dead e viralizou na internet

Reprodução/SBT

Zeitgeist é uma palavra de origem alemã que significa espírito dos tempos e resume o clima cultural do mundo em uma determinada época. Aplicando esse conceito em uma frase a fim de exemplificá-la podemos dizer o seguinte: Silvio Santos é um empresário que captou o Zeitgeist e sua última pegadinha que viralizou é mais uma prova disso.

Dessa vez, o quadro transformou um metrô cearense em um episódio de The Walking Dead. Em um horário de pouco movimento, as “vítimas” foram surpreendidas por uma amostra do que seria um apocalipse zumbi. O resultado agradou a internet e rapidamente o vídeo, publicado em uma conta oficial do SBT no YouTube, foi compartilhado nas redes sociais tendo muitas cenas transformadas em GIFs hilários.

Veja o vídeo abaixo:

Não é segredo que Silvio Santos adora essa repercussão. O Homem do Baú foi um dos primeiros empresários da televisão a entender a força da internet e em vez de lutar contra a web, buscou se aliar a ela. A prova disso foi o lançamento do aplicativo TV SBT, capaz de transmitir com a mesma tecnologia utilizada pelo Netflix e Youtube a programação da emissora. O serviço é gratuito e compatível com os sistemas iOS, Android e Windows Phone. Além disso, o SBT confirmou uma parceria com a Microsoft para que o novo smartphone da empresa, o Lumia 532, que será lançado em abril, já venha com o app instalado. Enquanto em outras emissoras é proibido pronunciar o nome de determinados serviços como Facebook e YouTube, o próprio Silvio Santos faz propaganda do Netflix.

Essa filosofia casa perfeitamente com o momento em que estamos vivendo, o da convergência midiática. Por ela, acompanhamos a cooperação entre diferentes plataformas e o movimento de migração dos públicos entre os meios de comunicação, melhorando a experiência oferecida pela indústria do entretenimento. Se o Twitter pode ser considerado o segundo sofá, onde as pessoas discutem ao vivo a novela, Silvio Santos quer cativar e se tornar o ídolo dessa turma.

Silvio Santos e a Geração Y

Senor Abravanel construiu o SBT ao longo dos anos 80 e 90. Apresentando-se como a emissora “mais feliz do Brasil”, a empresa colocava Silvio ao comando de diversos programas de auditório com pegadinhas, quadros de namoro e aviões de dinheiro. Embora muitas atrações tenham sumido, outras continuam fortes e se adaptando a novos contextos. Uma geração que tinha pouco acesso à TV a cabo ainda mantém na memória os momentos mais icônicos da emissora.

Essa memória afetiva é bem aproveitada pelo SBT que resgata novelas mexicanas como A Usurpadora repetidamente, produz o remake da bem sucedida Chiquititas e Carrossel, além de colocar as tradicionais pegadinhas na rota da internet. Os anos 90 e o clima de nostalgia estão sendo resgatados pela Geração Y e Silvio Santos percebeu isso muito cedo.

Usando de sua popularidade entre esse público, ele se mantém figura presente nas redes sociais com atitudes simples, mas que garantem que sua imagem seja propagada constantemente em forma de memes e brincadeiras. Entre as mais recentes, está a divulgação de seu “look” de férias e a tentativa frustrada de fazer um selfie. Na verdade, é que, sem precisar conceder entrevista ou fazer milhares de aparições fora de seu programa, Silvio Santos virou o Rei do Pop.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(10)