4 dicas para deixar o Facebook da sua empresa mais focado em vendas

Em uma estratégia de vendas, o primeiro passo para conquistar um cliente é conhece-lo. Saber um nome, um e-mail, um telefone ou um interesse é o mínimo necessário para iniciar um processo de vendas. Enquanto o usuário for apenas “uma impressão”, “um visitante” ou “um like” seu processo de venda será limitado

Existem 2 grandes grupos de estratégias digitais.  

O primeiro grupo e o mais conhecido é o das estratégias de divulgação. Estas são importantes para diversos “objetivos de marketing” da empresa e geram ótimos resultados se a mesma procura alcance, ou seja, pessoas sendo impactadas pela sua comunicação. O ruim deste tipo de estratégia é que a marca precisará de uma gestão comercial forte para converter este alcance em vendas.

Para grandes operações, que contam com equipes de marketing e equipes comerciais fortes, ou ainda, empresas que já são sólidas no mercado, investir em estratégias de alcance é um ótimo negócio. Já para empresas de pequeno e médio porte em que o marketing e o comercial caminham juntos, investir apenas em alcance digital é o mesmo que esperar que a venda aconteça “por milagre”.   

Para estas empresas, o melhor é utilizar estratégias do segundo grupo. Neste grupo, elementos comuns de uma gestão comercial são aplicados ao marketing digital, criando estratégias “hibridas” e mais eficientes.

Em vez de esperar que o cliente compre de você, pois foi impactado por um anúncio, utilizamos técnicas e robôs que funcionam como “vendedores digitais” evitando que aquele usuário saia do seu funil de vendas sem efetuar a compra.

Muitas das estratégias orientadas à vendas não possuem um custo alto, mas pedem uma forma diferente de trabalhar.

Para ilustrar, vou apresentar neste artigo 4 formas de usar o Facebook de forma mais eficiente, se seu objetivo é vender.

Dica 1 – Tire o usuário do Facebook.

O Facebook, como a maioria das redes sociais, é uma plataforma fechada. Ou seja, tudo que é feito e comunicado lá, fica apenas lá. 

Em uma estratégia de vendas, o primeiro passo para conquistar um cliente é conhece-lo. Saber um nome, um e-mail, um telefone ou um interesse é o mínimo necessário para iniciar um processo de vendas.

Enquanto o usuário for apenas “uma impressão”,  “um visitante” ou “um like” seu processo de venda será limitado.

Assim a melhor estratégia de marketing de Facebook é impactar aquela pessoa, mas tirar ela desta rede o mais rápido possível, encaminhando para algum lugar em que você possa colher mais dados em troca de algum valor.

Dica 2 – Menos Likes e mais Cliques

O que move a evolução da internet é fazer mais coisas, com menos cliques. O internauta hoje está acostumado a encontrar o que procura com menos cliques possíveis.

Uma ação que pede muitos cliques dos possíveis clientes está fadada ao fracasso. Assim, pensando em economia de cliques e gestão comercial, você prefere que o usuário:

– 1 –  “dê um like” em que a ação se resumirá nisto ( mesmo afetando o seu alcance orgânico)?

– 2-  “um clique” em que você poderá levar este usuário para uma página em que colherá maiores informações sobre ele, transformando ele em um lead de vendas ou ainda um target para sua campanha de remarketing?

Eu prefiro um clique, dificilmente o usuário fará as duas coisas.

Dica 3 – Crie um único post e replique.

Em uma estratégia de vendas o alcance é importantíssimo, mas o principal diferencial está no que fazemos com estes dados de alcance. Alcance por alcance só gerará frustração no empreendedor. 

Grupos de Facebook, compartilhamentos e outras ações que aumentam seu alcance nesta rede, devem ser monitorados para você ter uma noção de quantos cliques eles geraram (lembrar que clique sempre é o mais importante).

Assim, a melhor estratégia é criar um post na página, com um link , e replica-lo em outros lugares como grupos e páginas pessoais. Assim, você tem o controle de dados do que aquela estratégia gerou de retorno para você.

Dica 4 – Menos imagens e mais Links  

Quando o usuário clica em uma imagem do Facebook o que acontece? A imagem aumenta e fica destacada em um lightbox. Super legal!!

Mas o que você prefere?

Um clique para colher os dados da pessoa e iniciar um processo de vendas, ou um clique para ela apenas ver a imagem maior? 

Se você é uma prefeitura, um humorista ou uma marca como a Coca Cola, usar imagens legais deve ser a base da sua estratégia. Agora, se você é uma empresa que quer iniciar processos de vendas, substitua imagens por links que atraiam pela funcionalidade.

Conclusão 

Importante deixar bem claro, que não existem estratégias melhores ou piores. As dicas que falei acima são para aquelas empresas que querem tirar mais vendas das suas ações. As outras ações mais tradicionais como likes e alcance também são válidas, mas geram outros objetivos de marketing.

Sua empresa pode estar vendendo muito utilizando estratégias de alcance no Facebook ou sem aplicar estas técnicas que listei neste texto. Mas faça o teste e aplique estas dicas em algumas das suas ações. A taxa de conversão será muito maior.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: facebook marketing digital redes sociais vendas online