A etiqueta empresarial aplicada ao marketing

A aparência dos profissionais muitas vezes reflete ou sugestionam a aparência dos produtos e serviços que a empresa comercializa

iStock

Em uma relação social é fundamental chamar as pessoas pelo nome (de preferência pelo nome correto) e saber lidar com elas com respeito e etiqueta. O conceito de etiqueta empresarial vem crescendo em importância e trata de questões que deveriam ser simples como o fato de como tratar as pessoas ou regras de conduta profissional.

O profissional, seja qual for à área de atuação, deve incorporar e aprender como se relacionar com outras pessoas e, sobretudo, como agir em determinadas situações de negócios. Quando está em uma reunião de negócios ou quando esta junto a clientes, parceiros, acionistas, fornecedores, profissionais de mídias entre outros o profissional deve ter sempre uma postura adequada e jamais confundir relacionamento profissional com o pessoal.

A etiqueta empresarial trata desde a forma de vestir no ambiente de trabalho, falar através do celular ou telefone fixo, agir durante uma reunião ou negociação até o uso adequado do e-mail e redes sociais virtuais. Não adianta a empresa se preocupar com a qualidade de seus produtos e serviços se não cuidar da qualidade de seus profissionais e dos seus relacionamentos!

A aparência dos profissionais muitas vezes reflete ou sugestionam a aparência dos produtos e serviços que a empresa comercializa. Você entra em um consultório médico, por exemplo, e olha o profissional com a camisa aberta, unhas sujas, uniforme amassado, barba a fazer, qual a impressão que você terá deste serviço? Você está em uma reunião de negócios e o profissional que deseja conquistar a sua conta fala alto, conta piadas fora do propósito ou ridicularizando um determinado time de futebol e até mesmo demostrando certa intimidade com você, qual seria sua reação? Você acaba de receber um e-mail de um colega de trabalho com as fotos da estrela da capa de uma revista masculina do mês, o que pensaria deste profissional?

Se os profissionais de uma organização são os principais pontos de contato com o mercado, estes devem fazer parte da estratégia organizacional. Lembrem-se, a marca de sua empresa é resultado não apenas da qualidade dos produtos e serviços, mas, também da qualidade dos relacionamentos. Fica a dica!

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração