Como saber a empatia entre os canais de servicos ao cliente?

A incompatibilidade entre as informações dos diversos canais de comunicação com o cliente fica na sombra e pouco se faz nessa direção!

Como saber a empatia entre os canais de servicos ao cliente?

Tenho me acostumado a avaliar os diversos meios de comunicação com o cliente, na esfera tecnológica ou não e tenho notado o quanto estes são, em geral, incongruentes ou incompatíveis.

A possibilidade de expandir e oferecer novos canais de comunicação faz com que muitas empresas se preocupem em criá-los mas pouco em interagí-los. Isso aparece no momento em que o cliente tem de acionar a empresa para reclamar, sugerir, comprar e se vê num emaranhado de informações que o leva a caminhos onde o final é a insatisfação, a raiva, a percepção da incompetência e por aí vai...

A perda de clientes ou negócios a partir dessas situações nem mesmo são medidas e quando são permanecem com viéses de observação deteriorados. Temos máquinas automaticas de atendimento onde as informações não são encontradas, onde o cliente percorre menus e menus e entra numa busca infinita e de pouco resultado. Ao falar com atendendentes muitas vezes, como resultado do nervosismo por ouvir musicas e musicas por tempo indeterminado, números errados de telefone, pouca pró-atividade dos operadores se exasperam e têm o telefone desligado sem ao menos saber com quem falaram ou como reclamar desse mau atendimento. O que surge é que os clientes ficam insatisfeitos, buscam concorrentes ou simplesmente deixam seus problemas em stand by.

Traçar um modêlo de empatia de atendimento, verificar informações e consistências, atualizações dos sites e muito mais são atividades que deveriam ser incorporadas à auditoria da empresa de maneira a garantir um nível baixo de perda de clientes.

É por esse motivo, fruto de tantas percepções desse tipo que estamos ampliando nossa área de auditoria.

Boa sorte e avaliem seus índices de retenção e cancelamento!!!

XXXX

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)
Tags: atendimento auditoria cliente customer service tecnologia