Dicas para o Marketing Pessoal

O artigo apresenta dicas para a realização do marketing pessoal de maneira mais fidedigna e eficiente.

Como mostrar ao mercado de trabalho quem é você?

Muitos profissionais ainda apresentam muitas dúvidas sobre a maneira mais adequada para realizar o marketing pessoal.

O marketing pessoal compreende o conjunto de ações para a promoção e divulgação de suas competências no mercado de trabalho. Porém, há alguns cuidados que devem ser observados nestas ações, para que ao tentar divulgar a sua imagem, não mostre uma imagem irreal e nem seja inoportuno ou inconveniente.

A falta de entendimento do assunto tem demonstrado que muitos profissionais confundem o marketing pessoal com o envaidecimento ou a arrogância. É preciso romper com estes mitos. Uma pretensa crença em humildade e modéstia nada têm a ver com esta ação profissional. Todo produto precisa de divulgação para que possa ser conhecido no mercado. E como seu perfil profissional será conhecido se você não o divulgar?

Realizar marketing pessoal é simplesmente mostrar quem você é!

Os cuidados que deverão ser observados estão relacionados ao momento, ao local e ao tipo de público para quem você estará divulgando o seu perfil profissional. Saber selecionar adequadamente onde, quando e como, divulgar o seu perfil fará toda a diferença no resultado esperado.

Primeiro é preciso definir o seu foco, com qual objetivo está divulgando o seu perfil, o que espera do mercado de trabalho, suas metas e aspirações. Depois, será preciso definir o público.

Qual a rede de profissionais que você está selecionando para visualizar o seu perfil?

Quais as redes sociais mais importantes e adequadas para esta divulgação?

Se você quer divulgar o seu perfil para obter recolocação profissional, deverá buscar uma rede onde haja profissionais  da área de recrutamento e seleção ou pessoas que atuam em áreas estratégicas na categoria de empresas as quais você deseja se recolocar e que poderiam indicá-lo. Se você está divulgando a sua prestação de serviços como autônomo ou profissional liberal, deverá observar se a rede de pessoas que estarão visualizando a sua divulgação, serão clientes em potencial ou pessoas que poderão indicá-lo para este resultado.

A análise do momento adequado para esta divulgação também é muito importante. Há uma crença de que se deve aproveitar todas as oportunidades e momentos para tal. Este entendimento equivocado pode criar uma imagem cansativa e desgastada do profissional. É muito importante aproveitar as oportunidades, mas é mais importante ainda usar o bom senso, para não se tornar desagradável, inoportuno ou inconveniente. Não deverá usar todos os momentos, locais, grupos ou redes sociais para divulgar seu perfil profissional, mas focar naqueles em que haja potencial ou interesse para conhecer o seu perfil. “Atirar para todos os lados”, poderá transmitir uma imagem de desespero e falta de foco. O marketing muito agressivo pode se tornar perigoso. Mesmo que seu serviço seja adequado a todos os públicos, há momentos e locais onde as pessoas não estão interessadas em ouvir ou ler sobre ele e ter esta percepção será fundamental, para não comprometer negativamente a sua imagem, ao invés de promovê-la.

Algumas dicas poderão facilitar o desenvolvimento de seu marketing pessoal, de maneira mais eficiente.

Destaque sempre os seus pontos positivos, as suas competências profissionais. Porém, saiba também como fazer esta divulgação, para não demonstrar que você está envaidecido com a sua própria imagem profissional e tornar-se antipático. É claro que todo profissional deve trabalhar em prol da autoestima elevada e autovalorização, mas esta divulgação também deverá ser realizada com bom senso, de forma técnica, de maneira que possa realmente mostrar as principais competências, que tenham relação direta com o seu objetivo, conferindo congruência ao perfil.

Uma ação importante será o enfoque na conquista dos resultados obtidos durante a sua trajetória profissional. Foque nas ações de destaque que você desenvolveu em sua jornada profissional, os projetos de sucesso, inovações ou sugestões importantes que aperfeiçoaram os processos de trabalho, mudanças que você liderou ou implementou, enfim, as conquistas e ações relevantes à sua especificidade profissional. Focar em ações é muito mais eficiente do que ficar descrevendo infinitamente as suas competências, pois “uma ação falará muito mais do que mil palavras”, já dizia o dito popular.

Outra dica importante é sempre ser e não apenas divulgar, um profissional ético, honesto, verdadeiro e autêntico. Nunca crie uma imagem que não corresponda realmente ao seu perfil profissional, porque além de ser uma postura antiética, também poderá descaracterizar o seu compromisso profissional e o seu marketing terá um efeito contrário ao esperado. Seja consistente, ou seja, divulgue somente aquilo que realmente você é e faz, nem mais e nem menos, mas na medida da verdade. Usar estratégias para melhorar sua imagem profissional, não é uma ação ética. Se você não detém aquela competência, não fale sobre ela. Com certeza, você tem outras competências relevantes, que refletirão sua verdadeira imagem. Capacite-se para desenvolver as competências que ainda necessita para aprimorar o seu perfil profissional.

Busque sempre ser um profissional melhor, para que seja referência na sua área, a fim de que as pessoas, ao pensarem naquela especialidade ou serviço, possam se lembrar de você. E que você possa deixar a sua marca, como seu cartão de visitas, na área onde você atua, pelo serviço bem feito, pela postura ética, pela maneira como você trata todas as pessoas, pela sua maneira de ser e principalmente pela pessoa que você é. Um bom profissional deve ser, antes de tudo, uma boa pessoa. As suas ações profissionais vão refletir as suas crenças, os seus valores, o seu comportamento, tudo o que você acredita na vida pessoal. Por isso, não há como dissociar o pessoal e o profissional, você é uma pessoa única e os seus valores profissionais vão refletir a pessoa que você é.

Podemos encontrar profissionais competentes, do ponto de vista técnico, porém com caráter duvidoso. Este será um profissional incompleto, por que só apresenta competência técnica, mas não desenvolveu competência comportamental. Os seus valores não estarão alicerçados na ética e não poderá ser considerado um bom profissional. Embora em algumas situações, ele possa conseguir produtividade e até sucesso, em algum momento a empresa ou os seus clientes perceberão esta deficiência em seu caráter, que vai refletir em sua postura profissional. O bom profissional associa competência técnica e competência comportamental, não basta apenas ter habilidade para realizar uma tarefa, se não souber se relacionar com as pessoas, não ter empatia, não comunicar- se adequadamente, não ter respeito e ética e não saber trabalhar em equipe. Mais cedo ou mais tarde, a ausência destas competências comportamentais, virão à tona e comprometerão a boa avaliação deste profissional.

E para finalizar vamos refletir sobre as redes sociais.

Quando pensamos em rede social é preciso muita cautela. Lembre-se, tudo que é postado em rede social é público!

A imagem, que muitas vezes, está dissociada no perfil pessoal e profissional, demonstra uma incongruência, uma inconsistência de imagem, que será muito negativo ao marketing pessoal.  Por exemplo, no perfil profissional estão divulgadas ações éticas, gentileza, educação, cortesia, ações em prol das diferenças e no perfil pessoal estão postadas imagens agressivas, discussões, respostas grosseiras, desrespeitosas, piadas de mau gosto, discriminatórias e muitas vezes preconceituosas. Essa incongruência é muito séria. Na época atual, todos os recrutadores e possíveis clientes, sempre pesquisam o perfil virtual do profissional que pretendem contratar. E tudo que for postado será de domínio público, por isso, é preciso ser uma pessoa ética em todos os momentos. Observe o que você vem divulgando a nível pessoal e profissional, pois tudo isso vai compor a sua imagem profissional. Talvez seja um momento importante para você refletir sobre seus valores e seu comportamento, que refletirão o seu retrato profissional.

O marketing pessoal nada mais é do que mostrar quem você é de verdade. Se você é uma boa pessoa, um bom profissional, ético e competente, tenha certeza que as pessoas vão perceber isso e o seu marketing será muito simples, porque acima daquilo que você divulga, fala ou escreve, estão as suas ações, que mostrarão realmente quem você é.

Seja um profissional de sucesso, aprimorando-se continuamente e divulgando seu perfil em conformidade com suas ações.

Boa sorte e que as dicas possam ser úteis!

By Luciane Ruis

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)