Mais comentada

Embalagem como um componente Logístico

Hélio Meirim,
A visão da Embalagem como um componente Logístico começa a ser percebido pelas Indústrias. (12 Jan 2005)Hélio MEIRIM – hrmeirim@ig.com.br Mestrando em Administração e Desenvolvimento Empresarial, tendo MBA em Marketing, Análise de Sistemas e Docência Superior. Atuou por mais de 15 anos, como executivo de Logística, em empresas nacionais e multinacionais tendo desenvolvido projetos no Brasil, Chile, México, Estados Unidos, Portugal e Espanha. Atua como Consultor Empresarial e Professor Universitário nos cursos de MBA, Pós-Graduação e Graduação. Considerando que o papel primordial da Logística é entregar o produto certo, no local certo, no tempo desejado pelo cliente e a um custo adequado, faz-se necessário atenção em todas as etapas deste processo, que envolve desde o planejamento do Produto, a sua Produção, a sua Armazenagem, Transporte e Entrega ao Cliente. Muitas vezes, os aspectos relacionados a forma como estes produtos serão armazenados e transportados não são muito considerados pelas empresas. A falta de atenção a estes aspectos pode trazer inúmeros prejuízos financeiros devido a perdas e avarias nos produtos e principalmente a insatisfação do Cliente ao receber um produto avariado. O exemplo que gostaria de mencionar é referente a Exportação de Frutas. Imaginem os cuidados redobrados que os exportadores tem que ter no que se refere ao acondicionamento destas para que as mesmas cheguem em perfeitas condições ao Cliente. E se estas frutas fossem enviadas para o outro lado do mundo, por exemplo o Japão? No jornal Estado de São Paulo, tive a oportunidade de ler que a Klabin produz caixas especiais para as frutas. As mangas brasileiras vão chegar ao Japão em caixas de papelão ondulado criadas especialmente para aquele mercado. "No Japão a manga é vendida quase como um artigo de butique, por até US$ 30 a unidade", explica Carlos Masili, diretor comercial de embalagens da Klabin. Neste ano, a Klabin estima embarcar 500 mil caixas de papelão ondulado, atendendo a vários produtores de manga que se preparam para exportar para o Japão. "É um bom começo", avalia o diretor, que acredita que depois da manga, virão a uva e outras frutas brasileiras. Bem, como podemos ver, já temos algumas excelentes notícias sobre a preocupação dos Produtores com os aspectos da Embalagem no processo logístico. Sendo assim, todos os elos da cadeia saem beneficiados. Ganham os Produtores, os Transportadores, os Fabricantes de Embalagens e principalmente os Clientes que passam a receber suas frutas de acordo com o desejado. Hélio Meirim Hrmeirim@ig.com.br
Avalie este artigo:
(0)

Curta o Administradores.com no Facebook
Acompanhe o Administradores no Twitter
Receba Grátis a Newsletter do Administradores

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Vagas de trabalho