Facebook Ads vs. Google Ads: qual publicidade paga você deve utilizar para marketing online

Existe o Facebook ads e o Google Ads, qual deles você deve usar?

iStock



"A forma ideal de converter as pessoas no Facebook é primeiro dar a elas alguma informação educativa, assim como um post de blog". 

 

Existem duas plataformas principais de anúncios por aí.

Tem o Facebook e tem o Google.

Qual delas você deve usar?

Olá pessoal.

Eu sou Neil Patel e hoje vou explicar a diferença entre os anúncios do Facebook e os anúncios do Google e mostrarei qual você deve utilizar para o seu negócio.

Primeiramente, o Google é baseado em intenção.

Então com o Google AdWords, as pessoas digitam baseadas no que elas estão procurando.

Comprar um telefone barato, hotéis baratos em Las vegas.

Todos esses são exemplos de coisas que as pessoas digitam.

O Google AdWords é ótimo para isso.

Quando as pessoas digitam seguros de automóveis no Google AdWords, as chances são de que elas estão procurando um seguro de automóveis.

Por outro lado, no Facebook Ads não há realmente uma base de intenção.

Com o Facebook Ads, você não pode simplesmente ir e criar um anúncio sendo "Hmm.
Eu quero que muitas pessoas comprem nosso seguro de automóveis, então deixa eu criar um anúncio que fala seguro de automóveis. Compre agora. Garanta o Geic imediatamente."

Isso não vai funcionar.

Por quê?

Porque as pessoas que estão no Facebook estão buscando se conectar com os amigos delas.

Elas estão olhando fotos e vídeos no perfil das pessoas.

Por esse motivo, os seus anúncios não vão converter da mesma forma que converteriam no Google.

Se você é um negócio baseado em intenção que está vendendo produtos ou serviços e você está apenas indo atrás de pessoas que estão procurando uma intenção específica, assim como uma necessidade de ajuda com consultoria, elas precisam de ajuda com contabilidade, precisam comprar um produto ou serviço como um iPhone ou uma coleira para o cachorro delas, não importa o que seja, o Google AdWords é ótimo para isso.

Se você quiser ir atrás de uma audiência mais ampla, o Facebook é incrível para isso.

Por exemplo, se você quer ir atrás de mulheres que estão interessadas em beleza porque você quer que elas saibam sobre o seu novo produto de beleza que está revolucionando o mercado, o Facebook é incrível para isso.

A principal diferença é que o Facebook é para um público segmentado mais amplo, assim como o de beleza, pessoas que gostam de carros, que são donas de negócios.

Com o Facebook, você pode criar anúncios que levam as pessoas para uma landing page.

Essa landing page não deve ser apenas "Compre meu produto agora. É barato."

A forma ideal de converter as pessoas no Facebook é primeiro dar a elas alguma informação educativa, assim como um post de blog que explica porque o seu produto ou serviço é maravilhoso, o que elas vão aprender, talvez leve elas para um webinar primeiro e a partir daí as converta em clientes.

Novamente, o Google AdWords é para algo baseado em intenção.

O Facebook é para ter como alvo um segmento inteiro de categoria, assim como beleza, automotivo, donos de negócios e a partir daí com o Facebook, diferentemente do Google, você não envia para elas uma página onde podem comprar imediatamente.

É mais para enviá-las para uma página que educa primeiro e depois faz com que elas comprem.

Se você está vendendo um produto com o ticket barato no Facebook, você pode direcioná-las primeiro para uma página de check-out ou de produto.

Mas isso não tende a converter tão bem quanto enviá-las primeiro para uma página educativa.

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Avalie este artigo:
(0)