SEO: o segredo deste grande poder digital orgânico

Qualquer boa estratégia de inbound marketing tem vários aspectos que nunca podem ser ignorados, e um deles é o SEO.

Qualquer boa estratégia de inbound marketing tem vários aspectos que nunca podem ser ignorados, e um deles é o SEO.


SEO: o que você precisa saber deste grande poder digital orgânico
O SEO também não é um trabalho feito apenas uma única vez. É uma prática contínua, ou pelo menos deve ser, se você quiser todo o seu árduo trabalho e esforços para resultarem em sucesso contínuo.


O que é isso:

O SEO significa otimização do mecanismo de pesquisa e refere-se aos métodos usados para garantir que o seu site e o seu conteúdo apareçam nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa (SERPs).

O Google é, de longe, o mecanismo de pesquisa mais popular, o que torna o foco típico quando a maioria dos profissionais de marketing está no processo de otimização.

Embora o conceito de SEO seja bastante direto, sua implementação pode ser bastante complicada.

Por que você precisa disso:

Complicado ou não, o SEO é algo que até mesmo as empresas mais pequenas precisam pelo menos pensar. Os motores de busca são o maiores geradores de tráfego de sites, com um estudo de condutores observando que 64% de todo o tráfego da Web vem de buscas orgânicas.

A porcentagem é significativa, especialmente quando comparada com os 2 por cento do tráfego que vem das mídias sociais, os 6 por cento que provêm das buscas pagas, os 12 por cento da digitação direta no URL e os 15 por cento das referências.

Se a sua empresa está faltando com a implementação do SEO, você também está perdendo uma enorme quantidade de tráfego que seria levado ao seu site depois de digitar um termo de pesquisa relevante.

Como fazer dar certo:

Palavras-chave são uma parte importante do SEO, mas não são necessariamente o rei. O resto de suas práticas de SEO precisam fazer backup de suas palavras-chave para provar que seu conteúdo é relevante e útil para pessoas que buscam informações sobre tópicos relacionados.

Palavras-chave:

Pesquise palavras-chave relacionadas aos seus produtos e serviços, bem como as utilizadas pelos seus concorrentes. Use palavras-chave nas partes mais importantes de suas páginas da web, como o título da página, a meta-descrição, as tags de cabeçalho, a URL e o texto que vincula outras páginas em seu site.

Conteúdo:

O tipo de conteúdo que você produz desempenha um papel importante em seu SEO. O conteúdo do seu site, os canais de mídia social e outros mais precisam ser relevantes e fornecerem valor ao consumidor. Um conteúdo valioso é bem produzido, útil e algo que as pessoas realmente querem ler ou ver.

Criar conteúdos com um público humano em mente, ao invés de escrever para um mecanismo de busca, vai ganhar sempre. Considere publicar uma lista regular de conteúdo permanente, ou um conteúdo mais pensativo e perspicaz que permaneça relevante e útil para o longo prazo.

Outras peças de conteúdo para prestar atenção para incluir:

Meta descrição: Este pequeno conteúdo aparece junto a sua URL nos resultados de pesquisa. Uma atraente, que tenha cerca de 150 caracteres pode levar as pessoas a clicarem no seu link.

Tags de título: este resumo conciso informa aos motores de busca e aos visitantes sobre o qual seu site ou página está em causa. Use-o para descrever a página e sua marca.

Etiquetas de imagem: uma vez que o Google e outros motores de busca não podem “ver” suas imagens, eles dependem da área de “texto alternativo” da sua imagem para sua descrição. Deixe o atributo ALT em branco e você está perdendo muitos hits de pesquisa em potencial.

Headlines: Mantenha as manchetes do artigo abaixo de 55 caracteres para garantir que toda a manchete apareça em SERPs. A receita de título ideal envolve uma pitada de snappiness misturado com uma descrição relevante do que é o artigo.

Permalinks: Também conhecido como URL do artigo, você geralmente pode editar o permanente de seus artigos. Não precisa combinar exatamente com sua manchete e pode conter até quatro palavras-chave, com a palavra-chave mais importante primeiro.

Experiência de usuário:

Fornecer uma experiência de usuário simplificada e agradável é outra maneira de aumentar o SEO. A melhor experiência do usuário vem de sites que são fáceis de navegar e pesquisar, oferecer conteúdo relacionado, bem como links internos e externos relevantes. O tempo de carregamento rápido melhora a experiência do usuário, assim como ter um design de site responsivo que pode ser visualizado em qualquer tamanho de tela ou dispositivo.

O que saber mais sobre o SEO:

Mesmo que você não possa abordar todas as coisas que tanto os espectadores humanos como os motores de busca adoram, você precisa garantir que você se afaste das práticas que ambos costumam odiar. Os motores de busca, especialmente, não são fãs de:

Recheio de palavras-chave;

Comprar links, em vez de adquiri-los através de conteúdo de qualidade e relacionamentos significativos;

Experiência de usuário deficiente, que pode ser causada por uma navegação fraca e vários outros fatores;

Anúncios irritantes, muitos anúncios ou muitos anúncios irritantes;

Embora existam muitas dicas e dicas estratégicas para o SEO efetivo, uma delas é usar o senso comum e um conteúdo fantástico que fornece valor, contenha palavras relevantes que seu público estará procurando, e aparece em um site de carregamento rápido e fácil de navegar, aí sim, você já abordou várias bases de SEO.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(1)
Tags: busca orgânica google SEO sites