Seu site é um bom vendedor?

Para vender bem na internet, como em qualquer outro ambiente, é preciso ter um bom “vendedor”

A internet é um meio de comunicação capaz de unir bilhões de pessoas e marcas, por todas as partes do mundo. No Brasil, são mais de 100 milhões de usuários ativos e o mundo virtual tem trazido cada vez mais oportunidades de negócios.

Porém, para você vender bem nesse meio, como em qualquer outro ambiente, é preciso ter um bom “vendedor”. Neste caso, entenda-se como “vendedor” um bom site.

O website é um dos espaços mais importantes da empresa na internet. Em resumo, um site é onde estão reunidas as informações sobre uma empresa, um tema ou uma pessoa. Portanto, deve ser o ponto central de suas estratégias na internet. Seja um site robusto ou mais simples, um portal de venda online, ou apenas uma página de campanha (landing page), o site é seu endereço na internet.

Aí vão algumas dicas para você, que está pensando em “abrir as portas da sua casa” no ambiente virtual:

Passo 1: O seu endereço na internet
O seu endereço na internet chama-se domínio. Procure registrar um domínio que contenha o nome de sua empresa, produto ou especialidade / área de atuação. De preferência, curto e simples, de fácil memorização (www.suaempresa.com.br).

Passo 2: Hospedagem
Para seu site existir, além de ter um domínio, você precisará hospedar os arquivos do seu site em um servidor. Existem várias empresas de hospedagem no Brasil e o custo para contratação deste serviço é baixo (em torno de R$30,00 por mês).

Passo 3: Hora de construir o site
Muitas pessoas – e até mesmo empresas -, por vezes, optam por construir seu site em plataformas de construção gratuitas. Porém, já se sabe que esse perfil de site não oferece boa performance no ambiente digital, além de ter baixa indexação em motores de busca, como o Google. Para ter um bom site, o ideal é contratar uma empresa especializada em desenvolvimento web, pois você poderá construir um site de acordo com a sua necessidade, com um trabalho realizado por profissionais especializados em website, recebendo um serviço muito mais personalizado e de qualidade, por preços, na maioria das vezes, bem acessíveis.

Passo 4: O conteúdo do seu site
O conteúdo é parte fundamental no seu projeto website. Além de mostrar o serviço ou os produtos que determinada empresa quer oferecer na web, o conteúdo contribui – e muito – na indexação do site nos motores de busca, como o já citado Google, por exemplo – o portal de busca mais usado no mundo.

Passo 5: Arquitetura de informação / wireframe
A arquitetura de informação é o elemento decisivo no projeto. Imagine que você entra num shopping, em busca de um produto. Imagine também que este shopping possui infinitos corredores, vários andares, não possui mapas das lojas nos corredores, nem display digital com informativo sobre as lojas. São mais de 200 lojas e você não faz ideia de onde se encontra o produto que você deseja. Confuso, né? Agora, por outro lado, imagine um shopping onde, logo na entrada, você já encontra informações sobre os setores, as áreas de serviços, lojas e produtos; displays espalhados pelos corredores, seguranças e equipe de apoio/atendimento para lhe ajudar a encontrar o seu produto. Bem mais fácil, né?

Em um site, funciona da mesma forma: quanto mais difícil e complexo for para o usuário encontrar a informação que ele deseja, mais chance você terá de perder esse cliente. Um site precisa passar a informação de forma fácil, com agilidade e a navegação deve ser bem intuitiva. Quanto menos cliques para chegar até um produto ou uma informação sobre determinado serviço, melhor. A pessoa chegará até seu destino muito mais rápido. Ou seja, a experiência do usuário (UX – User Experience) no seu site determinará o seu comportamento naquele ambiente.

Portanto, um site vendedor precisa ser inteligente, ter navegação intuitiva, mostrar facilmente onde se encontram os produtos e, muitas vezes, oferecer uma equipe de apoio/atendimento (chats). Ele também deve ser pensado para a experiência do usuário nas plataformas mobile, pois hoje em dia as pessoas estão acessando a internet por meio de celulares, quase que 24 horas por dia. Seu consumidor está por toda parte.

Alguns cuidados que podem fazer toda a diferença:

Escolha cores adequadas ao seu nicho. Não carregue demais seu site com cores pesadas e espalhafatosas. Seu site é seu cartão de visitas na internet e receber um visitante nesse ambiente pode ser a única oportunidade de relacionamento com esta pessoa.

Ofereça conteúdo relevante para seu público. Não adiantará nada ter um site muito bonito, se você não oferecer algo que faça valer a pena para o seu cliente voltar ao seu endereço virtual. Disponibilize conteúdo que realmente interesse ao seu potencial consumidor.

A navegação deve ser clara e intuitiva. Lembre-se que um site de fácil navegação poderá gerar muito mais resultado para sua empresa.

A internet é uma via de mão dupla. Dê oportunidade ao seu usuário de compartilhar as informações do seu site.

Otimize seu site. Se você não é da área, é melhor contratar uma empresa especializada. Um site bem “ranqueado” no Google trará mais resultado que um site que não aparece nem na segunda página do motor de busca. Hoje, somente no Brasil, 96% dos e-consumidores fazem busca na internet antes de efetuar uma compra. Portanto, seu site precisa aparecer e ser “ranqueado” pelos motores de busca.

Enfim, essas são apenas algumas dicas para você conseguir ter um bom vendedor na internet. Um site bem construído pode gerar vendas pela rede, mesmo não sendo um e-commerce. Porém, para conseguir ter uma boa presença digital, é importante você seguir essas orientações.

Em um próximo artigo, irei falar também sobre a jornada de compra do e-consumidor. Como os brasileiros estão se comportando, na hora de consumir um produto ou serviço no ambiente digital.

Nos falamos em breve!

 

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: comercio e-commerce economia empreendedorismo marketing marketing digital negócios site

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração