Mais comentada

Tendências de Email Marketing para 2018

Email Marketing continua sendo um canal de comunicação essencial. No entanto, a concorrência na caixa de entrada pela atenção dos assinantes continua feroz à medida que as mídias sociais continuam importantes e os concorrentes otimizam sua abordagem. Então, é importante analisar os fatores de sucesso para melhorar o ROI do email. A Smart Insights indicou as tendências que serão importantes em 2018.

Email Marketing continua sendo um canal de comunicação essencial. No entanto, a concorrência na caixa de entrada pela atenção dos assinantes continua feroz à medida que as mídias sociais continuam importantes e os concorrentes otimizam sua abordagem. Então, é importante analisar os fatores de sucesso para melhorar o ROI do email. A Smart Insights indicou as tendências que serão importantes em 2018.

Embora SEO, PPC e mídias sociais possam contribuir para atrair seu cliente para o topo do seu funil de vendas, é importante a utilização do email para aumentar o engajamento entre marca e cliente.

Quais técnicas já fazem parte das atividades de email marketing?

Segundo o estudo Email Marketing Industry Census 2017, da Econsultancy em parceria com a Adestra, mostra que segmentação (80%) continua a ser a mais alta prioridade e a técnica utilizada nas campanhas de email marketing em 2017. No entanto, este é apenas um aumento de 1% em relação a 2016 mostrando que poucos negócios estão adotando essa técnica além dos que já estavam em 2016.


A otimização para mobile teve o maior aumento (9%) mostrando que a adoção desta técnica está se tornando cada vez mais popular e importante para um consumo de conteúdo mais rápido e mais conveniente. Outras técnicas com um aumento de importância foram:

Incentivar o compartilhamento social (aumento de 2%)
Emails transacionais (2% de aumento)
Emails baseados em localização (aumento de 4%)
Conteúdo dinâmico (4% e 3% de aumento)
Tom de Conversa

O tom que você escolhe usar em seus emails afeta a maneira como seus clientes respondem. Um tom de conversa pode não ser o melhor tom para usar em todos os setores, mas dá uma interação mais pessoal e genuína entre o cliente e a marca.

Por meio de perguntas pode instigar os destinatários a pensar e, em seguida, responder com suas necessidades - o seu conteúdo deve ajudar, informar e educar seu público.

Considerando que uma abordagem mais formal pode ser melhor para os setores B2B, fazer perguntas e iniciar uma conversa com seu público é importante para o engajamento.

Mobile-friendly

Conforme mostrado no gráfico, 73% dos entrevistados priorizam a otimização dos emails para dispositivos móveis. Isso só aumentará à medida que o ano avança em 2018.

O conteúdo é consumido em qualquer lugar, no início da manhã ou no final da noite via celular. Agora, é mais importante do que nunca tornar seus emails compatíveis com dispositivos móveis, afinal, por que esse meio de marketing deve ser negligenciado de outros conteúdos são otimizados para dispositivos móveis?

Um relatório recente da Litmus mostra que houve um aumento no uso de webmail, principalmente impulsionado pelo Gmail. No entanto, é importante saber como, quando e onde seu público consome seu conteúdo. Saber se o seu público prefere a experiência desktop ou móvel é vital.

Por exemplo, uma pesquisa recente publicada pelo Global Web Index, mostra que na faixa etária entre 16-24 o tempo gasto online é dividido igualmente entre desktop e dispositivos móveis. No entanto, à medida que a idade dos usuários aumenta, o tempo gasto no celular diminui. Mas, não esqueça, à medida que o tempo avança, cada vez mais as pessoas adotarão uma abordagem mobile-first e, em breve, será um concorrente enorme para o conteúdo consumido no desktop, à medida que os millennials começam a envelhecer.


Personalização e Segmentação

O conteúdo dinâmico continua importante, com o objetivo de criar uma experiência personalizada para o cliente com comunicações mais relevantes. O conteúdo dinâmico refere-se ao HTML no seu conteúdo, que muda com base no destinatário. Isso vai de mãos dadas com a segmentação (emails baseados em lista ou localização). Juntos, eles fornecem ao usuário um email personalizado.

Isso cria uma experiência única que faz com que o usuário se sinta valorizado pela empresa. A forma de personalização mais básica e amplamente utilizada é inserir o nome do usuário no email, em vez de um "cliente querido". Mas isso já não é suficiente.

Avalie este artigo:
(0)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: e-commerce empreendedorismo marketing marketing digital

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração