Mais comentada

Você deixa o medo de críticas te bloquear de criar?

Encontrar a coragem para se expressar nem sempre é uma tarefa fácil. Ainda mais quando se trata de um trabalho criativo.

iStock

Encontrar a coragem para se expressar nem sempre é uma tarefa fácil. Ainda mais quando se trata de um trabalho criativo.

Não importa o quão honesto e dedicado foi o seu processo criativo, nós dois sabemos que sua criação sempre estará exposta a críticas.

Mas hoje, essas críticas estão por aí, espalhadas pela internet. Enquanto a tecnologia nos possibilita compartilhar nossas criações com o mundo inteiro, ela também abre espaço para a opinião dos outros: as boas, as ruins e as cruéis.

A parte mais difícil? Superar aquele comentário negativo. Até porque depois que você o recebeu, como você pode esquecê-lo?

Aqui vão 4 dicas práticas para deixar o medo de lado e continuar criando:

1. Criatividade vem com críticas

Foi Aristóteles quem disse: "Há apenas uma maneira de evitar críticas: diga nada, faça nada, seja nada".

Se você for criar alguma coisa - qualquer coisa - você receberá algum tipo de crítica. Isso faz parte do jogo. Então, ao invés de resistir a este fato, abrace-o com ternura e aproveite para criar. Caso contrário, só nos restará a inércia.

2. Nem todas as críticas são ruins para você

Eu sempre procuro feedback para o que eu crio e para projetos que estou implementando. Na maioria das vezes, as pessoas que eu admiro e que me ajudam a crescer profissionalmente me oferecem críticas construtivas em particular e eu faço o mesmo para elas, quando solicitado. Assim, eu sei que posso contar com um ambiente onde o foco é na otimização dos projetos e não na destruição dos egos.

Agora, nem todas as críticas vêm dessa maneira. Mas também não precisamos ter medo delas.

Tenha consciência que existe um lado bom até mesmo nas críticas ruins. É importante deixar a sensibilidade para a criação, e tentar ouvir críticas com o seu lado mais racional. Ao ouvir um feedback negativo ou ler um comentário forte na sua página, pare e pense: será que essa pessoa tem razão? Pelo menos, considere o argumento e veja se ele cabe. Se sim, ótimo: é uma oportunidade de crescimento. Se não, jogue fora!

3. Não permita que te façam sentir inferior

Esse é um ponto importante e que gostaria que você lesse com muita atenção.

Algumas das críticas mais cruéis que já recebi na vida, na verdade, nada tinham a ver com o meu trabalho em si. Eram apenas formas que algumas pessoas tinham de me fazer sentir inferior. Foi aí que encontrei uma citação incrível que quero dividir com você:

Ninguém pode fazer com que você se sinta inferior sem o seu consentimento.

-Eleanor Roosevelt

Desde então, uso essa frase quase como um mantra. Não existe forma superior ou inferior de criar alguma coisa. Seja um blog post, um podcast ou uma web série. Seja você, a Madonna ou Picasso. Todos têm o seu valor. Crie aquilo que você acredita e não permita que alguém te faça sentir menor por conta disso.

4. Seja gentil mesmo assim

Quem me conhece, sabe o quanto eu valorizo uma atitude gentil. E quando se trata de receber críticas, aí está mais uma oportunidade de você mostrar o poder da gentileza.

Até mesmo a mais cruel das críticas deve ser recebida de coração aberto. Agradeça por ela, sabendo que só você poderá decidir se vai ouvir ou se você vai deletar. Críticas são apenas opiniões e cabe a quem as recebe dar ou não poder a elas.

Respira fundo e vai!

Criar não é fácil, mas é preciso. O mundo espera por novos projetos, novas canções, novas soluções. Cabe a nós trazer mais diversão, cultura e facilidade para a vida das pessoas. Então, não deixe o medo de críticas te abalar e continue criando!

Para mergulhar ainda mais nesse universo, sugiro o livro: Criatividade: o que inspira as suas ideias? do meu querido amigo e mestre, Victor Mazzei.

Se você tem alguma outra dica que eu não coloquei aqui, sinta-se livre para comentar ou enviá-la diretamente para mim. Ficarei feliz em conversar com você!

 

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(1)
Tags: criação criatividade críticas dicas ideias marketing medo motivação victor mazzei