A comunicação estratégica transforma as empresas. E pode transformar a sua também!

Sua empresa apresenta prejuízos. Muita gente descontente, informação truncada, cliente insatisfeito. Saiba como a comunicação estratégica pode ajudá-la

iStock

Nunca saberemos quando vamos encontrar alguém que mudará nossa vida. Não falo no “grande amor”, mas sim daquela pessoa que, com uma grande sacadatransforma muito do nosso pensar e nosso caminho toma novo rumo. Por isto é bom que aprendamos a prestar atenção na comunicação e nas dicas que aparecem, muitas vezes, em conversas paralelas. E, por que não, num elevador.

Lembro de uma história onde um rapaz estava entrando no elevador e encontra um antigo amigo da faculdade. Os dois se cumprimentam, e logo perguntam: “Como você está?”. E começam a falar sobre o rumo de sua profissão. Feliz em seu emprego, Luiz trabalha com estratégias de comunicação, dá consultoria, faz treinamentos e acredita fortemente que a comunicação pode mudar a situação de empresas com problemas dos mais variados.

Pedro se interessa no assunto, pois trabalha como gerente em uma companhia, mas não consegue usar a tal da comunicação a seu favor. Sua empresa apresenta muito prejuízo com desperdício de matéria prima e também de material humano. Muita gente descontente, informação truncada, cliente insatisfeito. Às vezes, o que é tão simples de ser feito, precisa ser refeito várias vezes. Ao tocar do elevador, ele ouve o amigo dizer: “Venha comigo. Vou na minha mesa buscar um bloco e anotar algumas ações que você poderá fazer e que, tenho certeza, ajudarão bastante sua empresa”.

Ele volta tranquilo, e começa: “então, vou listar neste papel o problema e um possível caminho. Qualquer dúvida, pode me interromper”. E assim ele escreveu:

Problema

Sugestão

Funcionários Insatisfeitos

Fazer uma pesquisa de opinião para identificar pontos e insatisfação e melhorias.

Desmotivação

 

Após identificar, criar caixa de sugestões (físicas ou online, identificadas ou anônimas) para ouvir do cliente interno (digamos, seu melhor consultor), dicas de como melhorar a situação. Sugiro que bonifique as melhores ideias.

Também podem ser criados eventos e treinamentos com foco em motivar pessoas. Metas são um artifício bem interessante também.

Informação Truncada


Crie um meio/canal efetivo e mapeie por onde cada informação deve percorrer. Exemplo: Se só o gerente geral consegue tomar providências sobre determinado setor, questões relativas a este devem ir direto a ele. Os outros e-mails devem ser direcionados por setor e para a pessoa com capacidade de tomar decisões e também aquele que precisam receber a informação. É válido pedir sempre confirmação de recebimento, bem como, de entendimento. Dependendo do nível de instrução de quem vai receber a informação, pode pedir para que o mesmo repita o que foi dito.

Clientes Insatisfeitos


Comece também fazendo uma pesquisa de satisfação.
 Ela pode ser feita pós-atendimento, e ser entregue após o pagamento do produto ou serviço, ou ficar à disposição e bonificar os participantes com um presente, alguma cortesia. Diagnosticados os problemas, é hora de traçar objetivos e definir metas para mudar a situação.

Prejuízo e retrabalho


No caso de prejuízo de matéria-prima, é importante que a mesma seja calculada em moeda corrente (no caso do Brasil, o real), e mostrada aos colaboradores envolvidos no processo e desperdício. Contas altas de água, luz e telefone, também devem ter seus demonstrativos expostos. Sugiro criar uma gincana, com meta, claro. Caso a conta ou desperdício diminua em 10%, 5% será dividido entre os funcionários envolvidos. E assim, a cada meta atingida, uma nova é proposta.

 

Pedro estava maravilhado, olhando fixo para o papel e pensando: “Nossa, tudo isto é comunicação?”. Luiz pareceu ouvir o pensamento do amigo e disse: “Comunicação sim, comunicação estratégica, aliada aos objetivos da empresa”.

Pedro agradeceu a atenção do amigo e despediu-se. Luiz ficou feliz em ajudar e mostrar, mais uma vez, o quanto a comunicação pode mudar a situação de qualquer empresa.

Gostou do texto? Tem uma situação semelhante que gostaria de compartilhar? Deixe seu comentário! Ele é muito importante!

Avalie este artigo:
(1)
As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.
Tags: clientes internos comunicação estratégica empresa empresas endomarketing pesquisa de opinião prejuízo

Fique informado

Receba gratuitamente notícias sobre Administração