Mais comentada

A importância da empatia na comunicação interna

Como uma palavra vinda do grego se faz tão necessária em nosso ambiente de trabalho diariamente? Empatia vem de empátheia e significa “entrar no sentimento”, não apenas de si mesmo, mas da missão, visão e valores da empresa e do outro

Sim, há um mundo além das baias e do que nossos olhos registram no banco de pautas!É preciso paixão pelo ser humano para se debruçar neste desafio para ouvir e depois comunicar. Ao nos dirigirmos aos públicos internos, reconhecendo-os em sua totalidade e complexidade, temos como grandes desafios ser assertivos, informar bem, mas, além disso, gerar conteúdos que façam diferença no cotidiano do trabalhador.

O tão falado “conteúdo relevante” representa a maior dificuldade para quem escreve para veículos de comunicação interna direcionados a públicos tão plurais.

 Ao ouvir as necessidades e opiniões do colaborador, antes de produzir conteúdos, teremos uma comunicação mais emocional e eficaz

Que tal adotar uma postura mais empática e antes de sair fazendo uma campanha, parar, ouvir e considerar o que o colaborador tem a dizer e como se sente dentro da empresa?

Ao sermos mais empáticos e menos arrogantes, abandonaremos a postura de que “a comunicação sabe tudo que o colaborador precisa ouvir” e passaremos para a de “vamos construir juntos uma empresa que se comunica melhor”.

As opiniões veiculadas nos artigos de colunistas e membros não refletem necessariamente a opinião do Administradores.com.br.

Avalie este artigo:
(0)
Tags: comunicação interna